Conecte-se a nós

Notícias

Para a Azul, voos por instrumento estão suspensos no aeroporto de Lages

Published

em

O voo, nesta segunda, funcionou normalmente porque o tempo estava sem nevoeiro - Foto: Susana Küster

A Azul, desde sexta-feira (2), teve os voos por instrumento suspensos no Aeroporto Antônio Correia Pinto de Macedo, de Lages pelo Centro Integrado de Defesa Aérea e Controle de Tráfego Aéreo (Cindacta).

Este tipo de voo é realizado somente de noite ou quando há muito nevoeiro. O Cindacta suspendeu alegando que os laudos feitos por uma empresa contratada pela prefeitura, não estavam em conformidade com o que esperavam.

Como a notificação, segundo o diretor administrativo do aeroporto, Klaus Ramos Klinger, foi em cima da hora, os voos da última sexta foram cancelados. “Se o aviso fosse com antecedência, o avião poderia pousar uma hora mais cedo, e como estaria claro, não precisaria ser voo por instrumento”.

Klinger explica que a estrutura do aeroporto está completa e não falta nada para os voos acontecerem. A expectativa é que nesta terça (6), os voos por instrumento estejam liberados e na quarta-feira, o pouso e decolagem não precisem ser antecipados para às 18 horas.

Os voos acontecem às segundas, quartas, sextas e domingos, às 19 horas. “Não há nada estrutural que impeça o funcionamento do aeroporto. Recebemos no domingo de noite, um jato porque aeronaves particulares podem fazer voos sem instrumento. Mas, voos comerciais, como da Azul precisam”.

Azul

O diretor de expansão da Azul Linhas Aéreas, Ronaldo Veras, lamenta o ocorrido e espera que tudo seja resolvido o mais rápido possível. Ele explica que a empresa de linha aérea não é informada pelo Cindacta dos detalhes do que levou à suspensão dos voos por instrumento.

FAB

A Força Aérea Brasileira (FAB), através de sua assessoria de imprensa, que funciona no Departamento de Controle do Espaço Aéreo, afirma que a informação do motivo da suspensão dos voos por instrumento devem ser divulgadas pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). Ao ser procurada pelo CL, a Anac frisou que só responderia o questionamento na terça (6).

Vereador pede explicação sobre assunto

O vereador David Moro (MDB) apresentou na Câmara o requerimento 023/2018, com perguntas sobre a atual situação dos voos no município.

Segundo ele, muitas pessoas relataram que muitos voos não têm decolado de Lages, sendo os passageiros levados às cidades de Florianópolis, Curitiba e Porto Alegre para pegarem seus respectivos aviões.

O requerimento foi encaminhado ao diretor de Planejamento e Alianças da Azul, Marcelo Bento, e aos diretores administrativos do aeroporto de Lages.

A matéria indaga sobre os locais de destino, os horários e dias de decolagem dos voos da Azul; quais os motivos para cancelamentos dos voos que não saíram de Lages; como está sendo realizado o translado dos clientes para outros aeroportos; e se existe um custo extra aos passageiros por este serviço.

“Nosso requerimento tem como finalidade trazer respostas e informar a população sobre esta situação. Esperamos que seja resolvida o mais breve possível, pois os clientes estão sendo prejudicados com este fato, pois efetuam a compra das passagens, programando sua viagem em um determinado dia para chegar no horário de seus compromissos em outra cidade, sem atrasos, ou imprevistos”, justifica o vereador David.

Anúncio
Anúncio

Capa do Dia

Anúncio

Facebook

%d blogueiros gostam disto: