Conecte-se a nós

Notícias

Pagaram, mas não receberam o apartamento

Published

em

Terreno no antigo kartódromo onde surgiria o conjunto habitacional - Foto: Bega Godóy

O sonho da moradia própria virou pesadelo para dezenas de pessoas em Lages. Eles compraram, em 2014, apartamentos na planta do Condomínio Residencial e Comercial Campos da Serra, que seria construído no terreno do antigo Kart Clube, no Bairro Universitário, em Lages. A obra nunca saiu do papel e agora eles acionaram a construtora para tentar reaver o que já pagaram.

Lunara Neto Souza, de 34 anos, é uma das compradoras dos apartamentos, que na época custavam R$ 140,000.00. Ela e o marido acharam um bom negócio, uma vez que moravam na frente do empreendimento.

A funcionária pública negociou a entrada de R$ 34 mil e o restante financiaria pela Caixa Econômica Federal. O sinal, a lageana parcelou em boletos pagos à uma empresa denominada de Cidade das Araucárias. Cumpriu com o acordo até perceber que a obra estava demorando para começar.

“Paguei cerca de R$16 mil e parei. Entrei em contato com a Abramar, empresa de Balneário Camboriú que negociou a venda, e suspendi o contrato. Eles aceitaram e me disseram que poderia retomar os pagamentos em outra ocasião”, explica. “Investiguei e soube que a empresa tinha reclamações em Navegantes e em Itajaí e resolvi registrar Boletim de Ocorrência (BO) por estelionato em Lages e os acionei judicialmente ”, conta a mulher.  

Ela já teve decisão favorável da justiça, na semana passada, determinando a devolução do que pagou, mais a multa contratual, mas não sabe se a empresa vai recorrer da decisão.

As vítimas são tantas que até montaram um grupo no WhatsApp e atualmente são 44 membros. Só na família de Lunara são três pessoas. Ela, uma cunhada e um primo do marido. A princípio seriam construídos 400 apartamentos, com dois quartos cada e prazo de entrega da obra para o segundo semestre de 2017. A notícia boa é que a Justiça tornou parte do imóvel (terreno) indisponível em favor dos compradores.

Permuta do terreno

Em 2013, uma parceria entre Prefeitura de Lages, o Kart Club de Lages e o grupo CR7, de Blumenau foi determinante para o anúncio do empreendimento. Pelo acordo, a construtora blumenauense tomou posse do terreno, onde funcionava o kart desde 1973, no Bairro Universitário. Uma área de 20 mil metros quadrados.

Em troca, a empresa construiu um moderno kartódromo, próximo à fábrica da Ambev, numa área de 53 mil metros quadrados e com pista de padrão internacional com 1.1 quilômetro e 8 metros de largura. Na época, um investimento em torno de R$ 4.5 milhões. No terreno do antigo kart, surgiria o conjunto habitacional.

A permuta do terreno passou por aprovação da Câmara de Vereadores, pois foi preciso alterar alguns pontos do Plano Diretor do Município para viabilizar a concretização da parceria e repasse da área que foi cedida pela prefeitura nos anos 70.

“Sou vítima também”

“Além da pessoas que compraram os apartamentos, sou também um dos prejudicados”, disse o empresário da CR7, Christian Robert Rocha, que construiu o novo autódromo no Bairro Pinheiro Seco e não recebeu os apartamentos conforme o combinado com a empresa Abramar, de Balneário Camboriú.

Ele alega que não tem nada a ver com o “calote” que a construtora deu nos compradores em Lages. O empresário diz que vendeu o projeto para a empresa e receberia 21 unidades do empreendimento. “Cumpri minha parte, entreguei o kart escriturado. Não tenho, em 17 anos de atuação no setor, demandas judiciais de nenhum cliente”, explica Christian, que também entrou com ação judicial de “obrigação de fazer” na Comarca de Blumenau para tentar diminuir os prejuízos.

Sem resposta

A reportagem entrou em contato com a Abramar e recebeu a informação que a Cidade das Araucárias é a responsável pela construção do empreendimento Campos da Serra, em Lages. A reportagem foi orientada a enviar um e-mail com os questionamentos, mas não obteve retorno. 

Compartilhe
Anúncio

Capa do Dia

Anúncio
Anúncio

Cinema

Facebook

Anúncio

Rua Coronel Córdova, 84 - Centro - CEP: 88502-000 - Lages (SC) - Brasil . Contato - Fone: 49 3221.3300 e-mail: correiolageano@correiolageano.com.br

Todos os direitos autorais são propriedade do Correio Lageano e Portal CLMais