Conecte-se a nós

Notícias

Obras vão aumentar a fluidez do trânsito

Published

em

Os motoristas que trafegam no trecho catarinense da BR-116 precisam redobrar a atenção. Isso porque estão em andamento obras que visam melhorar as condições da rodovia em diversos pontos da via. Os serviços contemplam vários pontos da estrada.

Na Serra Catarinense, estão em execução serviços em vários pontos da rodovia. Segundo a Autopista Planalto Sul (Arteris), concessionária da rodovia, entre os kms 193 e 194, em Ponte Alta, estão sendo executadas obras de sondagem de pavimento. No local, o trânsito flui em meia pista, com sistema de pare siga.

Prevista no contrato de concessão, a construção de terceiras faixas é a que mais chama a atenção. Com investimento de cerca de R$ 50 milhões, ao todo, estão previstos 48,5 quilômetros deste tipo de obra em Santa Catarina, nos municípios como Mafra, Santa Cecília, Correia Pinto e Lages. Destes, 18 kms  já foram concluídos, 14,5 estão em andamento e restam 15 a serem executados.

Também está em andamento a construção de terceiras faixas do km 211 até o 213, em Correia Pinto, na Serra. O movimento de máquinas e operários no local está intenso. Para garantir a segurança dos usuários e dos funcionários da obra, no local foi implantado uma barreira de concreto no bordo da pista.

Já em Lages, conforme o responsável pelas obras de ampliação da capacidade da rodovia, o engenheiro civil da Autopista, Orlei Baierle, Engenheiro Civil, a construção de terceiras faixas se concentra entre os kms 248 e 250. Os serviços neste trecho estão no início.

Conforme o engenheiro, a construção de terceiras faixas tem por objetivo melhorar a fluidez do tráfego de veículos, além de oferece maior segurança aos usuários, porque evita acidentes como colisões frontais, devido à falta de espaço para fazer ultrapassagens, e traseiras, por conta do trânsito lento.

Outros trechos da rodovia estão em obras. Entre os kms 241 ao 243, em Lages, está em execução a implantação de sinalização horizontal. Já no Km 252, em Capão Alto, há obras de estabilização de encosta e, no km 287, serviços de recuperação de dispositivo de drenagem. Neste dois pontos, há bloqueio de meia pista, com o trânsito fluindo no sistema pare siga.

Projeto de duplicação prevê passarelas para pedestres

A duplicação de trechos da BR-116 é outra obra que causará bastante impacto na rodovia. Está previsto a duplicação de 48,8 quilômetros, abrangendo trechos em Santa Catarina e no Paraná. Na Serra, serão contemplados os municípios de Ponte Alta, Lages e Correia Pinto. Em Lages, serão duplicados cerca de 10km, compreendidos entre o km 238 e o km 248 (Aproximadamente será no trecho entre a BR-282 até o Acesso Sul)

As discussões sobre a duplicação da 116 tiveram início em 2014. Em maio deste ano, a Arteris encaminhou o projeto funcional Agência Nacional de Transporte Terrestre (ANTT). Atualmente, a concessionária aguarda o retorno do órgão para dar sequência ao projeto.

De acordo com diretor superintendente da Autopista, Antonio Cesar Riba Sass, o projeto funcional servirá de base para a elaboração do projeto executivo. O próximo passo será a contratação dos estudos ambientais. Cesar estima que o projeto executivo fique pronto até o fim do ano que vem.

No projeto funcional estão previstas 14 passarelas para Santa Catarina, sendo 23 em desnível para a passagem de pedestres, destas, três serão implantadas em Lages.

Cesar destaca que a duplicação vai trazer desenvolvimento aos municípios contemplados com as obras, por conta das empresas que deverão se instalar ao lado da rodovia. Com isso, empregos e renda serão gerados, impulsionando o desenvolvimento regional.

Obras em andamento no trecho de SC

 

Mafra – do km 9,5 ao 12,5 em ambos os sentidos da pista – obras de implantação de faixa adicional, com bloqueio de meia pista e sistema pare e siga;


Itaiópolis – do km 43 ao 44 em ambos os sentidos da pista – obras de sondagem do pavimento, com bloqueio de meia pista e sistema pare e siga;

 

Papanduva – do km 52 ao 53 em ambos os sentidos da pista – obras de reparo localizado no pavimento, com bloqueio de meia pista e sistema pare e siga;

 

Santa Cecília – do km 124,5 ao 126 da pista sentido Rio Grande do Sul – obras de implantação de faixa adicional, com bloqueio de meia pista e sistema pare e siga; do km 127 ao 128: obras de implantação de faixa adicional, com bloqueio de meia pista e sistema pare e siga;

 

São Cristóvão do Sul – do km 188 ao 189 em ambos os sentidos da pista – obras de reparo localizado no pavimento, com bloqueio de meia pista e sistema pare e siga;

 

Ponte Alta – do km 193 ao 194 em ambos os sentidos da pista – obras de sondagem do pavimento, com bloqueio de meia pista e sistema pare e siga;

 

Correia Pinto – do km 211 ao 213 da pista sentido Rio Grande do Sul – obras de implantação de faixa, com bloqueio de meia pista e sistema pare e siga;


Lages – do km 241 ao 243 em ambos os sentidos da pista – obras de implantação de sinalização horizontal, com bloqueio de meia pista e sistema pare e siga;

 

Capão Alto – no km 252 da pista sentido Curitiba – obras de
estabilização de talude/encosta, com bloqueio de meia pista e sistema pare e siga; km 287: obras de recuperação do dispositivo de drenagem, com bloqueio de meia pista e sistema pare e siga.

 

Anúncio
Anúncio

Capa do Dia

Anúncio
Anúncio

Cinema

Facebook

Anúncio
%d blogueiros gostam disto: