Conecte-se a nós

Notícias

Obra do Ceim Pró-Morar deve ser retomada

Published

em

Foto: Andressa Ramos

Ao entrar na Rua José Maria Ribas, no Bairro Pró-Morar, em Lages, a primeira impressão é que a obra do Ceim está abandonada. Não há portão ou tapume para impedir a entrada de pessoas e, na quinta-feira (9), pela manhã, não havia vigilante.

Alguns dos vidros das janelas, estão quebrados. No chão há lixo e até uma lata que serviu de fogão. Materiais de construção estão no pátio e uma estrutura que servia de banheiro para os funcionários da obra está desabando. Algumas paredes estão descascadas, apesar da pintura colorida. E em alguns pontos, onde há azulejos, as peças estão quebradas.

A Secretaria de Segurança Pública respondeu que o vigilante estava de atestado médico e, que, outro seria encaminhado para o local. A inauguração do Ceim do Bairro Pró-Morar estava prevista para acontecer em 2014, mas isso não aconteceu.

E em janeiro de 2017, a empresa responsável pelas obras encerrou as atividades devido ao término do prazo contratual. Uma notícia animadora para os moradores pode mudar esse tempo de espera, o diretor administrativo da Secretaria de Educação, Agnaldo Pereira, comenta que nos próximos dias a ordem de serviço para o retorno das obras na escola deve ser assinada pelo prefeito Antonio Ceron.

Porém, essa não é a mesma realidade para outras escolas que o Correio Lageano visitou há quatro meses e, também nessa semana. As obras dos Ceim’s dos Bairros Nadir e Santa Helena estão totalmente paradas e sem previsão de retorno, já que as empresas responsáveis pelas execuções solicitaram rescisão de contrato. Agnaldo explica que esses pedidos se deram por conta da demora de recebimento de pagamento. A prefeitura recebe a verba via Governo Federal, que, segundo o diretor, é feito “em conta gota”.

Já no Ceim do Bairro Centenário que teve ordem de serviço assinada em 2016 e previsão de entrega 12 meses depois do início da obra, ainda está em construção. Há um mês, os funcionários da empresa Engemo, de Santa Cecília, retornaram ao canteiro de obras e já levantaram algumas paredes, a expectativa é seguir com a obra. O CL entrou em contato com a Engemo, que preferiu não se pronunciar sobre o contrato e indicou falar com a prefeitura.

Obras paradas

  • Ceim Nadir (aproximadamente 33% executado): a empresa solicitou a rescisão contratual por dificuldades financeiras no mês de Fevereiro/18. A empresa Andrade Construtora foi a vencedora da nova licitação. Está em fase de assinatura do contrato e posterior a isso acontece a expedição da ordem de serviço..
  • Ceim Santa Helena (aproximadamente 40% executado): a empresa solicitou rescisão contratual. A situação está em processo administrativo para execução de nova licitação para contratação de empresa. Não há previsão de lançamento de licitação.

Obras paralisadas e sem previsão de serem retomadas

Anúncio
Anúncio

Capa do Dia

Anúncio

Facebook

%d blogueiros gostam disto: