Conecte-se a nós

Notícias

Obesidade Infantil é um dos focos da Semana Saúde na Escola

Published

on

Foto: Cássia Shelen

A Secretaria de Saúde de Lages iniciou nesta segunda-feira (19 de Março), a Semana Saúde na Escola. A iniciativa faz parte do Programa Saúde na Escola, do Governo Federal, e nesta edição tem foco na prevenção da obesidade infantil e o incentivo das atividades físicas. As ações serão realizadas, ao longo da semana, em cinco escolas da rede municipal de ensino, das 8h às 12h e das 13h às 17h.

A expectativa é que sejam realizados cerca de mil atendimentos para estudantes dos 7º, 8ª e 9º anos. “Fizemos um mapeamento, de forma a abranger as maiores escolas de cada região da cidade, mas todas as demais escolas e CEIM’s do município também serão contempladas através das Unidades de Saúde, que darão continuidade ao programa”, explica Lucieli Rech Capistrano, Gerente do Programa de Saúde.

A equipe multidisciplinar que atua no programa é formada por 20 profissionais ligados ao Núcleo de Apoio à Saúde da Família (Nasf), com a parceria do Sesc / Mesa Brasil.

A primeira escola a receber a equipe do PSE foi a EMEB Professor Antônio Joaquim Henriques, no bairro Centenário. “É muito importante esse trabalho de orientação, porque embora não tenhamos muitos casos de obesidade aqui na escola, acredito que contribui com o nosso plano pedagógico que já discute esses temas em sala de aula”, destaca a diretora Rosana Aparecida Marcon.

Antes de verificarem os índices de peso e altura, os alunos acompanharam uma palestra, sobre alimentação saudável e sobre os benefícios desta prática, ministrada pelo gestor da Unidade de Saúde do bairro, Ricardo Chimello. “Essa é a primeira vez que esses temas são abordados nas palestras do PSE.

Observamos um numero crescente de casos de obesidade na unidade, e por isso a importância de estimularmos a mudança de comportamento antes que a doença apareça. Pedimos que eles troquem o pacote de bolacha recheada por uma fruta. E isso já pode significar um grande ganho”, enfatiza.

Após a palestra, os alunos passaram por uma avaliação corporal, o chamado IMC (Índice de Massa Corporal), para a identificação do peso e altura. O educador físico do Nasf, Marcos de Souza, explica que caso seja constatado algum caso de sobrepeso, ou obesidade, o adolescente receberá acompanhamento.

“Em conversa com outros colegas do setor de educação física, identificamos que nunca havia sido feita uma pesquisa aprofundada sobre casos de obesidade nas escolas do município. Esse ano, além de identificarmos, vamos fazer um acompanhamento posterior através das Unidades de Saúde, através do Nasf”.

A ação com cada turma encerra de maneira bem prática, em quadra com atividades físicas. Com uma bola na mão é hora de correr e gastar calorias. A estudante Chaiane Chaves Cardoso, 12 anos, gostou das dicas, pois no dia a dia tem dificuldades para incorporar ao cardápio saladas e frutas.

“Gosto de comer batata frita, hambúrguer, sorvete. Fruta só quando a mãe manda”, confessa. A avaliação do estudante Guilherme Camargo da Silva, 14 anos, também não apresentou nenhuma alteração. Ele mede 1,72 e pesa 56 kg, mas mesmo assim recebeu dicas para reforçar a alimentação.

Além disso, segundo a nutricionista Giseli Piloni, o atendimento será estendido à família, pois segundo a profissional, trata-se de um projeto de promoção da saúde. Ainda de acordo com a gerente do Programa de Saúde, todas as informações apuradas ao longo da semana serão apresentadas em um seminário sobre obesidade no dia 06 de Abril, que será realizado na Uniplac.

Também será criado um grupo de trabalho para dar segmento às alterações nos casos identificados. Como aponta Lucieli, “não adianta fazer um levantamento e não fazer nada para mudar as estatísticas”.

Confira a programação da Semana da Saúde na Escola

  • Terça-feira (20/03) – CAIC Nossa Senhora dos Prazeres – bairro Santa Catarina
  • Quarta-feira (21/03) – EMEB Mutirão – bairro Habitação
  • Quinta-feira (22/03) – CAIC Irmã Dulce – bairro Guarujá
  • Sexta-feira (23/03) – EMEB Santa Helena – bairro Santa Helena

No fim de semana, o Correio Lageano abordou a obesidade infantil e o que os pais podem fazer para auxiliar seus filhos a terem uma alimentação saudável

Obesidade e sobrepeso infantil preocupam em Lages

Comentários
Compartilhe

Notícias

Cedups estão com 970 vagas para o segundo semestre de 2018

Published

on

Por

Manifestação realizada pelos Cedups de Lages, contra a medida do Governo do Estado - Foto: Susana Küster/ Arquivo CL

Depois de recuar da decisão de cancelar as matrículas do ensino técnico no Estado, para o segundo semestre deste ano, o governo catarinense divulgou nesta segunda-feira (16), através da Secretaria de Estado da Educação, a abertura de 970 vagas nos Cedups.

As matrículas devem ser realizadas nas próprias unidades, em datas estabelecidas pelos diretores dos centros profissionalizantes. As aulas iniciam em 30 de julho. Lages está entre as cidades que vai receber novamente as matrículas.

Entre os dias 16 e 20 de julho, quem tiver interesse em ingressas nos cursos de Contabilidade, Edificações, Saúde Bucal e Segurança do Trabalho, do Cedup Renato Ramos da Silva, pode se dirigir a unidade.

Ao todo, a instituição abriu 120 vagas. O Cedup Industrial de Lages, por sua vez, abriu 60 vagas, ao todo, para os cursos de Eletrotécnica e Mecânica. O período de inscrição é o mesmo. A secretaria ainda esclareceu que Cedups como o de São José do Cerrito, mantém o cronograma normal de aulas estabelecido no início do ano, por se tratar de uma instituição agrícola.

Além disso, para quem já está em curso, todos os alunos já matriculados nos 18 Cedups de Santa Catarina seguem tendo aulas normalmente.

Comentários
Compartilhe
Continue Lendo

Notícias

Justiça arquiva delação contra Raimundo Colombo

Published

on

Por

Foto: Arquivo CL

Atualizado às 16h35

O processo que apurava a delação premiadas envolvendo o então governador de Santa Catarina, Raimundo Colombo, foi arquivado. O juiz Fernando Vieira Luiz, da 2ª vara criminal da Capital, aceitou a recomendação do Ministério Público de Santa Catarina. 

“Sempre acreditei na Justiça e tinha absoluta certeza de que esse seria o resultado. Por uma questão de consciência, porque não havia cometido nenhum crime ou ilegalidade”, afirma o ex-governador.

A delação envolvia integrantes do PSD apontados como beneficiários de R$ 10 milhões da empresa JBS. O acordo envolvia dinheiro para campanha eleitoral em troca da venda da empresa estatal de água e saneamento, a Casan.

Colombo foi denunciado em abril. A Procuradoria-Geral da República ainda não havia apresentado uma denúncia sobre essa investigação,  a investigação estava com  27ª Promotoria de Justiça, que atua na área de moralidade administrativa.

Em um parecer de 14 páginas, a promotora Rosemary Machado Silva entende que a narrativa do delator Ricardo Saud, ex-executivo da JBS, não sobrevive à contextualização dos fatos.

Comentários
Compartilhe
Continue Lendo

Notícias

Suspensa a resolução da ANS sobre coparticipação de até 40% em planos de saúde

Published

on

Por

Foto: Agência Brasil/ Divulgação

A presidente do Supremo Tribunal Federal, ministra Cármen Lúcia, suspendeu temporariamente nesta segunda-feira (16) a Resolução Normativa 433, de 28 de junho de 2018, da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) que “propõe-se a regulamentar, a utilização de mecanismos financeiros de regulação no âmbito dos planos privados de assistência à saúde, a exemplo de franquia e coparticipação”.

De acordo com a decisão, da presidente do STF, ao deferir a medida cautelar do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), ajuizada no último dia 13 de julho, a resolução fica suspensa até o exame feito pelo ministro-relator, Celso de Mello, ou pelo plenário da Corte.

A resolução da ANS, publicada em junho, diz que os pacientes de planos deverão pagar até 40% no caso de haver cobrança de franquia e coparticipação sobre o valor de cada procedimento médico realizado.

“A referida resolução foi muito além e desfigurou o marco legal de proteção do consumidor no país”, ‘tendo usurpado’, “da competência do Poder Executivo (e também do Poder Legislativo) por parte da Agência Nacional de Saúde Suplementar, que arvorou-se a regulamentar matéria – mecanismos de regulação financeira (franquia e coparticipação) – sem a devida competência para tanto e, ainda, sem o devido processo legislativo”, diz a OAB na ação.

Nota da ANS

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), por meio de nota, informou que ainda “não foi notificada oficialmente da propositura da ação, tampouco da decisão do Supremo Tribunal Federal de suspender a Resolução Normativa nº 433, relativa às regras de coparticipação e franquia.”

A Agência destaca, no entanto, “que editou a norma observando rigorosamente o rito para edição de ato administrativo normativo, especialmente quanto à oportunidade de participação da sociedade. Além disso, a norma foi analisada pela Advocacia-Geral da União sem que tenha sido identificada qualquer ilegalidade ou inconstitucionalidade”.

Comentários
Compartilhe
Continue Lendo
Anúncio

Capa do Dia

Anúncio

Instagram

Facebook

Anúncio

Rua Coronel Córdova, 84 - Centro - CEP: 88502-000 - Lages (SC) - Brasil . Contato - Fone: 49 3221.3300 e-mail: correiolageano@correiolageano.com.br

Todos os direitos autorais são propriedade/responsabilidade do Correio Lageano. A reprodução, adaptação, modificação ou utilização do conteúdo disponibilizado neste site, parcial ou integralmente, é expressamente proibida sem a permissão prévia por escrito do CL ou do titular dos direitos autorais.