Conecte-se a nós

Notícias

Número de homicídios e latrocínios reduz em Lages

Published

em

Trabalho ostensivo da Polícia Militar e da Civil diminuiu crimes - Foto: Vinicius Prado/ Arquivo CL

Desde 2014, os números de homicídios e latrocínios têm caído em Lages, segundo o delegado da Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Lages, Sérgio Roberto de Sousa.

Em 2017, dois latrocínios e seis homicídios aconteceram, e, este ano, ocorreu um latrocínio e um homicídio. Estamos ainda no início do ano, mas o delegado compara os dados com anos anteriores e afirma que os números desses crimes têm diminuído.

O motivo pelo qual isso tem acontecido, deve-se ao fato do trabalho das forças de segurança, como Polícia Militar e Civil. “Desde março de 2017, as lideranças das facções criminosas não têm mais espaço aqui na Serra. As lideranças que trabalhavam aqui na região estão presas e eles não conseguiram se reestruturar”.

A investigação da Divisão de Investigação Criminal (DIC) gerou um inquérito policial de mais de mil páginas. Dos 39 investigados, o delegado conta que mais de 21 permaneceram presos. “Conseguimos desmantelar o crime organizado na Serra e isso representa uma diferença grande no número de crimes”.

No Estado

Um balanço da Secretaria de Segurança Pública mostra que de 1º de janeiro até 19 de março deste ano, o número de ocorrências policiais, em Santa Catarina, caiu 30,9% em relação ao mesmo período de 2017. Também houve redução de homicídios (-21,6%) e latrocínios, que são os roubos seguidos de morte (-46,2%).

O secretário de Segurança Pública, Alceu de Oliveira Pinto Júnior, explica que a redução do índice de criminalidade é reflexo do conjunto de ações realizadas pela Polícia Civil e Polícia Militar, com o apoio dos setores de inteligência das duas corporações e da Secretaria de Segurança Pública.

“As análises têm indicado estratégias bem sucedidas para enfraquecer as organizações criminosas e, com isso, fazer cair a criminalidade. É um trabalho de investigação e de inteligência muito grande”, explica Alceu.

O comandante-geral da PM, coronel Araújo Gomes, relatou o que foi apresentado: “Fizemos um detalhamento de como está ocorrendo a redução dos índices de diversos tipos de crimes, principalmente na comparação com o mesmo período dos anos anteriores”.

Regiões

O Governo do Estado não informou os dados regionais. Questionados pelo Correio Lageano, informaram que estão estratificando as tabelas e que em breve, as informações serão divulgadas.

Anúncio
Anúncio

Capa do Dia

Anúncio

Facebook

%d blogueiros gostam disto: