Na água, uso do colete salva-vidas é indispensável – CL+
Conecte-se a nós

Notícias

Na água, uso do colete salva-vidas é indispensável

Published

on

Heider Brehm, gerente da Ki-Bola, explica os procedimentos para usar os coletes com segurança - Fotos: Patrícia Vieira

No verão, muitas pessoas aproveitam os dias ensolarados para se divertir na água. Seja para simplesmente ficar dentro da embarcação em um passeio ou praticar algum esporte aquático. Em todas as situações, o colete salva-vidas ou dispositivo de flutuação pessoal (DFP) é um equipamento obrigatório e indispensável.

O maior objetivo do uso do colete salva-vidas é a segurança, independentemente se a pessoa tem afinidade ou não com a água. Ou até mesmo, se é atleta praticante de esportes náuticos, é recomendado o uso do colete salva-vidas. “O primeiro passo é definir o objetivo do uso. Se para ficar dentro da piscina, de uma embarcação durante uma viagem ou lazer ou se é para a prática de esportes radicais de competição ou canoagem,” explica Heider Brehm, gerente da Ki-Bola.

Conforme as “Normas da Autoridade Marítima para Homologação de Material”, NORMAM 05, são reconhecidas cinco classes de acordo com a situação de uso. Isto é, conforme a classe de navegação deve ser escolhido o tipo de equipamento de segurança.

Ainda de acordo com Heider, para maior segurança é necessário ficar atento ao Certificado de Homologação. Pois é a garantia de que o produto passou por testes de resistência e performance, exigidos pela Marinha do Brasil. Os equipamentos são confeccionados nos tamanhos P (até 35 quilos), M (até 55 quilos), G (até 110), GG (acima de 110). Eles são testados em pessoas de até 150Kg. O limite máximo de um colete é o diâmetro do cinto com os fechos engatados. Coletes Classe IV, por exemplo, tem 1,70cm de diâmetro de cintura.

Normalmente, os coletes são da cor laranja, para serem identificados a longa distância. Eles devem estar sempre ajustados ao corpo, de uma forma confortável. “É importante que as pessoas escolham um colete de acordo com as suas necessidades, para que seja confortável durante suas atividades na água”, enfatiza Heider Brehm.

Como usar o colete salva-vidas

Classes de coletes salva-vidas

Classe I – Solas 150N
Para navegação oceânica, águas brasileiras ou internacionais. Fabricado conforme requisitos SOLAS – Convenção Internacional para Salvaguarda da Vida Humana no Mar. Itens de segurança obrigatórios: Gola, refletivos, luz sinalizadora, alça para resgate (Lift – loop), cabo liga-náufrago e apito.

Classe IV
Para trabalho. Fabricado para uso, por longos períodos, por pessoas envolvidas em trabalhos realizados próximos à borda de embarcações ou suspensos por pranchas ou outros dispositivos que corram risco de cair na água acidentalmente. Nessa classe, os itens de segurança obrigatórios variam de acordo com a situação de trabalho a que o usuário será submetido.

Classe II
Modelos Canga e Jaleco. Para embarcações de mar aberto que operem exclusivamente em águas brasileiras. Fabricados conforme requisitos SOLAS. Itens de segurança obrigatórios: Gola, refletivos e apito.

Classe V
Para atividades esportivas de alta velocidade como: jet-ski, banana-boat, esqui aquático, windsurf, parasail, pesca e pequenos veleiros. Em águas brasileiras, permite homologar embarcações de até 5m para mar aberto e de até 24m para embarcações em águas abrigadas.

Classe III
Modelos Canga e Jaleco. Para embarcações de navegação interior. Águas abrigadas como; rios, lagos, beira mar e etc. Itens de segurança obrigatórios: Gola e apito.

Comentários
clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias

Veículos são incendiados em Bom Retiro

Published

on

A Polícia Militar (PM) atendeu uma ocorrência em Bom Retiro, na tarde deste domingo. As informações extraoficiais são de que no bairro São José houve tiroteio e dois veículos incendiados.

Na ação, veículo é incendiado – Foto: Redes sociais/Divulgação

A PM em Lages informou que não pode repassar mais informações, porque a ocorrência ainda está em andamento.

Comentários
Continue Lendo

Notícias

Licitação para execução de obras nos próximos dias

Published

on

Fotos: Andressa Ramos

Nos próximos dias, será lançado o edital de licitação para a obra de revitalização do Mercado Público de Lages. O local está fechado desde 2009, ano em que foi interditado pela Defesa Civil por estar com a estrutura comprometida. O Mercado Público foi construído na década de 1940 e foi cenário de troca, compra e venda de muitas mercadorias.

O secretário de Planejamento e Obras de Lages, Claiton Bortoluzzi, explica que o edital foi analisado pelo setor jurídico e agora foi encaminhado ao setor de licitação para o lançamento do edital.

Além da revitalização, o projeto prevê uma ampliação, com a construção de auditório. O mercado terá, também, restaurante, lanchonete, praça de alimentação, palco para pequenos shows e box para comercialização de mercadorias. A obra será executada com recursos do Fundo Social, do Governo do Estado, sendo que R$ 8 milhões já estão na conta da prefeitura. O valor aproximado da obra é em torno de R$ 10 milhões. O restante da verba será completado como contrapartida da prefeitura.

Banco de Alimentos

O Banco de Alimentos será retirado do Mercado Público e outro edital será lançado para a realização de reparos no local para onde será realocado, no Bairro Centenário. Hoje, além do atendimento do Banco de Alimentos, o Mercado Público está servindo de estacionamento de veículos da Prefeitura de Lages.

Estrutura está servindo de estacionamento

Comentários
Continue Lendo

Notícias

Cirurgia é agendada após seis anos de espera

Published

on

Esperando cirurgia, adolescente sente dores frequentes- Foto: Divulgação

A família da adolescente Manoela de Sousa Tomaz, de 16 anos, respira aliviada após receber a informação que a cirurgia para correção da escoliose foi, finalmente, agendada. Após seis anos de espera, o procedimento que será feito no Hospital Nossa Senhora dos Prazeres, em Lages, será realizado no dia 28 de fevereiro.

Luciana Tomaz, mãe da adolescente, revela que ficou sabendo da informação pela rádio, na manhã de sexta-feira (19). “É um alívio saber que temos uma data e que já podemos nos programar”, explica. Agora, Manoela deve passar por todos os exames pré-operatórios.

A cirurgia foi agendada após o encerramento do prazo dado pelo juíz da Infância e Juventude, Ricardo Fiúza, para que Estado e Município agendassem a cirurgia em um período de 30 dias após a entrega das intimações, que aconteceu em novembro do ano passado. Caso fosse descumprido, os valores do procedimento seriam bloqueados, em uma espécie de penhora.

O gestor do hospital, Fábio Lage, explica que o agendamento não dependia somente do hospital, já que foi necessário coordenar a agenda do médico e de um especialista de Florianópolis, que será contratado pelo município. Com esse serviço, o procedimento será realizado com as máquina de Potencial Evocado Somato-Sensitivo e do Cell Saver, que costumam ser utilizadas em cirurgias de escoliose em adolescentes.

O caso

Manoela está na fila para a cirurgia de correção da escoliose há cerca de seis anos. Anteriormente, ela estava na fila do Hospital Infantil Seara do Bem. Como completou 16 anos, foi retirada da fila infantil e a família não foi informada. A mãe precisou entrar, novamente, com a documentação solicitando a colocação da filha na fila de cirurgias ortopédicas para adultos. Desde meados de 2017, a família espera pelo agendamento, e Manoela enfrenta crises respiratórias e dores frequentes.

Comentários
Continue Lendo

Notícias

Quase 400 vagas na Udesc pela nota do Enem

Published

on

Por

Foto: Divulgação

O Ministério da Educação (MEC) anunciou que foi antecipado para 23 a 26 de janeiro as inscrições às vagas de cursos de graduação pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu).

A Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) é uma das 130 instituições com oportunidades nessa edição, oferecendo quase 400 vagas, em 43 graduações para o primeiro semestre deste ano, em Balneário Camboriú, Chapecó, Florianópolis, Ibirama, Joinville, Lages, Laguna, Pinhalzinho e São Bento do Sul.

Das vagas de cada curso, 20% estão destinadas a candidatos que tenham feito integralmente o ensino médio na rede pública e 10% são oferecidas para candidatos negros.

Critérios

Cada participante poderá escolher até duas opções de cursos de graduação no Sisu, conforme notas de corte. Somente poderá concorrer na seleção do MEC quem fez todas as provas do Enem neste ano; conseguir nota acima de zero na redação e tiver certificado de conclusão do ensino médio para a matrícula na universidade.

Comentários
Continue Lendo

Rua Coronel Córdova, 84 . Centro . 88502-000 . Lages . SC . Brasil . Fone: 49 3221.3300 . correiolageano@correiolageano.com.br

CL+| Correio Lageano - Todos os direitos reservados ©