Ex-promotor visita antigo Fórum Nereu Ramos – CL+
Conecte-se a nós

Notícias

Ex-promotor visita antigo Fórum Nereu Ramos

Published

on

Mário Edgar Wolff foi promotor em Lages e atuou no antigo fórum - Foto: Fabrício Furtado/ Divulgação

A decisão de reabrir o Museu Histórico Thiago de Castro (MTC) aos sábados, feriados e durante as férias tem rendido uma média de 30 visitas por dia.

Durante a primeira semana de 2018, tanto o MTC quanto a Fundação Cultural de Lages (FCL) têm recebido inúmeros turistas de outras cidades, e, uma dessas foi do ex-promotor de Justiça, Mario Edgar Wolff, de 83 anos.

Nascido em Joinville, tem pais lageanos, e em 1944 sua família retornou a Lages. Passou pela Escola Vidal Ramos, Colégio Diocesano e formou-se em Direito, em Curitiba, em 1960.

Nos anos 70 foi Promotor de Justiça no Fórum Nereu Ramos. Em 1977, foi para Blumenau, onde se aposentou.

Agora, 40 anos depois, volta para reviver as memórias do antigo Fórum que hoje abriga o Museu Histórico Thiago de Castro e a Fundação Cultural de Lages.

Mario visitou todas as dependências do prédio do antigo Fórum Nereu Ramos e a cada espaço parava e baixava a cabeça para resgatar os cinco anos que passou atuando como promotor da Segunda Vara Criminal de Lages, entre 1972 e 1977 em Lages.

Das lembranças, recorda com carinho de nomes importantes da Justiça lageana, como do diretor e juiz do Fórum, Vilson Vidal Antunes, juiz José Joaquim Lisboa, juiz Hélio Veiga Magalhães, Dona Lia, que era escrivã da segunda Vara Criminal, o escrivão do cartório da Vara Civil Luiz Carlos Silva (o famoso Tio Lisca), e oficiais de justiça Bráulio e Rogério, entre outros.

Ao passar pela sala onde fica o acervo documental do MTC, Wolff lembra que ali ficava a sala do Juiz de Paz, Francisco dos Santos Machado, mais conhecido por Machadinho. “Aqui o Machadinho organizava as filas de casais”, relembra.

Dos advogados, ele fala de Cid Couto, Erasmo Furtado e Murad Mussi. “Cid Couto era explosivo e incisivo, Furtado era mais calmo e Murad surpreendeu por sempre ter atuado na área civil, mas em um processo atuou como criminalista dando um verdadeiro “show” de defesa.

O crime do hotel do Coral

Sobre os casos mais importantes em que participou, Wolff conta sobre o assassinato de um empresário do Bairro Coral, dono de um hotel, por uma quadrilha do Rio Grande do Sul.

Segundo ele, o empresário tentou reagir e foi baleado pelo chefe da quadrilha que foi preso pela polícia. “O bandido foi ferido e encaminhado para o Hospital Nossa Senhora dos Prazeres. Em frente ao hospital, populares clamavam aos médicos que deixassem o atirador morrer,” recorda.

Depois, o assassino foi levado para o julgamento no Fórum. “O que nunca esqueço é que durante o seu julgamento ele olhava fixamente para mim e para o juiz. Perguntei o motivo daquela atitude e ele disse: quando sair da cadeia, pretendo voltar a Lages!”.

A sala dos Passos Perdidos

Hoje, onde é o auditório Mario Augusto de Sousa, nas dependências da FCL, era o Salão do Júri do antigo Fórum. Mario Wolff circulou pela sala e relatou como era o procedimento. “Havia os debates, duas horas para acusação, duas horas para defesa. Se eu pedisse réplica, tinha mais uma hora de trabalho, o mesmo valia para a defesa. Então, como dizem os lageanos: nós varávamos as noites”. Essa sala aqui, nós, promotores e advogados chamávamos de “A Sala dos Passos Perdidos”, pois caminhávamos para lá e para cá durante horas. E por qual motivo o nome? Quem perdesse a causa, teria caminhado em vão”, diz.

O Museu Thiago de Castro está aberto para visitação de terça a sexta-feira das 8h30 às 12h, e das 14h às 17h e aos sábados das 9h às 13h.

A Fundação Cultural também está atendendo normalmente, inclusive com exposição fotográfica “Revivendo o Passado – Uma Viagem no Tempo”, que mostra a Lages de 1907 até a década de 1970.

Comentários
clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias

Veículos são incendiados em Bom Retiro

Published

on

A Polícia Militar (PM) atendeu uma ocorrência em Bom Retiro, na tarde deste domingo. As informações extraoficiais são de que no bairro São José houve tiroteio e dois veículos incendiados.

Na ação, veículo é incendiado – Foto: Redes sociais/Divulgação

A PM em Lages informou que não pode repassar mais informações, porque a ocorrência ainda está em andamento.

Comentários
Continue Lendo

Notícias

Licitação para execução de obras nos próximos dias

Published

on

Fotos: Andressa Ramos

Nos próximos dias, será lançado o edital de licitação para a obra de revitalização do Mercado Público de Lages. O local está fechado desde 2009, ano em que foi interditado pela Defesa Civil por estar com a estrutura comprometida. O Mercado Público foi construído na década de 1940 e foi cenário de troca, compra e venda de muitas mercadorias.

O secretário de Planejamento e Obras de Lages, Claiton Bortoluzzi, explica que o edital foi analisado pelo setor jurídico e agora foi encaminhado ao setor de licitação para o lançamento do edital.

Além da revitalização, o projeto prevê uma ampliação, com a construção de auditório. O mercado terá, também, restaurante, lanchonete, praça de alimentação, palco para pequenos shows e box para comercialização de mercadorias. A obra será executada com recursos do Fundo Social, do Governo do Estado, sendo que R$ 8 milhões já estão na conta da prefeitura. O valor aproximado da obra é em torno de R$ 10 milhões. O restante da verba será completado como contrapartida da prefeitura.

Banco de Alimentos

O Banco de Alimentos será retirado do Mercado Público e outro edital será lançado para a realização de reparos no local para onde será realocado, no Bairro Centenário. Hoje, além do atendimento do Banco de Alimentos, o Mercado Público está servindo de estacionamento de veículos da Prefeitura de Lages.

Estrutura está servindo de estacionamento

Comentários
Continue Lendo

Notícias

Cirurgia é agendada após seis anos de espera

Published

on

Esperando cirurgia, adolescente sente dores frequentes- Foto: Divulgação

A família da adolescente Manoela de Sousa Tomaz, de 16 anos, respira aliviada após receber a informação que a cirurgia para correção da escoliose foi, finalmente, agendada. Após seis anos de espera, o procedimento que será feito no Hospital Nossa Senhora dos Prazeres, em Lages, será realizado no dia 28 de fevereiro.

Luciana Tomaz, mãe da adolescente, revela que ficou sabendo da informação pela rádio, na manhã de sexta-feira (19). “É um alívio saber que temos uma data e que já podemos nos programar”, explica. Agora, Manoela deve passar por todos os exames pré-operatórios.

A cirurgia foi agendada após o encerramento do prazo dado pelo juíz da Infância e Juventude, Ricardo Fiúza, para que Estado e Município agendassem a cirurgia em um período de 30 dias após a entrega das intimações, que aconteceu em novembro do ano passado. Caso fosse descumprido, os valores do procedimento seriam bloqueados, em uma espécie de penhora.

O gestor do hospital, Fábio Lage, explica que o agendamento não dependia somente do hospital, já que foi necessário coordenar a agenda do médico e de um especialista de Florianópolis, que será contratado pelo município. Com esse serviço, o procedimento será realizado com as máquina de Potencial Evocado Somato-Sensitivo e do Cell Saver, que costumam ser utilizadas em cirurgias de escoliose em adolescentes.

O caso

Manoela está na fila para a cirurgia de correção da escoliose há cerca de seis anos. Anteriormente, ela estava na fila do Hospital Infantil Seara do Bem. Como completou 16 anos, foi retirada da fila infantil e a família não foi informada. A mãe precisou entrar, novamente, com a documentação solicitando a colocação da filha na fila de cirurgias ortopédicas para adultos. Desde meados de 2017, a família espera pelo agendamento, e Manoela enfrenta crises respiratórias e dores frequentes.

Comentários
Continue Lendo

Notícias

Quase 400 vagas na Udesc pela nota do Enem

Published

on

Por

Foto: Divulgação

O Ministério da Educação (MEC) anunciou que foi antecipado para 23 a 26 de janeiro as inscrições às vagas de cursos de graduação pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu).

A Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) é uma das 130 instituições com oportunidades nessa edição, oferecendo quase 400 vagas, em 43 graduações para o primeiro semestre deste ano, em Balneário Camboriú, Chapecó, Florianópolis, Ibirama, Joinville, Lages, Laguna, Pinhalzinho e São Bento do Sul.

Das vagas de cada curso, 20% estão destinadas a candidatos que tenham feito integralmente o ensino médio na rede pública e 10% são oferecidas para candidatos negros.

Critérios

Cada participante poderá escolher até duas opções de cursos de graduação no Sisu, conforme notas de corte. Somente poderá concorrer na seleção do MEC quem fez todas as provas do Enem neste ano; conseguir nota acima de zero na redação e tiver certificado de conclusão do ensino médio para a matrícula na universidade.

Comentários
Continue Lendo

Rua Coronel Córdova, 84 . Centro . 88502-000 . Lages . SC . Brasil . Fone: 49 3221.3300 . correiolageano@correiolageano.com.br

CL+| Correio Lageano - Todos os direitos reservados ©