Eliana fala como é ser doadora de medula óssea – CL+
Conecte-se a nós

Notícias

Eliana fala como é ser doadora de medula óssea

Published

on

A cabeleireira Eliana doa medula óssea desde 2008 - Foto: Bega Godóy

Nos últimos 10 anos, o Hemosc de Lages registrou mais de 5 mil coletas de amostras de candidatos a doação de medula óssea. Um número que ajuda a fomentar o banco do Registro Nacional de Doadores Voluntários de Medula Óssea (Redome) e salvar muitas vidas. A paranaense, Eliana Rodrigues de Sousa, de 42 anos, faz parte desta lista e sabe bem como é ter essa satisfação. Ela já fez três doações e está prestes a realizar a quarta. A cabeleireira se cadastrou há dez anos em Curitiba e fez a primeira doação em 2008, quando ajudou um menino de Portugal, um bebê de Florianópolis e duas pessoas no Rio de Janeiro. “Estou fazendo os exames para doar no dia 16 deste mês para mais duas pessoas”, explica.

Eliana decidiu ser doadora quando teve um parente hospitalizado. “Doei sangue pra ele e fui questionada se permitia coletar mais amostras para a doação de medula óssea”, contou ela, que mora em Lages há dois meses. “Fico feliz por ter tido essa decisão. Mas sinto não poder ter contato com as pessoas que receberam. Gostaria de conhecê-las”, comenta.

O coordenador administrativo do Hemosc de Lages, Mauricio Hermes Félix, explica que a amostra do sangue vai para Florianópolis, onde é feita a decodificação genética e cadastrada no Redome. Após identificar o receptor compatível, a administração do Redome entra em contato com o Hemosc que, por sua vez, avisa ao doador. Esse processo, entre a doação até a efetivação do transplante, pode levar 90 dias. Isso porque o doador precisa fazer novos testes no Hemosc local e o médico do Redome precisa monitorar os resultados durante esse período até o transplante. “Não dói nada e não custa nada. Vou para o Rio de Janeiro com as despesas pagas pelo Estado”, explica Eliana, que fez suas doações no estado carioca. Ao total, são 70 centros para transplantes de medula óssea no Brasil. Destes, 30 realizam transplantes com doadores não aparentados e estão distribuídos por 8 estados brasileiros e no Distrito Federal.

Doação

O transplante de medula óssea é um procedimento seguro, realizado em ambiente cirúrgico, feito sob anestesia geral, e requer internação de, no mínimo, 24 horas.

>> A medula é retirada do interior de ossos da bacia, por meio de punções.
>> O procedimento leva em torno de 90 minutos.
>> A medula óssea do doador se recompõe em apenas 15 dias.
>> Nos primeiros três dias após a doação, pode haver desconforto localizado, de leve a moderado, que pode ser amenizado com o uso de analgésicos e medidas simples.
>> Normalmente, os doadores retornam às atividades depois da primeira semana após a doação.

Há outro método de doação chamado coleta por aférese. Neste caso, o doador faz uso de medicação por cinco dias com o objetivo de aumentar o número de células-tronco (células mais importantes para o transplante de medula óssea) circulantes no seu sangue.
Após esse período, a pessoa faz a doação por meio de uma máquina de aférese, que colhe o sangue da veia do doador, separa as células-tronco e devolve os elementos do sangue que não são necessários para o paciente. Não há necessidade de internação, nem de anestesia, sendo todos os procedimentos feitos pela veia.

O que fazer para ajudar os pacientes?

É preciso ter entre 18 e 55 anos de idade e gozar de boa saúde. Para se cadastrar, o candidato a doador deverá procurar o hemocentro mais próximo de sua casa para esclarecer dúvidas a respeito da doação. Em seguida, será feita a coleta de uma amostra de sangue (10ml) para a tipagem de HLA (exame de histocompatibilidade que identifica as características genéticas de cada indivíduo).Os dados do doador são inseridos no cadastro do Redome, sempre que surgir um novo paciente, a compatibilidade será verificada. Uma vez confirmada, o doador será consultado para decidir quanto à doação.

Comentários
clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias

Licitação para execução de obras nos próximos dias

Published

on

Fotos: Andressa Ramos

Nos próximos dias, será lançado o edital de licitação para a obra de revitalização do Mercado Público de Lages. O local está fechado desde 2009, ano em que foi interditado pela Defesa Civil por estar com a estrutura comprometida. O Mercado Público foi construído na década de 1940 e foi cenário de troca, compra e venda de muitas mercadorias.

O secretário de Planejamento e Obras de Lages, Claiton Bortoluzzi, explica que o edital foi analisado pelo setor jurídico e agora foi encaminhado ao setor de licitação para o lançamento do edital.

Além da revitalização, o projeto prevê uma ampliação, com a construção de auditório. O mercado terá, também, restaurante, lanchonete, praça de alimentação, palco para pequenos shows e box para comercialização de mercadorias. A obra será executada com recursos do Fundo Social, do Governo do Estado, sendo que R$ 8 milhões já estão na conta da prefeitura. O valor aproximado da obra é em torno de R$ 10 milhões. O restante da verba será completado como contrapartida da prefeitura.

Banco de Alimentos

O Banco de Alimentos será retirado do Mercado Público e outro edital será lançado para a realização de reparos no local para onde será realocado, no Bairro Centenário. Hoje, além do atendimento do Banco de Alimentos, o Mercado Público está servindo de estacionamento de veículos da Prefeitura de Lages.

Estrutura está servindo de estacionamento

Comentários
Continue Lendo

Notícias

Cirurgia é agendada após seis anos de espera

Published

on

Esperando cirurgia, adolescente sente dores frequentes- Foto: Divulgação

A família da adolescente Manoela de Sousa Tomaz, de 16 anos, respira aliviada após receber a informação que a cirurgia para correção da escoliose foi, finalmente, agendada. Após seis anos de espera, o procedimento que será feito no Hospital Nossa Senhora dos Prazeres, em Lages, será realizado no dia 28 de fevereiro.

Luciana Tomaz, mãe da adolescente, revela que ficou sabendo da informação pela rádio, na manhã de sexta-feira (19). “É um alívio saber que temos uma data e que já podemos nos programar”, explica. Agora, Manoela deve passar por todos os exames pré-operatórios.

A cirurgia foi agendada após o encerramento do prazo dado pelo juíz da Infância e Juventude, Ricardo Fiúza, para que Estado e Município agendassem a cirurgia em um período de 30 dias após a entrega das intimações, que aconteceu em novembro do ano passado. Caso fosse descumprido, os valores do procedimento seriam bloqueados, em uma espécie de penhora.

O gestor do hospital, Fábio Lage, explica que o agendamento não dependia somente do hospital, já que foi necessário coordenar a agenda do médico e de um especialista de Florianópolis, que será contratado pelo município. Com esse serviço, o procedimento será realizado com as máquina de Potencial Evocado Somato-Sensitivo e do Cell Saver, que costumam ser utilizadas em cirurgias de escoliose em adolescentes.

O caso

Manoela está na fila para a cirurgia de correção da escoliose há cerca de seis anos. Anteriormente, ela estava na fila do Hospital Infantil Seara do Bem. Como completou 16 anos, foi retirada da fila infantil e a família não foi informada. A mãe precisou entrar, novamente, com a documentação solicitando a colocação da filha na fila de cirurgias ortopédicas para adultos. Desde meados de 2017, a família espera pelo agendamento, e Manoela enfrenta crises respiratórias e dores frequentes.

Comentários
Continue Lendo

Notícias

Quase 400 vagas na Udesc pela nota do Enem

Published

on

Por

Foto: Divulgação

O Ministério da Educação (MEC) anunciou que foi antecipado para 23 a 26 de janeiro as inscrições às vagas de cursos de graduação pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu).

A Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) é uma das 130 instituições com oportunidades nessa edição, oferecendo quase 400 vagas, em 43 graduações para o primeiro semestre deste ano, em Balneário Camboriú, Chapecó, Florianópolis, Ibirama, Joinville, Lages, Laguna, Pinhalzinho e São Bento do Sul.

Das vagas de cada curso, 20% estão destinadas a candidatos que tenham feito integralmente o ensino médio na rede pública e 10% são oferecidas para candidatos negros.

Critérios

Cada participante poderá escolher até duas opções de cursos de graduação no Sisu, conforme notas de corte. Somente poderá concorrer na seleção do MEC quem fez todas as provas do Enem neste ano; conseguir nota acima de zero na redação e tiver certificado de conclusão do ensino médio para a matrícula na universidade.

Comentários
Continue Lendo

Notícias

Duas pessoas são amarradas durante roubo em empresa

Published

on

Por

Foto: Arte CL

Dois funcionários do Frigorífico Seara, foram amarrados durante um roubo registrado na madrugada de sexta, no escritório da empresa, na Rua Juscelino Kubitschek de Oliveira, Acesso Norte, em Lages.  Conforme o Boletim de Ocorrências da Polícia Militar, dois funcionários disseram que foram vítimas de roubo praticado por três masculinos, sendo que dois deles estavam portando armas fogo. Os bandidos foram ao escritório em busca de dinheiro e causaram alguns danos.

A informação é que o trio teria levado apenas os aparelhos celulares dos funcionários e deixados os dois amarrados. A identidade das vítimas não foi divulgada pela polícia. A PM realizou buscas, mas nenhum suspeito foi preso. A Polícia Civil investigará o caso.

Comentários
Continue Lendo

Rua Coronel Córdova, 84 . Centro . 88502-000 . Lages . SC . Brasil . Fone: 49 3221.3300 . correiolageano@correiolageano.com.br

CL+| Correio Lageano - Todos os direitos reservados ©