Conecte-se a nós

Esportes

Nesta década, Max é o maior artilheiro do Inter de Lages

Published

on

Centroavante tem faro de gol - Foto: Inter de Lages/ Divulgação

Com o gol marcado na vitória do Inter de Lages contra o Hercílio Luz, na última segunda-feira, por 3 a 1, o centroavante Max se tornou o artilheiro do Colorado no Campeonato Catarinense, com cinco gols e o quinto da lista entre os goleadores do Estado na temporada. Além disso, o camisa 9 tornou-se também o principal goleador do clube nesta década.

Max soma 13 gols pelo Colorado Lageano, desde sua chegada ao clube, no estadual do ano passado. Com 26 jogos disputados, a média do atacante pelo Inter é de um gol a cada duas partidas.

No estadual de 2017, ele balançou as redes cinco vezes. Depois de disputar a Série C do Brasileiro pelo Tombense, por empréstimo, Max retornou ao Inter e marcou mais três vezes, dessa vez na Copa Santa Catarina.

A marca pessoal não é o objetivo do atacante, que tem se dedicado a manter o Inter na Série A do Catarinense, mas ela atesta seu faro de artilheiro. Em 2017, com um total de 24 gols, Max foi um dos principais artilheiros do país na temporada.

Comentários
Compartilhe

Esportes

Croácia bate a Argentina e deixa Messi com um pé fora da Copa

Published

on

Por

Foto: Fifa/ Getty Images/ Divulgação

Com uma atuação para relembrar a épica campanha de 1998, a Croácia derrotou a Argentina por 3 a 0, na tarde desta quinta-feira (21), e garantiu uma vaga nas oitavas de final da Copa do Mundo. Já a Albiceleste ficou à beira
de uma eliminação precoce, após uma jornada apagada do craque Lionel Messi.

Os gols croatas foram marcados todos no segundo tempo, com grande contribuição do goleiro Willy Caballero, escalado por Jorge Sampaoli apesar dos apelos quase unânimes em defesa de
Franco Armani.

Aos oito minutos, o arqueiro argentino rebateu uma bola para o alto dentro da área, e Rebic emendou de primeira, marcando um golaço. Aos 35, Luka Modric, craque do Real Madrid, acertou
um belo chute de fora da área e ampliou. Aos 46, a Croácia tocou como quis dentro da área argentina, e Rakitic, do Barcelona, fechou a conta.

Com a vitória, a Croácia chegou a seis pontos e garantiu uma vaga nas oitavas de final pela primeira vez desde 1998, quando terminou na terceira colocação. Já a Argentina fica no aguardo
da partida entre Islândia e Croácia, nesta sexta (22).

Se os nórdicos ganharem, um empate de cavalheiros com a Croácia pode lhes dar a segunda posição no grupo, ainda que a Argentina bata os africanos. Se a Nigéria vencer, no entanto, a Albiceleste pode ter mais chances de chegar à próxima fase.

Por Agência ANSA

Comentários
Compartilhe
Continue Lendo

Esportes

4 passos para equilibrar o lado torcedor e a produtividade

Published

on

Por

Infográficos: Spin/ Divulgação

Por conta de sua grandiosidade e reunião de culturas, a Copa do Mundo encanta até aqueles que não se identificam com o universo do esporte. Neste cenário, vestir uma camisa verde e amarela ao lado da família e dos amigos para acompanhar as jogadas é o desejo de boa parte dos brasileiros desde que o evento, que acontece de 14 de junho a 15 de julho na Rússia, começou. Porém, nem tudo são flores: as competições acontecem também ao longo da semana e não há uma regra de gestão específica para as empresas adotarem diante dessa situação.

Dessa maneira, as companhias podem escolher o caminho de dispensar os colaboradores nos dias de jogos do Brasil. Mas, outra possibilidade é liberá-los apenas durante o horário da competição ou optar por mantê-los em jornada corporativa normal. Neste contexto, o profissional precisa estar preparado para lidar com todas as opções, em especial a que necessita de atenção para sustentar a postura no ambiente de trabalho.

“O uso de cornetas, demonstrações exageradas de alegria ou indignação e bebida alcoólica são elementos comuns de uma torcida. Contudo, vibrar pelo time do coração na empresa traz um contexto diversificado. Afinal, o colaborador não está sentado no sofá de casa ou em uma mesa de bar. Portanto, ao assistir a competição no trabalho é fundamental tomar cuidado com as mensagens transmitidas para não manchar a imagem perante o chefe”, afirma Renato Gangoni, CEO da Spin Design.

Pensando em contribuir com a “boa conduta” nessa época do ano, o especialista em linguagem visual desenvolveu o manual do torcedor com dicas ilustradas. A partir de informações claras e objetivas presentes nas imagens, o profissional terá em mente com mais facilidade as atitudes que deve ter nos jogos

Comentários
Compartilhe
Continue Lendo

Esportes

Espanha tem dificuldades contra o Irã, mas vence por 1 a 0

Published

on

Por

Foto: Fifa/ Divulgação

Não foi fácil, e muito menos de goleada prevista por alguns, mas a Espanha venceu o Irã por 1 a 0 pela segunda rodada do grupo B, nesta quarta-feira (20), em Kazan. Esperava-se uma grande partida dos espanhóis, que jogaram bem contra Portugal, mas o ataque da Fúria foi contido na maior parte do jogo por uma defesa iraniana bem armada. A Espanha pressionou durante a maior parte do jogo, mas só chegou ao gol no segundo tempo, com Diego Costa.

Foi uma partida boa de se ver. A toda poderosa Espanha entrou com a grife que só as favoritas têm e saiu de campo com um 1 a 0 magro, mas suficiente. O Irã, todo na defesa, começou a jogar só no segundo tempo, depois que sofreu o gol. Arriscou-se no ataque e chegou a fazer um gol, bem anulado pelo árbitro. Continuou, à sua maneira, tentando empatar, no melhor jogo do dia.

O jogo

A Espanha tinha a supremacia total na posse de bola, mas não conseguia finalizar com perigo. Bem marcado, Diego Costa pouco fazia no ataque. Aos 16 minutos, um lance curioso, em um raro ataque do Irã no primeiro tempo. Mehdi passou pela defesa e recebeu uma bola pelo lado direito, completamente sem marcação. Ele, no entanto, parecia achar que estava impedido e não partiu em velocidade. Até entender que o lance estava valendo, a defesa espanhola já havia se recomposto e ao iraniano restou jogar a bola na área, sem perigo para o gol defendido por De Gea.

Aos 29 minutos, finalmente uma jogada ao estilo da Espanha. Uma troca de passes curtos e envolventes deixou Iniesta dentro da área, mas a defesa conseguiu jogar para escanteio. Na cobrança, a bola foi jogada na área e David Silva tentou um voleio para o gol, mas a bola foi por cima.

O clima era de desespero na área do Irã. A defesa afastava com chutões a maior parte das bolas que chegavam na defesa. Não havia contra-ataques do time do Oriente Médio. O jogador mais avançado, Sardar Azmoun, corria inutilmente para um lado e para o outro, tentando ligar um contra-ataque. As melhores – e raras – jogadas de ataque dos iranianos partiam da defesa, tocando a bola com paciência.

Aos 4 minutos do segundo tempo, o goleiro Beiranvand fez uma boa defesa em chute de longe. Ele espalmou a bola para cima e, já caído, deu mais um tapa para jogar a bola para escanteio. Aos 7 minutos, veio a resposta iraniana, na melhor chance do jogo até então. Karim pegou uma sobra na área e deu um bom chute. A bola estufou a rede pelo lado de fora e fez muita gente no estádio gritar gol.

A abertura do placar viria em seguida, mas do outro lado. Diego Costa recebeu a bola na área e o defensor tentou cortar, mas chutou a bola nas pernas do brasileiro naturalizado espanhol e a pelota entrou no canto direito de Beiranvand. A Espanha finalmente chegava ao seu gol.

Alegria iraniana

Aos 16 minutos, uma festa absoluta tomou conta do estádio em Kazan quando Ezatolahi marcou. Ele aproveitou a bola sobrada na área após uma cobrança de falta e estufou a rede. Os reservas e comissão técnica correram para comemorar no gramado com o camisa 6 iraniano, que chorava emocionado. Eles não viram, porém, que o juiz já havia marcado – corretamente – o impedimento de Ezatolahi. A marcação foi confirmada pelo árbitro de vídeo logo em seguida.

Mas o gol anulado animou o Irã. A defesa passou a evitar os chutões e passou a sair jogando a cada roubada de bola. Aumentou sua presença ofensiva, mesmo sem levar perigo a De Gea. Aos 36 minutos, Amiri desmoralizou Piqué na esquerda do ataque. O iraniano botou a bola debaixo das pernas do zagueiro do Barcelona e cruzou para a área. Mehdi cabeceou com perigo, por cima do gol.

O torcedor espanhol se sentiu aliviado quando o árbitro apitou o final da partida. Com a vitória, a Espanha empata com Portugal na liderança do grupo, com 4 pontos. O Irã, com 3 pontos, ainda tem chances de classificação. Na última rodada, Irã e Portugal se enfrentam, enquanto a Espanha joga contra Marrocos.

Comentários
Compartilhe
Continue Lendo
Anúncio

Capa do Dia

Anúncio

Instagram

Facebook

Anúncio

Rua Coronel Córdova, 84 . Centro . 88502-000 . Lages . SC . Brasil . Fone: 49 3221.3300 . correiolageano@correiolageano.com.br

CL+| Correio Lageano - Todos os direitos reservados ©