Conecte-se a nós

Notícias

Na refinaria preço baixou 7,36%, na bomba 5,46%

Published

em

Foto: Núbia Garcia

Segundo a Petrobras, desde terça-feira (7), o preço nas refinarias está 0,7% menor, custando R$ 1,9331 o litro. No fim de julho, a estatal já havia anunciado uma redução de 0,94%, e em meados do mês passado, o preço nas refinarias chegou ao pico de R$ 2,0527 por litro. Considerando que em 22 de maio, o preço na refinaria estava em R$ 2,0867,  a redução até agora foi de 7,36% na refinaria.

Fazendo o mesmo cálculo com os preços em Lages, logo após a paralisação dos caminhoneiros o litro da gasolina era encontrado por até R$ 4,39. Agora, em média está em R$ 4,15, redução de 5,46%. Ou seja, menos de 2% deixaram de ser repassados ao consumidor.

A redução anunciada nesta semana pela Petrobras faz parte da política de preços da petroleira, que prevê reajustes do combustível vendido nas refinarias, que podem ser diários. O preço do petróleo e do dólar são usados como referência para o cálculo. Fato, é que o preço dos combustíveis estão instáveis desde que a Petrobras adotou essa nova política de reajuste.

Mesmo com várias reduções consecutivas, a queda no preço ainda não é sentida por alguns consumidores de Lages. Isso acontece porque os postos são livres para aplicar ou não o reajuste e também em percentual que desejarem.

A reportagem do Correio Lageano não conseguiu ouviu os representantes do Sindipetro e os proprietários de postos também não quiseram comentar o assunto.

Consumidor não percebe a diferença

A expectativa dos consumidores é pela redução na bomba. “Abasteço uma vez por mês e não notei muita diferença. No início deste mês paguei R$ 4,14, se não me engano”, conta a servidora pública, Débora Fauzel.

O jornalista, Afonso Gobbi, afirma que também não observou redução. “Abasteço umas duas vezes por mês e não notei redução. Os custos parecem diminuir em termos, por alguns motivos, mas no geral sinto que o preço se mantém alto”.

Em Lages é possível observar uma leve redução em alguns postos, que no início da semana passada tinham placas que mostravam o custo de R$ 4,15 e, nesta semana, estão em R$ 4,09. Os postos são livres para definir o preço, pois o que é cobrado do consumidor pode variar de acordo com o custo total para aquisição. Por isso, há estabelecimentos onde o valor cobrado na bomba, na manhã de ontem, chegava a R$ 4,36.

Compartilhe
Anúncio

Capa do Dia

Anúncio
Anúncio

Cinema

Facebook

Anúncio

Rua Coronel Córdova, 84 - Centro - CEP: 88502-000 - Lages (SC) - Brasil . Contato - Fone: 49 3221.3300 e-mail: correiolageano@correiolageano.com.br

Todos os direitos autorais são propriedade do Correio Lageano e Portal CLMais