Conecte-se a nós

Negócios

Na próxima década, Brasil será o maior produtor

Published

em

Brasília, 22/06/2010, Correio Lageano

 


Pesquisa aponta que a base para o desenvolvimento do setor agrícola será os setores de etanol e oleaginosas.

 


Relatório divulgado pela Organização das Nações Unidas para a Agricultura Alimentação – FAO e pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico – OCDE prevê que o Brasil deverá ser o maior produtor agrícola do mundo na próxima década.

 


Enquanto outros países como Rússia, Índia e China devem crescer até 20%, o Brasil deverá registrar o dobro desse crescimento, 40%.

 


Para o secretário-geral da OCDE, Angel Gurría, do México, o setor agrícola demonstrou durante a crise mundial sua capacidade de resistência diante das instabilidades econômicas.

 


As oleaginosas, vegetais como a soja, o girassol, o milho, o coco, a palma, serão as grandes responsáveis pela grande produção de gorduras e óleos. A previsão, segundo as entidades, é que o Brasil deva se tornar o maior exportador mundial neste segmento, superando os Estados Unidos.

 


Para alcançar estes números, a previsão é de que a produção brasileira passe dos atuais 26% da produção mundial para 35% em 2019.

 


Tanto a FAO como o OCDE, acreditam que o crescimento agrícola será mais lento na próxima década em relação aos últimos dez anos, mas poderá atingir a casa dos 70% de aumento, atendendo a demanda mundial por alimentos prevista para 2050.

 


O relatório aponta números preocupantes. Segundo os dados da FAO, cerca de um bilhão de pessoas sofrem de desnutrição. Para as entidades, existe a necessidade de não apenas aumentar a produção e a produtividade agrícola, mas também de “regulamentar o sistema comercial”.

 


Segundo os pesquisadores, o mundo produz o suficiente para alimentar sua população, mas os recentes aumentos de preços e a crise econômica contribuíram para o crescimento da fome.

 

Foto: Divulgação

Compartilhe

Rua Coronel Córdova, 84 - Centro - CEP: 88502-000 - Lages (SC) - Brasil . Contato - Fone: 49 3221.3300 e-mail: correiolageano@correiolageano.com.br

Todos os direitos autorais são propriedade do Correio Lageano e Portal CLMais