Conecte-se a nós

Turismo

Municípios deixam o Convention Bureau

Published

em

Lages, 18/06/2010, Correio Lageano

 


Lages, Bom Retiro e Rio Rufino deixaram a associação alegando problemas financeiros. Lages deveria pagar por mês R$ 2.500 e não contribui há 3 anos, de acordo com o presidente do Serra Catarinense Convention e Visitors Bureau, Ivan Antonio Bertoncini Cascaes. “É uma pena que Lages, com o seu potencial turístico não participe”, lamenta Cascaes.


Atualmente, o Convention conta com cinco municípios associados: Lauro Müller, Bom Jardim da Serra, São Joaquim, Urupema e Urubici. Lages, Bom Retiro e Rio Rufino foram afastados, devido a irregularidades nos pagamentos. “Acredito que seja momentânea essa situação, não é possível que o turismo nessas regiões não seja prioridade”, salienta o presidente do Serra Catarinense Convention e Visitors Bureau, Ivan Cascaes. Segundo ele, o secretário de turismo, Mario Hoeller, fez uma proposta para compensar os pagamentos atrasados.

 

A ideia do secretário era de associar 100 pessoas ou entidades, e pagar até cinco salários mínimos para a associação. Entretanto, isso não aconteceu, e o Convention decidiu que Lages sairia. “Não é justo com as outras cidades que pagam. Quando se entra em uma sociedade, é necessário cumprir regras”, ressalta. Porém, de acordo com Cascaes, Lages continua usufruindo da divulgação. Como por exemplo, no livro “Descubra a Serra Catarinense”, em que há 10 páginas destacando os pontos turísticos do município.


Um dos principais objetivos do Convention é dar visibilidade para o turismo de seus associados, sejam eles empresas ou cidades. “Outras cidades já nos contactaram, mas não temos possibilidade de aceitar”, diz. Além disso, a associação quebra a competitividade entre os municípios, já que faz divulgação de todos e sem privilégios. “Participamos de eventos no Brasil e exterior, divulgando nossos parceiros”, afirma.

 

O secretário de Educação de Bom Retiro, que também responde pela Secretaria de Turismo, Fábio de Almeida, afirma que o município saiu do Convention devido a problemas financeiros. “O valor é muito alto para a nossa realidade e o retorno é pouco”, comenta. Bom Retiro tem vários pontos turísticos, entre eles o Santuário Diocesano de Nossa Senhora Aparecida, o Museu de Memória do Imigrante Alemão, a Calçada de Pedra construída em 1790, além dos monumentos e Festa do Churrasco.

 

A secretária de turismo de Rio Rufino, Claúdia Della Justina, afirmou que o município está em negociação. “Por enquanto, devido ao orçamento apertado, não foi possível continuarmos no Convention”, declara. Ela destaca alguns pontos turísticos da cidade como o Afluente do Arroio do Tigre, com cascata de 80 metros; a Torre de Pedra, na localidade de Jacutinga; a Macaco e Face de Cristo (é uma pedra que lembra essas imagens); a Pedra Redonda, na comunidade de Lagoa Preta; e uma caverna. Apesar de alguns pontos não serem acessíveis, a secretária alega que já existe um projeto para tornar todos os lugares disponíveis para visitação.


Em Lages, o secretário de Turismo, Mário Hoeller, está viajando e não foi possível falar com ele sobre o assunto.

 


Considerando-se o número de habitantes, comparado a São Joaquim, Lages deveria ter 334 associados

 

Se comparado a Bom Jardim, Lages deveria ter 951 associados

 

Compare o número de associados independentes dos municípios de Bom Jardim da Serra, São Joaquim e Lages. Lages é o que está menos presente na associação

 

Cidades            População         Associados
Bom Jardim          4 mil                      25
Lages                  167 mil                    14
São Joaquim       25 mil                     50

 

Foto: Susana Küster

Compartilhe
Anúncio

Capa do Dia

Anúncio
Anúncio

Cinema

Facebook

Anúncio

Rua Coronel Córdova, 84 - Centro - CEP: 88502-000 - Lages (SC) - Brasil . Contato - Fone: 49 3221.3300 e-mail: correiolageano@correiolageano.com.br

Todos os direitos autorais são propriedade do Correio Lageano e Portal CLMais