Conecte-se a nós

Notícias

MTGs pedem menos burocracia para eventos

Published

em

Foto: Tarcísio Poglia

Lideranças do Movimento Tradicionalista Gaúcho (MTG) se reuniram com deputados da Frente Parlamentar do Agronegócio e do Turismo Rural e pediram apoio e intermediação com a PM, Bombeiros e Polícia Civil. Segundo eles, os itens exigidos dificultam a realização de rodeios, tiros de laço e outros eventos campeiros.

Vice-presidente da Frente Parlamentar, o deputado Gabriel Ribeiro classificou a reunião de “histórica” e fez breve relato do que presencia nos eventos na Serra Catarinense. Ficou acertado que parlamentares, tradicionalistas e representantes da PM, Bombeiros e Polícia Civil vão escrever, em conjunto, regras (possivelmente um projeto de lei) conforme as características dos eventos campeiros, sem abrir mão da segurança.

O presidente do MTG/SC, Ciro Harger, lembrou que o endurecimento das exigências ocorreu após o incêndio na boate Kiss, em Santa Maria (RS), onde 242 pessoas morreram. Segundo ele, estas exigências estão inviabilizando 35% dos eventos em SC. Pelo levantamento da entidade, são necessários 27 alvarás.

Hoje, são realizados 960 rodeios no Estado, e este volume gera impacto positivo no turismo e no movimento econômico de Santa Catarina. O MTG estima que os eventos campeiros geram R$ 1 bilhão por ano. Além disso, em pequenos municípios, o rodeio acaba sendo a única diversão de jovens.

Anúncio
Anúncio

Capa do Dia

Anúncio
Anúncio

Facebook

%d blogueiros gostam disto: