Conecte-se a nós

Entretenimento

Morre o ator Gary Coleman, protagonista da série

Published

em

Los Angeles (EUA), 28/05/2010, (EFE)

 

O ator americano Gary Coleman, ex-estrela infantil graças à série "Arnold", morreu nesta sexta-feira aos 42 anos, dias após sofrer uma hemorragia cerebral, informaram porta-vozes do hospital onde estava internado.

 


Coleman tinha sido levado para o centro médico Utah Valley Regional, na localidade de Provo (Utah), onde entrou em coma e usava um equipamento de respiração artificial assistida para mantê-lo com vida.

 


"O senhor Coleman sofreu uma hemorragia intracraniana em sua residência de Utah na tarde do dia 26. Ao meio-dia do dia 27 estava consciente e lúcido, mas à tarde perdeu a consciência e sua situação piorou", explicou Janet Frank, porta-voz do hospital, em comunicado.

 


Membros da família do ator baixinho – media 1,42 metros – e os amigos mais próximos estiveram a seu lado nomomento de sua morte, acrescentou Frank.

 


Coleman tinha sido internado em janeiro com sintomas de ter sofrido outro ataque cerebral. Segundo a imprensa americana, o ator nasceu com problemas nos rins e se submeteu a dois transplantes antes de completar os 14 anos.

 


Durante uma época de sua vida chegou a se submeter a diálises quatro vezes por dia para sobreviver, mas o centro médico não confirmou se isto teve a ver com sua morte.

 


O ator não passava por uma boa fase. Em janeiro foi também detido em Utah por não comparecer perante o juiz em um antigo caso de violência doméstica ocorrido em 2009, embora tenha saído da prisão após pagar fiança de US$ 1.725.

 


Dias antes, um processo civil contra o ator foi arquivado. Ele se referia ao caso de um homem que acusou Coleman e sua esposa de bater com seu veículo no dele, após uma briga em um estacionamento, mas ambas as partes chegaram a um acordo extrajudicial.

 


O ator ficou famoso quando pequeno ao encarnar Arnold Jackson, uma criança negra adotada junto com seu irmão Willis por uma família branca, em uma série veiculada entre 1978 e 1986 nos EUA.

 


Desde então, Coleman realizou vários papéis de pouca repercussão para televisão e cinema.
O ator teve vários problemas com a justiça e chegou a se sentar no banco dos réus por uma agressão a um motorista de ônibus que lhe pediu um autógrafo.

 

foto: (EFE)

Anúncio
clique para comentar

Deixe uma resposta

Anúncio

Capa do Dia

Anúncio
Anúncio

Facebook

%d blogueiros gostam disto: