Conecte-se a nós

Notícias

Moradores relatam acidentes que estão associados a alta velocidade

Published

em

Foto: Andressa Ramos

Ana Lúcia foi surpreendida por um forte estrondo, no início da madrugada desta quarta-feira (13). De imediato, pensou que fosse um tiroteio, mas quando ouviu as pessoas conversando na rua, saiu de casa e viu um poste caído e outros tortos. É que um veículo que passava pela Rua Professor Simplício, no Bairro Morro do Posto em Lages, perdeu o controle e colidiu contra o poste.  

O impacto esfacelou a estrutura de concreto. Ao cair, o poste puxou os outros, que entortaram. A moradora diz que o motorista saiu do veículo visivelmente embriagado. O cheiro de bebida alcoólica era forte no ambiente.

Mas o motorista fugiu, disse que iria até um lugar, e não voltou, abandonando o carro. A Polícia Militar esteve no local e solicitou a remoção do veículo, que foi guinchado. Em função do da fuga, não se sabe quem estava dirigindo o veículo. Pelo parachoque deixado no local, o veículo era um Chevrolet Kadett. Os moradores ficaram sem energia durante algumas horas, já que os fios caíram. A rede foi energizada novamente às 13h30min de ontem.

A moradora, que está há 18 anos no bairro, relata que os carros passam pela rua em alta velocidade. “Esses dias um ônibus de fora da cidade quase arrancou meu braço, isso que eu estava bem no canto, já que não temos calçadas”.

Outros moradores comentam, ainda, que é difícil sair de casa com o carro, pois um dos trechos dessa rua é ruim para visibilidade e os moradores não respeitam a velocidade, ainda mais por se tratar de uma descida/subida.

Sobre a construção de calçadas, o secretário municipal de Planejamento e Obras, Claiton Bortoluzzi, explica que é de responsabilidade dos moradores, porém, neste caso, já está na previsão da secretaria a construção do passeio da rua Professor Simplício até ao Instituto Federal de Santa Catarina (Ifsc).

Anúncio
Anúncio

Capa do Dia

Anúncio

Facebook

%d blogueiros gostam disto: