Conecte-se a nós

Notícias

Moradores pedem solução na Avenida 1º de Maio

Published

em

Trecho de cerca de 500 metros ainda é de chão batido - Foto: Camila Paes

Quando chove, o problema é o barro que suja os sapatos e as calçadas das casas. Quando há sol, o que incomoda é a poeira, que impede que janelas sejam abertas e atrapalha quem, todos os dias, precisa caminhar pelo trecho da Avenida 1º de Maio que ainda não foi pavimentado. Cansados dessa situação, moradores fizeram manifestação pedindo uma solução para o problema.

A Avenida 1º de Maio é uma das mais importantes de Lages. Começa na rótula dos bois, no Bairro Coral e passa pelos bairros Caravágio, São Cristóvão, Popular, Universitário e Várzea. A maior parte da avenida é asfaltada, mas um trecho de cerca de 500 metros é de chão batido. Há buracos e faltam acostamentos e calçadas. O morador Vilmar Jacó Petry, vive na mesma casa há 25 anos. Ele revela que a situação está desta forma há mais de 10 anos.

Cansados de enfrentar esses problemas diariamente, fizeram uma manifestação pacífica do sábado. Também estão reunindo assinatura dos moradores que querem o asfalto no trecho que vai até a Rua Cirilo Vieira Ramos, no Bairro Caça e Tiro.

A intenção é levar o documento para a Câmara de Vereadores e pedir providências. “Nós fizemos uma manifestação controlada, mas vamos começar a queimar pneus e não deixar ninguém passar se não tivemos respostas”, enfatiza o morador.

O secretário de Planejamento e Obras, Claiton Bortoluzzi, explica que há um projeto para dar continuidade à pavimentação, mas é necessário recurso para colocá-lo em prática. “Nós temos 400 quilômetros de vias sem pavimento em Lages e precisamos de recursos”, ressalta. Enquanto isso, explica Clainton, que são feitas manutenções constantes e que não há prazo para o início da pavimentação.

Anúncio
clique para comentar

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: