Conecte-se a nós

Geral

Monja Coen transmite seus ensinamentos em palestra

Published

em

Foto: Susana Küster

A busca pelo equilíbrio emocional e espiritual levou centenas de pessoas até o Clube Caça e Tiro, em Lages, na tarde de sábado (16).

O evento Ritos Despertar teve uma programação com os palestrantes: Anieli Talon (escritora), Rosângela Mendes (terapeuta holística), Adriano Faria (CEO Instituto Coaching), Kalil Mondadori (naturólogo) e a atração principal, Monja Coen. Ela encerrou o evento com o tema: “O sofrimento é opcional”.

Nascida em 1947, em São Paulo, Monja Coen foi jornalista profissional e após uma transferência a trabalho para Los Angeles, Califórnia, onde fez seus votos monásticos em 1983.

Após anos de treinamento e graduações nos templos do Japão, em 2001, ela iniciou um pequeno grupo de zazen na casa de um de seus praticantes, que em pouco tempo se transformou na Comunidade Zen Budista Zendo Brasil, Templo Tenzui Zenji.

Desde que voltou ao Brasil, realiza palestras, oficializa casamentos, bênçãos para residências, empresas, crianças e recém nascidos.

 

Correio Lageano: O que motiva as pessoas a ouvirem a suas palavras?

Monja Coen: A busca pelo conhecimento e o equilíbrio.

 

A senhora sente que consegue realizar a missão de transmitir sua mensagem para as pessoas, mesmo em uma época tão imediatista, onde a tecnologia se faz presente em quase tudo?

Sim, tenho tido respostas positivas surpreendentes. Alguns dizem que tirei da depressão, que evitei seu suicídio e até uma pessoa já me disse que iria matar alguém, mas depois da palestra, decidiu não fazer mais isso.

 

Correio Lageano: Quais são seus objetivos principais nas palestras?

Difundir os ensinamentos do Buda, de forma que ninguém precisa se converter ao budismo, mas que todos alcancem seu melhor e que sintam prazer pela sua existência.

Através das palestras, eu busco fazer as pessoas perceberem a si mesmas e a realidade com o olhar mais amplo, não com um olhar do ego pequeno.

 

Correio Lageano: Como encontrar um equilíbrio, em um mundo onde a ansiedade atinge a maioria das pessoas?

A saúde é o equilíbrio da parte física, social e mental. Para isso é preciso conhecer nós mesmos, nossa mente e nosso corpo, o que é o mais íntimo que nós temos e parece ser o mais distante de nós.

 

Correio Lageano: Pode dar alguma dica que possa ajudar a alcançar o equilíbrio?

É fundamental respirar de forma consciente. A respiração conectada o nosso emocional.

Se possível, respirar calmamente para haver mais oxigenação no cérebro e assim poderemos responder de forma mais adequada às provocações do mundo.

 

Correio Lageano: A senhora possui objetivos para o futuro?

Não tenho uma missão, o que faço é demonstrar e explicar os ensinamentos de forma que as pessoas possam praticar e se libertar para serem seres humanos livres e responsáveis, que não manipulam ninguém e nem sejam manipulados.

Essa é a sociedade que espero que nós acessamos através da maturidade espiritual. E para isso não precisa ser budista, pode ser ateu, mas precisa ter um objetivo de despertar a verdadeira consciência, pois somos interligados a tudo e a todos.

 

Compartilhe
Anúncio

Capa do Dia

Anúncio
Anúncio

Cinema

Facebook

Anúncio

Rua Coronel Córdova, 84 - Centro - CEP: 88502-000 - Lages (SC) - Brasil . Contato - Fone: 49 3221.3300 e-mail: correiolageano@correiolageano.com.br

Todos os direitos autorais são propriedade do Correio Lageano e Portal CLMais