Conecte-se a nós

Notícias

Miguel precisa de ajuda

Published

on

Foto: Andressa Ramos

É com a ajuda de aparelhos e o amor da família, que o pequeno Miguel, de 7 meses, consegue sobreviver. Há duas semanas os pais receberam o laudo, que aguardaram por 35 dias, para confirmar a suspeitas dos médicos: Miguel tem Atrofia Muscular Espinhal (AME), doença que provoca a degeneração de neurônios motores da coluna vertebral.

A família percebeu que tinha algo errado com a saúde do filho no terceiro mês de vida, período final em que a doença se manifesta. Quando levaram ao médico a desconfiança era que estivesse com bronquiolite.

Em novembro do ano passado, com quase quatro meses, ele foi internado no Hospital Infantil Seara do Bem, onde precisou ser transferido para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI), já que o quadro se agravou. Durante 45 dias a equipe de profissionais investigou para saber do que se tratava a moleza no corpo do garoto e as doenças respiratórias.

Miguel recebeu alta e Cristina Varela Teixeira de Liz, de 27 anos, a mãe, aguardava, ansiosa o resultado dos exames, até, que há duas semanas, recebeu o documento com duas tristes notícias, seu filho tem AME e a expectativa de vida é de dois anos.

Cristina poderia fazer duas, chorar ou buscar alternativas para trazer o remédio que pode melhorar a qualidade de vida do seu filho. Ela decidiu lutar pelo filho.

Campanha

Família e amigos começaram uma campanha para ajudar a custear as despesas de Miguel e também para trazer as doses do medicamento Spinraza. Cada dose custa meio milhão de reais (R$ 500 mil).

Como o valor é altíssimo, e na família apenas o pai trabalha, Cristina teve de pedir a conta, ela tenta, de forma judicial, conseguir as doses do remédio, que promete retardar a destruição das células.

Hoje, Miguel vive com a ajuda de um respirador e se alimenta por meio de sonda. O aparelho para respirar, também será solicitado via justiça, porém, o leite, fralda e medicamentos ainda são por conta da família.

Para iniciar a campanha, 400 ingressos foram vendidos para uma macarronada, o objetivo é comprar uma cadeira adaptada. Cristina ressalta, que, caso alguém doe a cadeira, o dinheiro será destinado para compra de medicamentos, gasto aproximado de R$ 200,00 mensais.

Miguel tem um irmão mais velho, o Vitor, de 9 anos, que ajuda a mãe a cuidar, com carinho, do cristal mais precioso da família, como ela mesmo diz. “O Miguel é como um copo de cristal, se a gente cuidar, nada acontece e ele não quebra. Não vou por essa de dois anos de vida, meu filho vai viver bem mais que isso”, diz, a mãe esperançosa, já que conheceu um caso semelhante de um menino de 16 anos em Rio Rufino.

Como contribuir

A ajuda pode ser de diversas formas, seja com doações dos produtos que precisam, ou, ainda, comprar o número de uma rifa da camiseta do time das Leoas da Serra, que está sendo vendida por parentes. Para falar com Cristina você pode ligar para o telefone 9 8882-1760.

Comentários
Compartilhe

Notícias

Notícias de segurança

Published

on

Por

Colisão

Corpo de Bombeiros, Samu e Polícia Militar foram acionados para atender a uma colisão, na Avenida Presidente Vargas, em Lages, por volta das 23h30 de domingo (15). O acidente aconteceu quando um Celta atingiu a traseira de uma Kombi que comercializa cachorro quente, estacionada em frente a concessionária Via Serra.

Não foram divulgados os nomes dos envolvidos, tampouco seu estado de saúde após o ocorrido. De acordo com a PM, os ocupantes do carro foram conduzidos pelo Corpo de Bombeiros e Samu ao Hospital Nossa Senhora dos Prazeres, e o veículo foi recolhido ao pátio.

 

Princípio de incêndio

Também no domingo (15), por volta das 22h35, o Corpo de Bombeiros foi chamado para atender a um princípio de incêndio em vegetação, ocorrido na Rua João Lemos Machado, no Bairro Morro Grande, em Lages. O fogo atingiu cerca de 60 metros quadrados, mas foi facilmente controlado. Não houve vítimas.

 

Briga

No início da tarde de domingo (15) o Corpo de Bombeiros de Lages foi acionado para atender a dois homens que se envolveram em uma briga, na Avenida João Goulart, Bairro Tributo, em Lages. Após um desentendimento, M.S. e A.L. se agrediram usando pedaços de madeira e uma foice.

M.S. tinha ferimentos na parte da frente da cabeça e estava desorientado. A.L. tinha ferimentos na parte de trás da cabeça, mas estava lúcido. Segundo informações do Corpo de Bombeiros, ambos tinham sinais de embriaguez e foram levados para a emergência do Hospital Nossa Senhora dos Prazeres.

 

Comentários
Compartilhe
Continue Lendo

Notícias

Mais um atropelamento na BR-282, em Lages

Published

on

Por

Um adolescente, menor de idade, foi atropelado enquanto andava de bicicleta pelo acostamento da BR-282, nas proximidades do Motel Villages, em Lages. O acidente aconteceu por volta das 19h30 de domingo (15), no KM 214.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF) de Lages, o acidente aconteceu quando M.A.S.O., 65 anos, saiu da pista e atingiu a traseira da bicicleta. O homem dirigia uma Triton L200, com placas de Lages e, segundo a PRF, tinha indícios de embriaguez, porém se recusou a fazer o teste do bafômetro.

O Corpo de Bombeiros atendeu à vítima, que foi encaminhada para o Hospital Infantil Seara do Bem, em Lages, com ferimentos no rosto e suspeita de fratura no fêmur direito.

 

Colisão na Avenida das Torres

Ainda no domingo a PRF registrou outro acidente provocado por embriaguez, também na BR-282, nas proximidades do Lages Garden Shopping.

Um Kadett com placas de Lages  trafegava pela marginal da rodovia em velocidade acima da permitida, quando perdeu o controle e invadiu o canteiro que divide a Avenida das Torres, batendo contra o poste do sistema de monitoramento da Polícia Militar.

De acordo com a PRF o condutor E.S.M., cuja idade não foi divulgada, foi submetido ao bafômetro, que constatou alto índice de ingestão de álcool. Ele foi conduzido para a Central de Polícia, para os procedimentos legais.

Comentários
Compartilhe
Continue Lendo

Notícias

Justiça arquiva delação contra Raimundo Colombo

Published

on

Por

Foto: Arquivo CL

O processo que apurava a delação premiadas envolvendo o então governador de Santa Catarina, Raimundo Colombo, foi arquivado.  O juiz Fernando Vieira Luiz, da 2ª vara criminal da Capital, aceitou a recomendação do Ministério Público de Santa Catarina. A informação foi divulgada pelo jornalista da NSC, Upiara Boschi. 

A delação envolvia integrantes do PSD apontados como beneficiários de R$ 10 milhões da empresa JBS. O acordo envolvia dinheiro para campanha eleitoral em troca da venda da empresa estatal de água e saneamento, Casan.

Colombo foi denunciado em abril. A Procuradoria-Geral da República ainda não havia apresentado uma denúncia sobre essa investigação,  a investigação estava com  27ª Promotoria de Justiça, que atua na área de moralidade administrativa.

Em um parecer de 14 páginas, a promotora Rosemary Machado Silva entende que a narrativa do delator Ricardo Saud, ex-executivo da JBS, não sobrevive à contextualização dos fatos.

Comentários
Compartilhe
Continue Lendo

Rua Coronel Córdova, 84 . Centro . 88502-000 . Lages . SC . Brasil . Fone: 49 3221.3300 . correiolageano@correiolageano.com.br

CL+| Correio Lageano - Todos os direitos reservados ©