Conecte-se a nós

Entretenimento

Matte painting transforma os cenários urbanos

Published

on

Foto: Euclides Garbin/Divulgação

Uma imagem da Catedral cheia de rachaduras e ao seu redor, um céu com bolas de fogo. Carros e árvores queimados se juntam ao cenário sombrio. O prédio que fica ao lado da Catedral também está em ruínas e, ao que parece, prestes a desabar. Ao invés de asfalto e calçada, terra, e atrás da Catedral, Lages parece pegar fogo. O cenário assustador faz parte de um trabalho chamado matte painting, feito pelo empresário Euclides Miguel Garbin, 26 anos.

Foto:Susana Küster

A intenção dele ao escolher a Catedral De Lages foi impressionar o público, já que dificilmente alguém que more em Lages, não conheça a estrutura. A técnica matte painting é usada para representar cenários que não aconteceram ou ainda vão ocorrer. Foi a primeira imagem que ele fez usando este recurso, que é utilizado para filmes e propagandas publicitárias.

A ideia era mostrar aos funcionários da sua agência de publicidade como utilizar os recursos que criam este estilo de imagem. Porém, o trabalho ficou, na visão dele, bonito e foi compartilhado nas redes sociais. “Queremos montar um curso para pessoas que tenham interesse em trabalhar nessa área de publicidade para atuarem conosco. Hoje, a maioria dos nossos funcionários são de Florianópolis e São Paulo.”

Os trabalhos de matte painting não vão parar. Uma vez por semana, Garbin quer escolher um cenário e utilizar a técnica. O programa utilizado para fazer é o Photoshop, mas é possível mesclar com outros. Para chegar a esse resultado, o empresário fez uma montagem com mais de 200 imagens, todas a partir do mesmo cenário. “Para dar o efeito de rachaduras e outros que são vistos, foi preciso fazer dessa forma”, explica.

Outra imagem feita pelo empresário é a ponte Hercílio Luz, de Floripa – Foto:Euclides Garbin/Divulgação

Comentários
Anúncio

Capa do Dia

Anúncio

Instagram

Facebook

Anúncio

Rua Coronel Córdova, 84 . Centro . 88502-000 . Lages . SC . Brasil . Fone: 49 3221.3300 . correiolageano@correiolageano.com.br

CL+| Correio Lageano - Todos os direitos reservados ©