Conecte-se a nós

Notícias

Maio Amarelo chega em 2018 e lembra que todos são responsáveis por um trânsito humanizado

Published

on

Foto: Toninho Vieira/ PML/ Divulgação

Um dos maiores movimentos de conscientização do mundo, atrelados ao trânsito, começará nesta quinta-feira (3) em Lages, com a abertura oficial do Maio Amarelo – Atenção pela Vida, no Plenário Nereu Ramos, na Câmara de Vereadores, às 19h30.

Em diversas cidades em todos os continentes, um laço amarelo ou a luminosidade na cor amarela nas fachadas de repartições públicas e entidades ligadas ao tema, simbolizam a campanha. Neste ano, a campanha internacional chega a sua 5ª edição e com o lema “Nós Somos o Trânsito”, foi lançada nesta quarta-feira (2) em Brasília. A ideia é articular órgãos de trânsito, entidades, escolas e sociedade em si, neste processo de intensificação do exercício da compreensão e da harmonia.

A prefeitura de Lages está utilizando, em suas redes sociais, o slogan “Não vire estatística! Junte-se a nós por um trânsito humanizado”, instigando a comunidade a disseminar as noções de respeito e de uma conduta coerente ao embarcar em um carro e acolher a família desde os deslocamentos básicos do dia a dia até as viagens nas rodovias.

Em Lages, a programação será desenvolvida pela Diretoria de Trânsito (Diretran) e pelo Serviço Social do Transporte e Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte (Sest/Senat). Durante o Maio Amarelo haverá blitze educativas nos semáforos com entrega de panfletos e folders, além de intervenção nas escolas, por intermédio de palestras para reflexão, preparando a base dos motoristas do futuro.

O Maio Amarelo tem o apoio de mais de 30 instituições e empresas, entre as quais polícias Militar, Civil Rodoviária e Militar Rodoviária, 1º Batalhão Ferroviário (BFv), Câmara de Vereadores, Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), órgãos de Saúde, escolas, universidades, autoescolas, transportadoras de estudantes, lojas e meios de comunicação.

No sábado (5 de maio) haverá uma carreata, realizada pelo Sest/Senat a partir das 13h30. O percurso começará na sede do Sest/Senat, situado na rua Campos Sales, 418, bairro Santa Maria, seguindo pela avenida Presidente Vargas, em direção à rua Frei Rogério até a Coronel Córdova, passando pelo Terminal Urbano, com retorno pela avenida Belisário Ramos (Carahá), avenida Duque de Caxias, em direção ao bairro Guarujá, através da rua Hercílio Granzotto.

Os participantes entrarão à esquerda na avenida Luís de Camões, irão descer pela rua Paulo Alves de Liz, seguindo pela rua da Independência até a avenida 31 de março. A carreata será finalizada na avenida Nossa Senhora da Saúde, no Guarujá, no campo de futebol, em frente à Associação de Moradores.

O de Maio Amarelo, tem a missão de chamar ainda mais a atenção de motoristas e pedestres, além da sociedade em geral, aos altos índices de acidentes no país, parte em razão da imprudência, alta velocidade, ultrapassagem proibida, embriaguez, falta de cinto de segurança, uso do aparelho celular ao dirigir, desobediência ao sinal vermelho no semáforo, descumprimento nas preferenciais e em rótulas e trevos, entre tantos outros fatores.

A preocupação aumenta nos feriados prolongados, principalmente Páscoa, Natal, Réveillon e Carnaval, quando as famílias buscam descanso no litoral, nas regiões de serra ou nas cidades onde residem parentes.

Dentro das cidades, a orientação recorrente é também sobre o cumprimento das normas do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), porém, com ênfase na sinalização ao dobrar nas vias, estacionamento em locais devidamente permitidos e sinalizados, respeito ao pedestre, parada adequada na faixa com cautela redobrada em frente a escolas, e parada indevida em fila dupla, entre outros tópicos, bem como a educação e civilidade.

1,25 milhão de mortes anuais no mundo

Conforme informações da Agência Brasil, dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) mostram que os acidentes rodoviários matam 1,25 milhão de pessoas por ano em todo o mundo, ou seja, a principal causa de morte de pessoas entre 15 e 29 anos. Do total de mortes, 90% ocorrem nas estradas de países de baixa e média renda, que detêm apenas a metade da frota de veículos do mundo.

No Brasil, segundo o DataSUS, mais de 37,3 mil pessoas morrem todos os anos no trânsito das cidades e rodovias. A comparação é de como se um avião de médio porte caísse todos os dias com 93 passageiros a bordo.

Em 2011, o Brasil aderiu ao programa das Nações Unidas chamado Década de Ação pela Segurança no Trânsito, pacto global que prevê a redução em 50% do número de vítimas no trânsito até 2020. O Brasil conseguiu diminuir em 25% o número de mortes em acidentes automobilísticos em sete anos.

Mais estatísticas

Um dos feriadões que ocasionam incremento significativo de veículos nas estradas estaduais e federais consiste na Páscoa, desde a Sexta-Feira Santa até o domingo. Mesmo com as ações educativas e fiscalizações em pontos estratégicos, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) contabilizou 854 acidentes em rodovias federais no Brasil no período de quatro dias da Operação Semana Santa em 2018, uma redução de 23% em comparação à Operação de 2017, quando foram registrados 1.115. Os 854 acidentes registrados resultaram em 905 feridos.

De acordo com a PRF, departamento ligado, ao Ministério da Justiça e Segurança Públicas, as ações de fiscalização e educação para o trânsito contaram com reforço do efetivo em pontos com maiores índices de acidentes.

“As ações de fiscalização focaram nas condutas associadas ao maior número de acidentes como ultrapassagens irregulares, excesso de velocidade, alcoolemia ao volante e falta de equipamentos de segurança”, observa o levantamento da Polícia.

Ao todo, 113.196 pessoas e 108.602 veículos foram fiscalizados durante os quatro dias de operação. As fiscalizações resultaram em 35.338 autuações. Ultrapassagem irregular e excesso de velocidade foram, assim como nos últimos feriados, as condutas mais registradas pela PRF.

Foram 5.198 ultrapassagens indevidas e 59.673 imagens capturadas pelos radares fotográficos por excesso de velocidade. Estas condutas mais lesivas quando resultam em acidentes. Foram autuados 760 condutores por alcoolemia e 460 por falta do uso de cadeirinha. Os dados da Operação Dia do Trabalho 2018 ainda não estão disponíveis no site da PRF.

Comentários
Compartilhe
Anúncio

Capa do Dia

Anúncio

Instagram

Facebook

Anúncio

Rua Coronel Córdova, 84 - Centro - CEP: 88502-000 - Lages (SC) - Brasil . Contato - Fone: 49 3221.3300 e-mail: correiolageano@correiolageano.com.br

Todos os direitos autorais são propriedade/responsabilidade do Correio Lageano. A reprodução, adaptação, modificação ou utilização do conteúdo disponibilizado neste site, parcial ou integralmente, é expressamente proibida sem a permissão prévia por escrito do CL ou do titular dos direitos autorais.