Conecte-se a nós

Notícias

Liberado R$ 7 milhões para construir nova UTI no Nossa Senhora dos Prazeres

Published

em

Foto: Bega Godóy/ Arquivo CL

Está oficializada a habilitação dos Serviços de Alta Complexidade em Cardiologia pelo Sistema Único de Saúde (SUS), no Hospital Nossa Senhora dos Prazeres (HNSP), em Lages. O ato ocorreu na manhã desta segunda-feira (23), no auditório da Câmara de Dirigentes Lojistas de Lages (CDL).

No evento, também foram anunciados R$ 7 milhões para a ampliação do número de leitos de UTI, medida necessária para comportar o aumento de cirurgias em decorrência no novo serviço credenciado.

A portaria habilitando o Nossa Senhora dos Prazeres a realizar os procedimentos cardiológicos foi publicada no Diário Oficial da União, no dia 28 de março. Com isso, os pacientes da Serra Catarinense, que necessitam de tais procedimentos, não precisarão se deslocar para outros centros de referência, a exemplo de Rio do Sul.

O valor de R$ 3.245.474,20 será incorporado ao teto financeiro de Lages, que irá repassar ao Nossa Senhora dos Prazeres para o custeio dos trabalhos. Ao todo serão 12 parcelas. A primeira será paga no mês de maio. Mesmo assim, os casos emergenciais já estão sendo atendidos na unidade.

De acordo com a deputada federal Carmen Zanotto, a habilitação é uma conquista de todos os serranos. “Estamos há muitos anos trabalhando para que os pacientes de Lages e da região pudessem contar com os serviços na cidade. Com a autorização, todos os procedimentos, desde cateterismo até cirurgia cardíaca, serão realizados aqui. Diminuindo o tempo de espera dos pacientes”, destaca.

Construção de nova UTI

Na ocasião, foi confirmado o valor de 7 milhões para a ampliação da Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Atualmente, a UTI do Nossa Senhora dos Prazeres conta com 10 leitos. Com os recursos, uma sala, já existente dentro do prédio, será totalmente reformada e adaptada, tornando-se uma nova UTI, também com 10 leitos.

As obras devem iniciar ainda este ano. Os recursos são do Ministério da Saúde, via emenda parlamentar da deputada Carmen Zanotto.

O superintendente do Hospital, Fábio Lage, reforça que a unidade hospitalar já está habilitada e que todos as cirurgias cardíacas devem ser realizadas no hospital. A média é de 15 cirurgias/mês. Por enquanto estão sendo realizados os procedimentos de urgência e emergência da Cardiologia, em especial o cateterismo e a angioplastia.

Agora esperam a regulação do Estado para receber as listas de espera dos pacientes que aguardam por cirurgias e analisar quais poderão ser atendidos em Lages.

De acordo com o secretário de Estado de Saúde, Acélio Casagrande, assim que for ampliada a UTI, a previsão é que sejam realizadas de 20 a 30 cirurgias por mês. Contudo vai depender muito dos leitos disponíveis. Para Acélio, os serviços de Cardiologia representam a redução de distâncias entre pacientes e o atendimento.

Compartilhe
Anúncio

Capa do Dia

Anúncio
Anúncio

Cinema

Facebook

Anúncio

Rua Coronel Córdova, 84 - Centro - CEP: 88502-000 - Lages (SC) - Brasil . Contato - Fone: 49 3221.3300 e-mail: correiolageano@correiolageano.com.br

Todos os direitos autorais são propriedade do Correio Lageano e Portal CLMais