Conecte-se a nós

Notícias

Lages Tattoo Festa começa nesta sexta-feira

Published

em

Jean Grassi e Aline Cândido com a pequena Antonella - Fotos: Camila Paes

Tintas, agulhas e peles já começam a ser preparadas para um dos maiores eventos de tatuagem da Serra Catarinense. A partir de amanhã, começa a 3ª edição do Lages Tattoo Fest e além dos profissionais que ocuparão os estandes, a organização espera cerca de 10 mil pessoas nos três dias de evento.

O casal Janaina Cevey, 28, e Rodrigo Leite, 30, participará este ano como expositor. Já estiveram presentes nas últimas edições, mas como começaram a tatuar há cerca de um ano, irão mostrar seu trabalho pela primeira vez.

Janaina e Rodrigo sempre gostaram de desenhar e a tatuagem veio de carona com essa habilidade. “A tattoo é uma oportunidade de fazer com que a arte seja uma opção de trabalho”, ressalta.

Mesmo estando há pouco tempo marcando peles, o casal se prepara há alguns anos para tatuar. Participaram em outras convenções e eventos, como os que serão realizados em Lages, foram se aperfeiçoando em workshops e estudando. Janaina se especializou em tatuagens em aquarela, puxando para o realismo e Rodrigo no blackwork e trash polka.

O idealizador e organizador do evento, Jean Grassi, explica que a ideia de realizar uma convenção como esta, em terras lageanas, surgiu quando morava na Itália e participava de eventos parecidos. Antes da primeira convenção, que aconteceu em 2016, Jean já idealizava o evento há 11 anos.

No primeira ano, 6 mil pessoas passaram pelo Centro Serra e no ano passado, foram registrados 8 mil visitantes. Além dos ingressos, a organização também pede, que as pessoas doem um quilo de alimento não perecível.

Com essas doações, em 2017, foi arrecadada 1,5 tonelada de alimentos não perecíveis, que foram doados para seis instituições. Neste ano, a também organizadora, Aline Cândido, explica que a intenção é que as doações cheguem a 2 toneladas. Ela ressalta que os interessados podem doar além do mínimo solicitado.

Profissionais do Brasil inteiro, Chile, Peru e até mesmo Japão ocuparão os estandes. Essa procura aconteceu, porque o evento se tornou conhecido, concedendo à organização um prêmio na maior convenção de tatuagem do mundo, a Tattoo Week.

Competições

Além da realização de tatuagens, vendas de produtos e exposição de novidades, o evento reunirá competições de tatuagem e também o Miss Tattoo Lages. Aline Cândido, que coordena esta parte, explica que foram selecionadas 13 meninas, de todos os lugares do Brasil.

“Serão analisadas as tatuagens, performance e beleza das competidores”, ressalta. No concurso de tatuagens, serão 23 categorias nos três dias do evento, com premiação para os vencedores. Além disso, serão oferecidos três workshops para os expositores e participantes. Sendo, dois de tatuagem e um de body piercing.

Qualificação é resultado do aumento da procura

A forma como o público passou a tratar e a enxergar a tatuagem tem mudado, e isso, para organizadores da convenção e profissionais, tem sido positivo para o aumento da procura e também, para a evolução de novas tecnologias para melhorar o trabalho.

Jean, que além de idealizador é também tatuador, explica que a tatuagem está em todos os lugares. Seja nos salões de beleza, com a micropigmentação de sobrancelhas, por exemplo, até em consultórios médicos, quando profissionais recomendam a tatuagem para cobrir cicatrizes.

“A tatuagem não é mais marginalizada e as pessoas passaram a procurar a qualidade”, ressalta. Ele acrescenta que os desenhos na pele estão presentes na vida das pessoas e cada vez mais está inserida em toda a sociedade.

Will Nogueira, aperfeiçoou o desenho e se tornou tatuador

Will Nogueira, 22, sempre gostou de desenhar e após buscar especialização, tatua há três anos. Natural de São Paulo, veio à Lages, e logo na primeira semana na Serra Catarinense, encontrou emprego na área. Atualmente, Will faz cerca de 40 tatuagens por mês.

Ele revela que, como trabalha com o realismo, foi necessário estudar até achar que estava apto para começar a atuar. “É preciso estar sempre buscando a qualificação, prontos para dar o próximo passo”, ressalta Will.

O profissional acredita que, com o aumento do público interessado na arte da tatuagem e em artistas capazes de fazer desenhos originais e cada vez mais trabalhos, o público vem aumentando e com isso, mais profissionais se especializam e as novas tecnologias começam a chegar com maior facilidade ao mercado.

“Com isso, são lançados novos produtos, com preços mais acessíveis”, acrescenta ele, que também é um dos organizadores do evento.

Anúncio
Anúncio

Capa do Dia

Anúncio
Anúncio

Cinema

Facebook

Anúncio
%d blogueiros gostam disto: