Geral

Lages caminha para ter mais de 70% do esgoto tratado

Published

em

Resultado final da água, quando é direcionada para o rio - Foto: Andressa Ramos

Muita gente não sabe ainda para quê serve as caixas de concreto instaladas em frente às suas casas, mas, logo entenderão. Elas são os objetos que servem para interligar os resíduos de dentro de casa para à Estação de Tratamento Araucária.

A estação ainda está em fase de testes, mas em breve, todas as casas, de oito bairros: Santa Catarina, Santa Clara, Novo Milênio, Araucária, Pró-Morar, Bela Vista, Santo Antônio e São Luiz, além do Presídio Masculino, terão seu esgoto tratado.

Por estar há 40 dias em fase de teste, nem todas as casas estão ligadas à rede, assim, como nem todos os bairros. Apenas 20% dos habitantes dos Bairros Santo Antônio e São Luiz estão com a rede ligada. Para apresentar eficiência, a estação precisa funcionar, pelo menos quatro meses. Assim, o secretário da Semasa, Jurandi Agustini, indica a possibilidade para que até dezembro, 100% da rede esteja em pleno funcionamento.

Ao todo, a estação irá tratar o esgoto de 35 mil habitantes, porém, a estrutura tem capacidade para tratar esgoto de até 65 mil moradores. Como a estação ainda não está concluída, o equipamento que mede a vazão dos resíduos não chegou, e não é possível mensurar, por enquanto, quantos litros chegam e quantos litros são despejados no Rio Caveiras.

As ligações à rede acontecerão de forma gradativa. Os moradores estão sendo avisados por meio da conta de água, que já podem fazer a ligação. Nas famílias de baixa renda, a própria prefeitura fará o procedimento.

A obra contempla 38.250 metros de redes coletoras de esgoto. A previsão inicial era de cinco mil ligações domiciliares, porém, com adequações do projeto, hoje existem aproximadamente 3.500 ligações domiciliares destinadas ao tratamento.

A engenheira civil da Semasa, Helena Strapassão, explica que a Estação de Tratamento é considerada moderna. Pelo fato do baixo consumo de energia, aproveitamento de espaços físicos, tratamento biológico-aeróbio e elevado nível de eficiência.

O prefeito Antonio Ceron ressalta que investimento em saneamento básico, é investimento em qualidade de vida, prevenção da saúde e melhoria nos bairros. “É um esforço muito grande que Lages está fazendo. Com a conclusão do araucária, que está praticamente pronta, e com a conclusão do complexo Ponte Grande, que demora mais um ano e meio, Lages terá um indicador social extraordinariamente positivo, onde mais de 70% da cidade terá esgoto tratado”.

1 Comentário

1 Comentário

  1. Pingback: Lages/SC caminha para ter mais de 70% do esgoto tratado | Portal TA

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com