Conecte-se a nós

Esportes

Lageanos entre os melhores do País

Published

on

Equipe Copa Fitness possui atletas com potencial para representar o Brasil - Foto: Divulgação

A última competição do ano de levantamento de peso e supino, do Campeonato Brasileiro, em Veranópolis/RS atraiu halterofilistas de todo o País. Dentre eles, componentes da equipe Copa Fitness de Lages, comandada pelo treinador Dione Gonçalves.

Leandro Lima, no levantamento terra, quebrou mais um recorde ao erguer 310 kg (com 91 kg de peso corporal), tornando-se o maior terra da categoria júnior do país e sagrando-se campeão. Por pouco não levou a premiação em dinheiro da competição, pois foi o segundo maior e melhor terra da competição.

Já o atleta Samuel Francisco Bortollozo competiu no levantamento terra e supino, na categoria open até 100 kg, uma classe mais disputada do dia. Ele foi campeão no supino e ficou em 3° lugar no levantamento terra.

A competição teve a chancela da Federação Internacional, com um atrativo a mais. Uma premiação em dinheiro, assim atraindo os principais nomes do Power Lifting, fazendo com que as disputas fossem mais acirradas e com grandes marcas alcançadas.

Teve ainda, inclusive, tentativas de quebra de recorde de maior levantamento terra da América do Sul, cujo atleta Hugo Quinteiro, de São Paulo, abriu com 365 kg válidos e na segunda pedida: 380 kg, porém não conseguiu completar o movimento.

Projetos_ agora, os planos são de recuperar a energia, após encerrar o ano como uma das principais equipes de levantamento de peso do Brasil. “Temos atletas de ponta, selecionados para representar o País internacionalmente”, salienta Dione.

A expectativa é que 2018 seja uma temporada melhor ainda. Segundo o treinador, a equipe buscará patrocínios para participar das competições além fronteira. “Potencial para estar competindo temos, só falta a parte financeira”, resume.

Comentários

Esportes

Tiga, a nova leoa da Serra

Published

on

Jogadora se diz impressionada com o carinho dos lageanos pelo esporte - Foto: Vinicius Prado

Direto de São Paulo, a jogadora Adriana Costa, a Tiga, agora faz parte do elenco 2018 do time Leoas da Serra. Tendo jogado pelas Leoas durante os Jogos Abertos de Santa Catarina (Jasc), a mais nova contratada conta sobre sua carreira e expectativa de vestir a camisa do time. Ela, que já jogou pela Seleção de Guiné e jogava – por último – pelo time Grêmio Osasco Audax (SP), vem para somar à equipe vencedora da Copa do Brasil.

Como foi a “conversa” para você fazer parte do time Leoas da Serra?
Um jornalista de São Paulo, que cobre o futebol feminino lá, foi contactado pelo Maurício Neves de Jesus, que precisava de referência de alguma jogadora, então ele me indicou. Eu já havia jogado com ele numa equipe que ele administrava também. Aí eu conversei com ele, nós combinamos e vim para Lages jogar os Jasc.

O time Leoas da Serra, além da equipe, tem todo um projeto social. O que você pensa desse trabalho e engajamento?
Incrível! Eu acho fantástico porque deveria acontecer no Brasil inteiro o que eles fazem aqui. Mas aí precisaria de mais Maurícios, mais Rafaelas, todo o pessoal e a diretoria pelo time, coisa que eu nunca tinha visto na minha vida, em todos os anos em que jogo profissional. O prazo e o empenho deles com o projeto total, não é somente o alto rendimento e a gente jogando, ganhando títulos, isso é muito importante também. Porém, o que vem junto com isso, principalmente o projeto social, são as próprias atletas dando aula, passando a experiência para outras meninas. Se a gente não transformar atletas, que a gente consiga formar cidadãos, que através do esporte consigam levar responsabilidade, companheirismo, e tudo de positivo que o esporte permite.

A Tiga está em Lages, mas se naturalizou em Guiné. Como foi sua experiência nesse país, o que você realizou lá?
Um treinador meu foi contratado para comandar a Seleção de Guiné Equatorial na Copa do Mundo de 2011, na Alemanha. Ele pediu a cinco jogadoras brasileiras para se naturalizarem e, entre elas, eu. Fui com o maior prazer porque aqui é financeiramente difícil jogar e, lá, seria muito bom para mim. Acabei ficando lá, sendo convocada mais vezes, joguei na Copa da África, também. Tenho orgulho do meu país, de ter sido naturalizada.

Você que esteve lá, o que vê de semelhança cultural entre Guiné e Brasil?
É bem diferente. Começando pela pobreza. Quem é rico é muito rico, e quem é pobre é muito pobre. A cultura africana é bonita, diferente, eu acho lindo. Mas essa desigualdade, que tem em todo lugar é gritante. Isso me espanta, mas eu moraria lá tranquilamente.

No próximo dia 3 de março tem amistoso contra o Corinthians. Qual a expectativa para essa partida?
A melhor possível, como sempre. A gente começou a treinar há uma semana, com treinos bem intensos, físicos e táticos. Vai ser lindo porque tenho certeza que conseguiremos lotar o Jones, como das outras vezes. Estamos pensando como vai ser, porque é um time forte. Vai ser um clássico, são duas potências do futsal feminino.

E quanto à torcida, como você enxerga esse movimento em Lages, com as Leoas?
Eu nunca tinha jogado com ginásio lotado, nessa proporção [como no Jasc]. Para mim, foi incrível. O primeiro jogo que eu cheguei, lembro que estava descendo para o vestiário e já tinha bastante gente. Quando voltei do vestiário não tinha mais lugar para ninguém. Assim, você joga com um prazer imenso, se joga pela torcida, fazendo o seu melhor, porque você vê aquelas crianças na beirada, esperando você passar, te admirando de uma forma incrível.

Comentários
Continue Lendo

Esportes

Técnico do Inter pede apoio da torcida

Published

on

Leandro Niehues (D) em atividade no Estádio Tio Vida - Foto: Adecir Morais

O Inter de Lages faz, neste sábado, às 9h, no Estádio Tio Vida, em Lages, o último treino antes do jogo de abertura do turno do Campeonato Catarinense. À tarde, o grupo viaja para Florianópolis, onde vai enfrentar o Avaí, na Ressacada. A partida acontece às 17h deste domingo (25).
Para o duelo, o Colorado, que vive um mau momento na competição, não poderá contar com o volante Bruno, que está lesionado. O lateral direito Kellyton e o volante Pierre se recuperam de lesão e a expectativa é que tenham condições de jogo.

O técnico Leandro Niehues vê o jogo como uma boa oportunidade para o Inter vencer para espantar a má fase. Com apenas sete pontos, o Leão Baio está na lanterna do Estadual. “Independente da jogar na casa deles, a gente sabe que se fazer um bom jogo, vamos ganhar”, projeta.

O treinador pede apoio da torcida para o time livrar o time da ameaça de rebaixamento. “No ano passado, quando faltava apenas uma rodada, a torcida se mobilizou para apoiar o time. E agora temos nove rodadas pela frente para selar nossa permanência na Série A. Então, pedimos que a torcida nos apoie”

Saiba mais

Classificação

  • Figueirense 21
  • Chapecoense 20
  • Avaí 14
  • Joinville 13
  • Brusque 11
  • Concórdia 10
  • Hercílio Luz 10
  • Tubarão 9
  • Criciúma 9
  • Inter de Lages 7

10ª rodada (domingo, 25)

  • 16h – Tubarão x Hercílio Luz
  • 16h – Brusque x Joinville
  • 17h – Chape x Concórdia
  • 17h- Figueirense x Criciúma
  • 17h – Avaí x Inter

 

Comentários
Continue Lendo

Esportes

Kellyton e Pierre são dúvidas no Inter, que encara o Avaí

Published

on

Os jogadores vêm de lesão, a presença deles contra o Leão da Ilha ainda é incerta - Foto: Adecir Morais

O lateral direito Kellyton e o volante Pierre ainda são dúvidas no Inter de Lages para o jogo contra o Avaí, no próximo domingo, na Ressacada, em Florianópolis. Será a largada do returno do Campeonato Catarinense. Ambos são titulares e se lesionaram no duelo contra o Tubarão, no último dia 15, na penúltima rodada do turno da competição, quando o Leão Baio foi derrotado por 3 a 1.

No treino de ontem, no Estádio Tio Vida, os dois jogadores realizaram apenas treinos físicos, sob o comando do preparador físico do clube, Adriano Oliveira. Questionado, o técnico Leandro Niehues disse que ainda não sabe se os jogadores terão condições de jogo no próximo domingo.

Se Kellyton e Pierre são dúvidas para o confronto contra o clube da Capital, a ausência certa é do volante Bruno Sena. O jogador contundiu a clavícula esquerda, também no jogo contra o Tubarão. Ele se recupera e ainda não há prazo de retorno aos treinos.

Técnico começa a definir o time titular

O Inter continua treinando para encarar o Avaí no próximo domingo. A expectativa é de um jogo duro contra o Leão da Ilha, que terminou o turno do Estadual na terceira colocação e vem com tudo para vencer o returno, o que o credencia para disputar o final contra o Figueirense. Enquanto isso, o Colorado Lageano, com apenas sete pontos, está na lanterna e luta contra o rebaixamento à Série B.

No treino de ontem, o técnico Leandro Niehues deu pistas da equipe que poderá sair jogando contra o time da capital. No time titular treinaram Fernando Belém e Felipe Gregory (zagueiros); Fabão e Sanchez (laterais); Jeferson e Jean (volantes); Mateus Arence e Jean Lucas (meias); Rafhael Lucas e Max (atacantes). O goleiro Fabian Volpi completaria a possível equipe titular.

Os dois reforços que chegaram esta semana para reforçar o time lageano, o lateral Sidney e o volante Marcus Vinícius, já treinam com o grupo e ainda aguardam a regularização para ficarem à disposição do técnico Leandro. O segundo, conforme o treinador, ainda não tem condições físicas de jogo.

Leandro Messina Perrone foi escalado pela Federação Catarinense de Futebol (FCF) para apitar o jogo entre Avaí e Inter, Ele será auxiliado por Éder Alexandre e Carlos Felipe Schmidt.

 

 

Comentários
Continue Lendo

Esportes

Logo dos Jogos é lançada em Caçador

Published

on

Foto: Antônio Prado / Fesporte

Com a história de Caçador em sua essência, a logo da 58ª edição dos Jogos Abertos de Santa Catarina foi lançada nesta quinta-feira (22), na Prefeitura Municipal de Caçador. Os Jasc acontecem em setembro, entre os dias 6 e 14 de setembro. A cerimônia apresentou a criação do designer da prefeitura, Rodrigo Morais, que será a marca oficial dos jogos.

Com as cores azul, verde, amarelo e vermelho, a marca explora as diferentes características do município fundado em março de 1934. Entre os detalhes, estão o Rio do Peixe, que corta a cidade, e também as batalhas que derramaram sangue pela terra catarinense.

“São conceitos fortes, a linha férrea e o Rio do Peixe. São duas linhas paralelas que cruzam a cidade de ponta a ponta. Essas linhas são a base da marca, pois conectam as pessoas e a cidade. É um ponto muito forte que aproveitamos para simbolizar na marca”, disse o designer.

Comentários
Continue Lendo

Rua Coronel Córdova, 84 . Centro . 88502-000 . Lages . SC . Brasil . Fone: 49 3221.3300 . correiolageano@correiolageano.com.br

CL+| Correio Lageano - Todos os direitos reservados ©