Conecte-se a nós

Notícias

Jovem que matou homem no Bairro Várzea teria sido estuprada

Published

em

Após os fatos, a casa da adolescentes foi invadida e depredada - Foto: Bega Godoy/ Arquivo CL

A adolescente de 17 anos, principal suspeita de matar Luís Felipe Silva Lemos, 23, no último fim de semana, no Bairro Várzea, em Lages, procurou a polícia e alegou que teria sido estuprada por Luís. É o que mostra um boletim de ocorrência registrado por ela, há dois anos.

Luís foi morto no último sábado. Segundo testemunhas, ambos discutiram e ela o atacou com um golpe de faca no peito. O rapaz andou alguns metros e caiu na rua, e a adolescente fugiu em seguida. O assassinato foi registrado na rua Leôncio Palhano Branco. Ainda de acordo com testemunhas, logo após os fatos, a casa da adolescente foi invadida e depredada.

Pelo o que apurou o CL junto à assessoria de imprensa da 6º da Polícia Militar em Lages, em 2016, a adolescente procurou a polícia e registrou um boletim de ocorrência por estupro contra Luís. Fontes da Polícia Civil informaram, porém, que os fatos não se confirmaram. Eles eram irmãos de criação, e a jovem possui um filho de dois anos que seria dele.

Titular da Delegacia da Mulher, Criança, Adolescente e Idoso de Lages, o delegado Frederico Cezar de Melo informou, nesta segunda-feira (23), que instaurou um inquérito policial para apurar o assassinato.

Questionado sobre o suposto estupro, ele não revelou detalhes das investigações que, segundo ele, correm em “sigilo”. O policial também não esclareceu se a adolescente continuava foragida ou se já havia se apresentado à polícia.

Anúncio
Anúncio

Capa do Dia

Anúncio

Facebook

%d blogueiros gostam disto: