Conecte-se a nós

Notícias

João Cardoso torce pela candidatura própria do PSDB e pode entregar cargo na SDR/Lages

Published

em

Lages, 18/06/2010, Correio Lageano

 

A resistência de líderes do PMDB em apoiar o DEM na cabeça de chapa da polialiança pode se repetir com o eventual ingresso do PSDB na aliança. É o que deixou claro, nesta quinta-feira, o secretário de Desenvolvimento Regional de Lages, João Cardoso.


“Se o partido tiver candidatura própria, eu seguirei a orientação partidária. Se o PSDB não tiver candidatura própria e deixar livre, nós aguardaremos a manifestação do partido para tomar uma posição”, declarou diante do quadro de indefinição dos tucanos, se retornam ou não à polialiança.


Sobre o reingresso do PSDB na polialiança, João Cardoso disse que não acredita muito nesta possibilidade e pode até deixar o cargo se o PSDB apoiar o DEM e o PMDB no pleito de outubro próximo. “Veremos o que ainda pode acontecer. Não gosto muito de ser futurista e fazer afirmações em cima de coisas que possam acontecer. No momento oportuno irei me manifestar”, reiterou.


Durante a Festa do Pinhão, ele manifestou em público que torcia por uma aliança do PSDB com o PP. E voltou a afirmar que o casal Amin é seu amigo e continuará sendo.

 

Já o vice-prefeito Luiz Carlos Pinheiro, também permanece na “trincheira da indefinição”. Ele declarou que, por enquanto, não pode anunciar nada, porque o partido não se decidiu. “Antes de uma manifestação oficial do PSDB não vou comentar quanto à polialiança”, resumiu. Mas, ele acredita que o rumo dos tucanos será recompor a polialiança.


E, mesmo que isso ocorra, não irá interferir na coligação do PSDB com o PP em Lages. “Se há algo inegociável e que não vamos admitir será questionar a parceria que temos com a administração municipal”, avisou.


Pinheiro disse que já informou esse posicionamento ao prefeito Renato Nunes e separar a situação estadual da local será muito simples. “A questão política partidária será uma e a questão administrativa municipal é outra”.


Quanto à recomposição da polialiança, o vice-prefeito não deixa dúvidas, irá subir no palanque, caso seja a recomendação do partido. O desejo do PSDB local, no entendimento de Pinheiro ainda não foi manifestado. “Os tucanos não se reuniram para conversar e aguardam orientação estadual”, comentou Pinheiro.

Anúncio
clique para comentar

Deixe uma resposta

Anúncio

Capa do Dia

Anúncio

Facebook

%d blogueiros gostam disto: