Eleições

Jessé Pereira (Patriota), candidato ao Governo de Santa Catarina

Published

em

Foto: Divulgação

Correio: Lageano: O Patriota tem candidato à presidência, mas tem candidato em Santa Catarina, do seu partido, pedindo voto para outros presidenciáveis. O senhor apoia isso?

Jessé Pereira: Primeiramente, quero cumprimentar a todos os amigos de Lages e região Serrana, e dizer que não sou mais um político, sou mais um Brasileiro que, inconformado com tudo que tem acontecido em nosso país e consequentemente com nosso Estado e municípios, resolveu parar de apenas reclamar e protestar, enfrentar essa classe política que não pode jamais fazer o povo refém de suas politicagens e descaso com todos nós trabalhadores e pagadores de uma carga tributária cruel. É minha primeira eleição, pode alguém dizer, mas que experiência esse moço tem? Respondo: trabalho desde dos meus 13 anos, sou o décimo filho de meu pai. Sou de família humilde, porém, com muita garra e trabalho, administrei bem meus negócios e conquistei tudo que tenho, mesmo com os poucos recursos que obtive, tudo isso usando de sabedoria e economia. Hoje, com 39 anos, estou me formando em Gestão Pública e tenho total certeza, que se eleito for, farei um governo responsável e uma gestão eficiente para o povo. Sobre a questão da pergunta, primeiro eu não estou sabendo qual candidato está trabalhando para outro presidenciável, e se houver, cada um dará conta de si, até porque, não cabe a mim tratar sobre isso. O que acho é que se o presidenciável do meu partido tivesse interesse por isso, já teria vindo ao Estado, pelo menos para ganhar o apoio do Patriotas catarinense, pois dos 27 estados no Brasil, apenas Santa Catarina lançou candidatura ao Governo, e isso querendo ou não, era um palanque para ele aqui, até fizemos contato para que viesse, porém até o momento nenhuma resposta. Não posso obrigar ninguém a nada, cada qual cuida de suas prioridades.

O senhor fala muito em Deus, se tratando em estado laico, não seria bom separar estado e igreja?

O Estado pode ser laico, porém minha fé não é, e outra, jamais colocarei religião no meu governo, até porque Deus não é uma religião, Ele é o soberano criador dos céus e da Terra. Ele estará comigo capacitando e me dando estratégias para fazer o melhor para o seu povo. Serei governador não de grupos religiosos, mas sim de todos os catarinenses, seja ateu ou de qualquer credo religioso, pois o  estado é para todos.

O senhor já se atualizou sobre a situação financeira e da estrutura de governo?

Tenho buscado conhecer cada vez mais a situação geral do Estado, e isto exige estudos mais criteriosos, pois podem haver dados que acabam sendo camuflados, e vamos ter acesso melhor, quando assumirmos a gestão. Porém, já se sabe que temos uma dívida equiparada a arrecadação anual do Estado, e o pior, em sua maior parte é com o Governo Federal, o mesmo que arrecada aqui R$ 50 bilhões ano com impostos federais, sendo nós catarinenses, o sétimo Estado que mais envia recursos para Brasília e o quarto que menos recebe. Vamos lutar com nossos parlamentares por um novo pacto federativo, precisa voltar pelo menos a metade desses R$ 50 bilhões, e com isso quitaremos nossa dívida e teremos recursos para grandes obras em nosso Estado. Sobre a estrutura do Estado, vamos reduzir o máximo, a gestão pública não pode ser um objeto de politicagem, e muito menos uma estrutura de cabide de empregos. Também as regalias e privilégios da classe política. É um abuso ao cidadão que sofre para pagar seus impostos, vamos mudar isso, sei que irei sofrer muito para que isso torne realidade, porém, Deus me dará graça e ousadia.

Por que o senhor acha que deve receber o voto dos eleitores?

A questão não é eu achar, é o povo refletir se esses mais de 30 anos nas mãos dos mesmos partidos e de grupos políticos mudaram ou não a vida dos catarinenses, pois, mudaram-se as caras, mas os ideais são os mesmos. Por isso amigo eleitor, sou a renovação. Falo sem medo de errar, sou uma esperança para você trabalhador catarinense, tenho uma vida limpa, sou um lutador igual a você, vim de família humilde e estou enfrentando os poderosos da política. Agora, cabe a você a escolha. Poderá ser a eleição mais importante dessa nossa geração, pode ser que nossa geração não tenha mais uma oportunidade igual a esta para transformar o Estado e até mesmo a nação. Por isso peço seu voto a Jessé Pereira, governador e também peço seu voto para os nossos deputados estaduais e federais do 51, pois precisarei deles para dar sequência a toda esta mudança. Que Deus abençoe a todos, e que venha prosperar nosso estado.

clique para comentar

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com