Conecte-se a nós

Esportes

Japão cala rugido dos Leões Indomáveis e estreia com vitória

Published

em

Bloemfontein, 14/06/2010, (EFE)

 

A eficiência japonesa falou nesta segunda-feira mais alto que o rugido dos Leões Indomáveis, e a equipe asiática estreou na Copa do Mundo com vitória por 1 a 0 sobre Camarões.

 

Com o resultado, os japoneses chegaram a três pontos no grupo E e dividem agora a liderança com a Holanda, que venceu nesta segunda a Dinamarca por 2 a 0 em Johanesburgo.

 

O único gol do jogo foi marcado pelo meia-atacante Keisuke Honda, aos 39 minutos do primeiro tempo.

 

A seleção camaronesa perdeu sua invencibilidade em estreias em Copas. Até a partida contra os japoneses, os africanos tinham no currículo uma vitória e quatro empates, sendo que o triunfo em questão, histórico, aconteceu na Copa de 1990, sobre a então campeã mundial Argentina (1 a 0, com gol de Omam-Biyik).

 

O duelo começou bastante amarrado, com as duas equipes errando muitos passes e chutando pouco a gol – foram apenas quatro em todo o primeiro tempo, dois para cada lado.

 

Nos dez minutos iniciais, os torcedores que acompanharam a partida no estádio olharam pouco para o gramado e mais para o alto. Tanto Japão como Camarões insistiram em longos e infrutíferos lançamentos, sendo que nenhum deles gerou lances de perigo para as defesas.

 

Porém, aos 20 minutos, o Japão quase abriu o placar após um cruzamento de Hasebe, pela direita.

 

O goleiro Souleymanou saiu muito mal e deixou a bola escapar. Honda, que estava perto, tentou roubá-la e foi derrubado dentro da área, mas o árbitro português Olegário Benquerença, atento, já havia marcado impedimento de Okubo no momento em que a bola foi cruzada.

 

O tédio refletido no placar só foi interrompido aos 39 minutos. Em novo cruzamento, também pelo lado direito, Matsui encontrou Honda livre na segunda trave. O meia-atacante, que chegou ao Mundial apontado por muitos como o melhor jogador japonês, dominou e bateu para o fundo da rede.

 

A sonolência antes do gol voltou a tomar conta da partida até o árbitro encerrar a etapa. Apesar de ter tido um pouco mais de posse de bola (54%), Camarões pecou pela falta de criatividade, e não conseguiu justificar seu favoritismo nos primeiros 45 minutos.

 

Os Leões Indomáveis teriam pela frente, no segundo tempo, que conseguir um feito inédito. Desde sua primeira participação em Copas, a equipe africana nunca conseguiu virar um jogo.

 

Logo após o reinício da partida, os japoneses deram um alerta: essa missão não seria nada fácil para os camaroneses. Em jogada individual, Okubo avançou pelo lado direito do campo e sofreu falta de Mbia a um passo da grande área. Na cobrança, porém, a equipe nipônica desperdiçou a chance de ampliar a vantagem.

 

Na sequência, Eto'o, desaparecido em campo até então, deu o ar da graça. Cercado por três marcadores e próximo à linha de fundo, o atacante se livrou de todos com um drible e cruzou para Choupo-Moting, que emendou de primeira, para fora.

 

Com Eto'o mais participativo e acionado pelos companheiros, os camaroneses passaram a ameaçar mais vezes. Webó, aos oito minutos, cabeceou por cima do gol após cruzamento de Mbia. Pouco depois, aos 11, Choupo-Moting arriscou de fora da área, mas o chute saiu fraco, à esquerda do goleiro Kawashima.

 

Melhor em campo, porém sem brilho, Camarões pecou pela falta de criatividade de seus jogadores de meio. As melhores chances vieram apenas em chutes de longe, em sua maioria sem perigo. Aos 40, porém, Mbia mandou uma bomba no travessão de Kawashima, assustando a torcida japonesa.

 

Bem colocados na defesa, os nipônicos seguraram o resultado e comemoraram sua terceira vitória em Mundiais (as outras duas foram em 2002).

 

O próximo desafio do Japão na Copa será no sábado, às 8h30 (horário de Brasília), contra a Holanda em Durban. No mesmo dia, às 11h, Camarões enfrentará a Dinamarca.

 

 

 

Ficha técnica:

 

Japão: Kawashima; Nagatomo, Nakazawa, Túlio Tanaka e Komano; Abe, Matsui (Okazaki), Endo, Hasebe (Inamoto) e Honda; Okubo (Yano). Técnico: Takeshi Okada.

 

Camarões: Souleymanou; Mbia, N'Koulou, Bassong e Assou-Ekotto; Makoun (Geremi), Matip (Emana) e Eyong; Choupo-Moting (Idrissou), Webó e Eto'o. Técnico: Paul Le Guen.


Árbitro: Olegário Benquerença (Portugal), auxiliado por seus compatriotas José Cardinal e Bertino Miranda.


Cartões amarelos: N'Koulou (Camarões) e Abe (Japão).


Gol: Honda (Japão).

Compartilhe
Anúncio

Capa do Dia

Anúncio
Anúncio

Cinema

Facebook

Anúncio

Rua Coronel Córdova, 84 - Centro - CEP: 88502-000 - Lages (SC) - Brasil . Contato - Fone: 49 3221.3300 e-mail: correiolageano@correiolageano.com.br

Todos os direitos autorais são propriedade do Correio Lageano e Portal CLMais