Conecte-se a nós

Notícias

iPhone muda para horário de verão antes da época (e usuários perdem uma hora de sono)

Published

em

Foto: Divulgação

Muitos brasileiros tiveram ou terão uma hora de sono a menos nesta segunda-feira (15). É que o relógio dos iPhones se adiantou automaticamente em uma hora em resposta ao horário de verão, que costuma começar em outubro. Em 2018, no entanto, a data foi adiada para não interferir nas eleições e no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

O problema começou a ser percebido à meia-noite; no meu caso, o fuso horário foi alterado erroneamente de “São Paulo” para “Etc/GMT+2”, passando de 23h59 para 1h00. Quem não notou a falha e tinha um alarme configurado acabou sendo despertado uma hora antes do horário correto.

Pelos relatos dos usuários no Twitter, a falha afetou principalmente os proprietários de iPhones conectados à rede da TIM. Também há casos parecidos com celulares da Asus, na mesma operadora. Não encontramos reclamações de relógio errado em iPhones com chips da Claro ou Vivo.

Em 2017, o horário de verão começou no dia 15 de outubro e terminou em 18 de fevereiro. Para este ano, a data foi inicialmente adiada para 4 de novembro, para evitar atrasos na apuração das eleições do segundo turno; e depois para 18 de novembro, a pedido do Ministério da Educação, para não coincidir com os domingos de aplicação de provas do Enem.

Você foi afetado?

Como corrigir o fuso horário errado no iPhone

Se você teve o relógio alterado, é bom desativar a correção automática de hora do iOS:

  1. Abra o aplicativo Ajustes, toque em Geral, depois em Data e Hora;
  2. Desmarque a opção Automaticamente;
  3. Caso o horário ainda esteja incorreto, toque em Fuso Horário, digite sua cidade e confirme a operação.

Por volta das 7h45, o problema ainda ocorria em um iPhone com iOS 12.1 beta e chip da TIM se a opção de fuso horário automático fosse ativada.

E marque no calendário para não perder a hora de novo: o horário de verão começa em 18 de novembro de 2018 e termina em 16 de fevereiro de 2019.

Horário de verão já causou bugs em vários dispositivos

Não é a primeira vez que o horário de verão causa problemas em eletrônicos.

Em 2010, o bug do alarme já era conhecido por donos de iPhones no Brasil, mas pegou de surpresa os americanos e europeus, que acordaram uma hora mais cedo. Em 2013, o recurso Não Perturbe do iOS 6 não era mais desligado no horário programado. Na semana passada, proprietários do Apple Watch Series 4 na Austrália ficaram sem poder usar o relógio: ele reiniciava em loop infinito devido a um bug em um mostrador.

O mesmo aconteceu no Android. No primeiro dia do horário brasileiro de verão em 2013, o Chrome travava depois de alguns segundos em execução. No mesmo ano, o Google Agenda atrasou ou adiantou os compromissos dos usuários em uma hora, mesmo em locais onde não havia horário de verão.

Anúncio
clique para comentar

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: