Conecte-se a nós

Notícias

Intermunicipal deverá parar em local mais seguro

Published

em

Foto: Camila Paes

Desde outubro, as empresas de transporte rodoviário intermunicipal de passageiros devem optar pelo local mais seguro, indicado para o embarque e desembarque, de acordo com a solicitação dos passageiros. A deputada estadual Luciane Carminatti (PT) propôs a lei que foi sancionada pelo governador Raimundo Colombo.

De acordo com o texto, no horário compreendido entre as 22h e 6h, os idosos, as pessoas com deficiência e as mulheres, usuários do transporte rodoviário intermunicipal de passageiros podem, a seu juízo, optar pelo local, ainda que fora do ponto de parada, desde que respeitado o itinerário previsto no contrato de concessão e as regras de trânsito.

Além disso, as empresas concessionárias de transporte rodoviário intermunicipal de passageiros do Estado de Santa Catarina, registradas no Departamento de Transportes e Terminais (Deter), devem afixar no interior do veículo, de forma legível e em local de fácil acesso e visualização, aviso contendo a nova regra de embarque e desembarque. Diariamente, 27 ônibus saem da rodoviária Dom Honorato Piazera em Lages transportando passageiros para as mais diversas cidades do Estado.

No município

O diretor de trânsito da Transul, Genésio Kuster, explica que o transporte municipal já trabalha E tem esse cuidado algum tempo. A partir das 22h, eles optam por deixar mulheres, idosos e deficientes físicos em pontos mais próximos de suas residências. Para o casal de paratletas Aline e Adiorlei da Silva, essa legislação é positiva. Ambos se locomovem com auxílio de cadeiras de rodas e sempre solicitam que os motoristas dos ônibus parem mais próximo de onde moram, já que utilizam frequentemente o transporte público.

Anúncio
clique para comentar

Deixe uma resposta

Anúncio

Capa do Dia

Anúncio

Facebook

%d blogueiros gostam disto: