Conecte-se a nós

Notícias

Inauguração da reforma do Industrial será nesta quinta

Published

on

Fotos: Andressa Ramos

Passadas as férias, é hora de retornar aos bancos escolares. Caderno, caneta e mochila prontos para começar mais um ano letivo. E, para quem estuda no Colégio Industrial de Lages, no Bairro Vila Nova, será um período de recomeço, afinal, os alunos receberão a estrutura de 11 mil metros quadrados totalmente reformada.

O governador de Santa Catarina, Raimundo Colombo, e o secretário estadual de Educação, Eduardo Deschamps, estarão na solenidade de inauguração da reforma, que acontece nesta quinta-feira (15), às 8h30, no auditório da escola, que recebeu investimento de R$ 7,8 milhões. No dia 16 de março, a escola completará 54 anos e é a primeira vez que passa por uma reforma geral.

Durante os últimos quatro anos, quem passou ou estudou na escola percebeu a mudança. Cores novas, pastilhas de azulejos para detalhes nas paredes nas cores azul e vermelha, e banheiros adaptados.

A obra foi executada em etapas para não prejudicar o andamento das aulas. As 28 salas de aula foram reformadas, assim como banheiros, laboratórios, setores administrativos e alas dos cursos técnicos.

A cobertura da instituição foi substituída e lajotas antiderrapantes foram implantadas em 100% do piso. As redes elétrica e hidrossanitária também foram trocadas. As obras ainda contemplaram a implantação de sistema de acessibilidade para deficientes físicos.

O ginásio de esportes foi reformado, ganhando uma nova quadra.
Além do ensino regular, a estrutura conta com o Cedup Industrial de Lages, que oferece cursos gratuitos profissionalizantes.

Projetos pedagógicos para 2018

A estrutura está pronta. Tudo reformado. Cores ressaltadas, banheiros adaptados, sistema de emergência no caso de incêndio; e novo ano letivo. Com a parte física pronta, é hora de repensar os projetos pedagógicos para maior engajamento dos alunos e comunidade com a escola.

Para isso, o trabalho que já vinha sendo desenvolvido nos últimos quatro anos será fortalecido em 2018. Armando José Duarte, diretor escolar, ressalta que neste período o número de evasão escolar reduziu e as matrículas subiram de 600 para 1.000 alunos.

São turmas do 6º ao 9º ano do ensino fundamental e o ensino médio. Os projetos do primeiro emprego, esporte, doação de uniforme e o respeito pela instituição serão fortalecidos, além disso, com a reforma, Armando percebeu um forte potencial no terreno para projetar trabalhos relacionados ao meio ambiente, como estufa, captação da água da chuva, reciclagem, entre outros programas.

Relação com a comunidade

O diretor da escola ressalta que quando um aluno chega para estudar é discutido sobre os pais o compromisso de cada um no processo escolar. “Ensinar é com a escola, educar é com os pais, porém o amor é de todos.”

Além disso, é enfatizado o respeito à instituição com tolerância zero para a violência.  A escola possui uma parceria com a Polícia Militar, com a Rede de Segurança, onde os policiais fazem trabalhos preventivos, fazendo visitas esporádicas.

Além disso, mais de 20 câmeras de videomonitoramento foram instaladas na escola para garantir a segurança e monitorar as atividades dos alunos no pátio.

Cedup

O Cedup Industrial de Lages conta com mais de 600 alunos matriculados nos três cursos profissionalizantes. São 26 turmas dividas nos três turnos. A máquina de furação em peças, à esquerda, está em pleno funcionamento desde 16 de março de 1964, dia da inauguração do Colégio Industrial, que começou com o objetivo de profissionalizar as pessoas.

Comentários

Notícias

Serra possui mais pontos de risco

Published

on

Foto: Defesa Civil/Divulgação

Com o auxílio de um drone, a Defesa Civil do município de Criciúma identificou 23 pontos de risco de deslizamento na Serra do Rio do Rastro, entre Bom Jardim da Serra e Lauro Müller. São nove trechos que já tinham sido detectados pelo órgão. O levantamento durou quatro dias e é o mais completo realizado até hoje. Um relatório do estudo será encaminhado para o Ministério da Integração Nacional. Em 2017, foram registrados quatro deslizamentos. A identificação dos novos pontos de risco só foram visualizados por conta da abrangência das imagens feitas pelo drone.

O coordenador regional da Defesa Civil de Criciúma, Rosinei da Silveira, disse que no quilômetro 410, foi encontrada um tipo de barragem que está represando a água da chuva e já tem pontos de infiltração para a rodovia.

O quilômetro 407 é o mais crítico e possui mais chance de ter novos deslizamentos, explica Silveira. “No relatório, o geólogo vai apontar que o tráfego de veículos pesados diminui a estabilidade da rodovia. Sugerimos um controle nesse tráfego, mas a decisão é do Deinfra.”
Para deixar a Serra mais segura, o coordenador regional explica que é preciso fazer uma reconstrução do sistema de drenagem, colocar telas e cortina para segurar a terra e as pedras.

O geólogo do órgão, Humberto da Silva, acredita que é preciso interromper o tráfego na rodovia ao se registrar entre 50mm a 100mm de chuva, em um período de 24 horas. O objetivo é concluir o diagnóstico de risco da Serra até março para que as informações sejam enviadas ao Ministério da Integração Nacional. “Com isso, queremos conseguir recursos para obras preventivas, a fim de diminuir as quedas de barreiras”, destacou. O trabalho é feito em parceria com o Deinfra, órgão responsável pela rodovia.

O Secretário de Estado de Infraestrutura, Luiz Fernando Cardoso disse que deve anunciar o orçamento para 2018, em breve. Depois disso, será definido o valor destinado para as obras de contenção no local.

Comentários
Continue Lendo

Notícias

Operação que investiga fraudes na internet é deflagrada em Lages

Published

on

Foto: Divulgação

A Polícia Civil de Lages realizou uma operação para combater fraudes na venda de produtos pela internet. No total, seis mandados de busca e apreensão foram cumpridos pelos policiais. Além disso, 12 pessoas foram conduzidas à delegacia para interrogatório.  Durante a operação que ocorreu na manhã desta quarta-feira (21), em quatro bairros da cidade, também foram apreendidos dez computadores e dez telefones celulares.

O delegado Jackson Guasselli Pessoa, da 2ª DP, informa que as investigações confirmam a utilização de meio eletrônico por parte dos suspeitos, com o objetivo de comercializar variados produtos com valores abaixo do mercado, mas não entregavam as encomendas. Ao perceber o golpe, a vítima não conseguia mais contato com os vendedores.

Em um dos casos que foram denunciados, a vítima informou que comprou dois celulares pela internet, no valor total de R$ 5.735. Pagou mediante depósito bancário e nunca recebeu as mercadorias.  “Não sabe determinar o valor arrecadado e quantas pessoas foram lesadas, mas há vítimas de diferentes regiões do país”, afirma o delegado.

Como as investigações estão em andamento, a polícia não divulgou a identidade dos suspeitos.

Comentários
Continue Lendo

Notícias

Após morte de jovem moradores fazem manifestação

Published

on

Fotos: Andressa Ramos

Com uma forte crise de rinite alérgica e sem dinheiro para pagar uma passagem de ônibus, Michele Lopes de Liz, de 24 anos, e a amiga Vidilaine, saíram a pé do Bairro Pró-Morar, em Lages, para ir ao Pronto Atendimento Tito Bianchini. As duas foram à tarde e o atendimento Michele terminou por volta das 19 horas do último domingo (18). Na volta para casa, Michele ligou para a mãe Eliane pedindo para que ela fosse, com o marido, encontra-lás no caminho, pois já estava noite e o percurso é por um local sem iluminação.

Na rótula do Bairro Conte, os quatro se encontraram e voltaram para casa pela rua Edmundo Castro de Arruda, eles iam conversando e cuidando dos carros, já que caminhavam pelo sentido contrário do fluxo de veículos. Já próximos aos prédios, Michele gritou para a mãe: “Olha o carro”, Eliane e o marido conseguiram desviar, mas Michele não. O carro, do qual seu primo era o condutor, bateu nela, arremessou-a para cima, arrastou-a por cerca de 100 metros e bateu. Quando o carro apagou, o motorista saiu correndo pelo mato.

A mãe correu para o mato, onde a filha caiu, segurou-a no colo, mas já era tarde demais. “Ela saiu para tomar um remédio e melhorar e quando voltou morreu.” A frase da tia de Michele, Eliete Rodrigues Lopes descreve a revolta da família, com o fato de a sobrinha ter sido atropelada no mesmo trecho em que um parente faleceu há 20 anos.  Michele era conhecida por ajudar a todos e deixou o filho, Davi, de 6 anos.

Manifestação

Hoje, os moradores precisam disputar um espaço na rua com os carros e, dessa forma, arriscam suas vidas. Os familiares e moradores do bairro estavam cansados disso e a morte de Michele foi o estopim para uma manifestação que aconteceu no fim da madrugada desta quinta-feira (22). Eles se reuniram, e bloquearam, por uma hora, a passagem dos veículos. O objetivo era chamar a atenção das autoridades para que se tome uma providência referente à pavimentação e à colocação de calçadas nessa rua.  Policiais militares chegaram no local para negociar a liberação do trânsito. Os moradores aceitaram e liberaram parcialmente a pista. No período da tarde, os moradores voltaram à rua para mais uma manifestação.

Prefeitura pede que moradores protocolem as reivindicações

Com o objetivo de melhorar o fluxo do trânsito e garantir mais conforto, segurança e qualidade de vida aos moradores, a Prefeitura de Lages informou a realização, no segundo semestre de 2017, de operação tapa-buracos e o recapeamento asfáltico de parte da Rua Edmundo de Castro Arruda, no Bairro Pró-Morar.

Os trabalhos contemplaram o alargamento da pista para sete metros e a regularização do solo, com o levantamento de 60 centímetros em relação ao nível normal da via. “Esta foi apenas uma das mais de 20 obras de pavimentação e recuperação de ruas e avenidas em diferentes bairros de Lages só em 2017. E até o fim do mandato da atual administração, em dezembro de 2020, a proposta é que este número chegue a 100”, informou nota enviada pela assessoria de imprensa da prefeitura. “Com 800 quilômetros de vias urbanas, a Prefeitura de Lages se esforça para atender com a maior brevidade possível as demandas das comunidades. Mas tudo de forma organizada, planejada e dentro de um cronograma.

Assim, a orientação é que a Associação de Moradores do Pró-Morar protocole a pauta de reivindicações junto à Secretaria de Política para a Mulher e Assuntos Comunitários, que dará o devido encaminhado às pastas responsáveis por cada situação,” concluiu a nota.

Ordem cronológica dos fatos

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

Comentários
Continue Lendo

Notícias

Semasa implanta 4,3 mil metros de rede coletora no Bairro Brusque

Published

on

Por

Ampliação da rede esgoto contempla cerca de 600 residências - Foto: Marcelo Pakinha/ PML/ Divulgação

A Semasa está implantando rede coletora de esgoto em cerca de 20 ruas do Bairro da Brusque, cuja obra está orçada em cerca de R$ 1,3 milhão.

O sistema de coleta compreende o desnível do terreno, não necessitando de bombas de recalque, o que facilita a execução da obra em termos financeiros. Em uma segunda etapa deste projeto está prevista a construção de rede coletora em área do bairro Santa Rita, limítrofe à Brusque.

A extensão linear da atual rede em implantação é de 4.365 metros, contemplando cerca de 600 residências, além de estabelecimentos comerciais e de prestação de serviços. “Cerca de 40% da primeira etapa do projeto está concluído.

Esta rede coletora, implantada com tubos PVC Ocre de 150 milímetros, será interligada ao emissário central da avenida Belizário Ramos (Carahá), que por sua vez está conectado à Estação de Tratamento de Esgoto Caça e Tiro, localizada no bairro de mesmo nome”, fala o secretário da Semasa, Jurandi Agustini.

A ligação desta nova rede coletora ao emissário da Carahá já foi concluída em janeiro deste ano. “Para isso foi utilizado o Método Não Destrutivo (MND), com utilização de tubulação Poli Estireno de Alta Densidade (300 milímetros)”, explica o engenheiro Rafael Guedes.

“A Semasa também já concluiu obra de rede coletora na região do Presídio, no Morro das Pedras, executada em parceria com o Governo do Estado, faltando ali apenas a ligação ao emissário da Estação de Tratamento de Esgoto do Complexo Araucária”, disseJurandi Agustini.

Segundo o secretário, no bairro Guadalupe, a rede de esgoto existente está sendo ampliada em mais 440 metros, contemplando quatro ruas. E em médio prazo um total de 350 residências do Guadalupe terão rede coletora. Os investimentos previstos são da ordem de R$ 700 mil.

Semasa investirá R$ 58 milhões

O plano de investimentos da Semasa em saneamento básico, no quadriênio 2017-2020, é deR$ 58 milhões. Dentre as novas estruturas previstas para serem construídas está a ampliação e melhoria da Estação de Tratamento de Água (ETA), no bairro Popular; Estação de Tratamento de Esgoto, no bairro Caroba; Construção de reservatórios de água com capacidade para estocar mais de 8 milhões de litros; rede coletora de esgoto nos bairros Santa Helena e Copacabana.

Comentários
Continue Lendo

Capa do Dia

Instagram

Facebook

Rua Coronel Córdova, 84 . Centro . 88502-000 . Lages . SC . Brasil . Fone: 49 3221.3300 . correiolageano@correiolageano.com.br

CL+| Correio Lageano - Todos os direitos reservados ©