Conecte-se a nós

Notícias

Idosa e filho foram amarrados e torturados por bandidos

Published

on

Em 2015, cerca de 60 residências foram arrombadas na região - Foto: Adecir Morais/Arquivo/CL

O medo toma conta da comunidade rural do município de Painel, na Serra Catarinense. A tranquilidade de viver no interior deu lugar à insegurança e ao receio em ser a próxima vítima. Arrombamentos em residências são constantes na região de Casa de Pedra, Campo de Cima, Campo da Tigela, Curral Falso, Farofa, Faxinal Preto e Monte Alegre.

Na última sexta-feira (29), mãe e filho foram amarrados e torturados por bandidos na Localidade de Casa de Pedra. Uma parente das vítimas, que prefere não ser identificada, conta que as ocorrências de roubos na região são frequentes, devido, principalmente, a falta de policiamento. Ela descreve as cenas de terror que sua avó, de 86 anos, e seu tio passaram diante dos criminosos.

“Os bandidos invadiram a residência de minha vó de 86 anos, que mora com meu tio. Por volta da meia-noite, os dois estavam na cozinha se preparando para dormir, quando foram surpreendidos pela aproximação de um carro velho roncador. Meu tio ao abrir a porta foi atacado por um homem, supostamente baixinho e gordo, que imediatamente colocou uma sacola na cabeça do meu tio e o amarrou. Na sequência, outro rapaz alto e magro segurou minha vó e amarrou as mãos com o cabo da Televisão”, conta. Depois disso, outro homem entrou na casa e um quarto bandido ficou no carro. Depois de muito bagunçarem a casa, eles saíram após encontrarem cerca de R$ 500.

De acordo com os relatos da jovem, eles foram torturados. “Os dois sofreram um terror jamais imaginável. Jogaram água gelada nos dois. Colocaram a arma por três vezes na boca do meu tio. Ameaçavam queimar ele com água quente. A que ponto chegamos?”

As ameaças e o terror psicológico foram tão grandes que, temendo represálias, a família prefere não se identificar. Depois que os bandidos saíram da casa, na madrugada a idosa se soltou e chamou os vizinhos.

Boletim de ocorrência teria sido feito e as vítimas reivindicam patrulhamento nas áreas rurais. “Precisamos de mais segurança no interior. O que era um lugar tranquilo deu lugar à insegurança. Estamos sofrendo assaltos e roubos com muita frequência,” finaliza a neta da vítima.

>> Histórico_ Comprovando a afirmação da neta da vítima, matéria publicada pelo Correio Lageano em setembro de 2015, apontava como preocupante os furtos na região. Naquele ano foram em torno de 60 casas arrombadas. Mesmo de dia, os moradores temem deixar as casas sozinhas e colocam grades e cadeados para tentar conter a violência. A reportagem procurou a delegacia da Polícia Militar do município. O policial de plantão informou que em função do recesso, informações serão prestadas somente na próxima semana.

Comentários
Compartilhe
Anúncio

Capa do Dia

Anúncio

Instagram

Facebook

Anúncio

Rua Coronel Córdova, 84 - Centro - CEP: 88502-000 - Lages (SC) - Brasil . Contato - Fone: 49 3221.3300 e-mail: correiolageano@correiolageano.com.br

Todos os direitos autorais são propriedade/responsabilidade do Correio Lageano. A reprodução, adaptação, modificação ou utilização do conteúdo disponibilizado neste site, parcial ou integralmente, é expressamente proibida sem a permissão prévia por escrito do CL ou do titular dos direitos autorais.