Conecte-se a nós

Notícias

Hotéis-fazenda estão lotados para o feriadão de Páscoa

Published

em

Foto: Gislaine Couto

O frio é um dos atrativos turísticos da região, mas não apenas ele desperta o interesse dos turistas que vêm à Serra. O casal de Criciúma, Giulie e Jackson Araújo, com os filhos Emanuel (4 anos) e Gabriel (12 anos) pela terceira vez escolheram Lages como destino, por causa, principalmente, do sossego e do descanso que os hotéis-fazenda proporcionam. Com atividades e programação diferenciada, as pousadas serranas têm atraído cada vez mais público.

A Pousada Rural do Sesc, em Lages, está com ocupação máxima para este feriado conforme diz o recepcionista Marcio Jeferson Pires. O público é essencialmente formado por famílias e por isso a programação neste feriado será diferenciada, com atividades culturais para as crianças. 

No Boqueirão Hotel Fazenda e Resort de Campo, o feriadão de Páscoa se mostrou mais satisfatório que o do Carnaval. Segundo Eber Soares, coordenador de reservas, o hotel está com 98% de ocupação e ainda recebendo reservas, enquanto que no Carnaval a ocupação foi de 90%. Isso se deve ao fato, segundo a avaliação de Soares, de o frio ser o maior atrativo da região. Ele destaca que toda vez que há previsão de frio intenso, as reservas se acentuam e a procura pela cidade é maior.

Nesse feriado no resort, há programação diferenciada com atividades como “Caça ao Coelho” e entrega de chocolates, além das atividades rotineiras culturais e de lazer. Conforme a gerente da Fazenda de Turismo Rural Pedras Brancas, Janaína Gamborgi, a fazenda, que é uma das pioneiras no Brasil nesse segmento turístico, está com uma taxa de ocupação de 40%. Ela explica que a previsão de chuva ocasionou cancelamentos de reserva. No ano passado, a lotação foi máxima nesse feriado.

O turismo impulsiona a economia de forma geral, desde o turista que frequenta os postos de gasolina, farmácias, supermercados, padarias, bares e restaurantes, até mesmo todo o consumo interno e de serviços realizados pelos hotéis, que são comprados ou consumidos da economia local. 

 

Balanço

No Brasil, o turismo movimentou R$ 492 bilhões, entre atividades diretas, indiretas e induzidas, de acordo com dados divulgados pelo Conselho Mundial de Viagens e Turismo (WTTC). Os números se referem a 2015. O montante representa 9,6% do Produto Interno Bruto (PIB) nacional. Esses dados mostram a força do setor na economia nacional.

 

Encenação do Morro da Cruz traz turistas regionais

As encenações realizadas na Semana Santa atraem milhares de fiéis para Lages, principalmente na Sexta-feira Santa, no teatro da Paixão e Morte de Cristo, no Morro da Cruz. Segundo destaca o Executivo de Turismo de Lages, Luís Carlos Pinheiro Filho, esse espetáculo traz um público regional que acompanha a programação cristã. Ele avalia que há um incremento no turismo local.

Segundo Pinheiro, os hotéis-fazenda, nesse período, conforme dados de pesquisa telefônica realizada pela Secretaria de Turismo, estão com uma taxa de ocupação que se aproxima de lotação máxima, cerca de 95%, para permanência de três dias e dois pernoites. Na rede hoteleira urbana, a ocupação é menor. Esses dados mostram que a região serrana também está nessa média. Ele avalia que o turismo no Brasil, nos últimos três anos, mantém uma constância em relação à taxa de ocupação hoteleira e isso se reflete localmente.

 

 

Compartilhe

Rua Coronel Córdova, 84 - Centro - CEP: 88502-000 - Lages (SC) - Brasil . Contato - Fone: 49 3221.3300 e-mail: correiolageano@correiolageano.com.br

Todos os direitos autorais são propriedade do Correio Lageano e Portal CLMais