Hotéis fazenda da Serra inovam na programação – CL+
Conecte-se a nós

Turismo

Hotéis fazenda da Serra inovam na programação

Published

on

Fazenda do Barreiro terá até balada com DJ na virda - Foto: Suzani Rovaris

A média da taxa de ocupação dos hotéis fazenda na Serra Catarinense para o Réveillon já é de 100%. Isso acontece, ao menos nos cinco principais estabelecimentos da região que oferecem esta modalidade de serviço. Quem procura esses locais quer fugir do trânsito da cidade grande. Procura sossego num ambiente mais tranquilo e perto da natureza para relaxar. São famílias, casais e amigos vindos, geralmente, do Litoral Catarinense e até de outras regiões e dos estados vizinhos. Para atrair turistas, pacotes promocionais, brindes e até balada estão incluídos na programação.

Na Fazenda do Barreiro, por exemplo, que fica na Rodovia SC-114, em Urupema, tem 19 ocupações, entre apartamentos e suítes, e restam poucas vagas. Mas a expectativa para a virada de ano, segundo a secretária Thaís Pereira Pagani Arruda, é de lotação total. A direção caprichou na programação. Lançou um pacote de três diárias que contempla, refeição e lazer, e na noite da virada, uma ceia especial com distribuição de brindes. Mas a grande atração é a balada com um DJ que vai atravessar a noite. “Inovamos na programação organizando esta balada”, explica Thaís, que espera cerca de 40 pessoas. “Eles vêm, principalmente, do Alto Vale do Itajaí”, acrescenta.

Acomodações estão esgotadas

Na Fazenda do Boqueirão, em Lages, a situação se repete. São 35 apartamentos e acomodações para 120 pessoas e a expectativa é de lotação. “Os turistas começaram a chegar na sexta-feira e a maioria fica até dia 2”, explica o coordenador de reservas Eber Maciel Soares. Segundo ele, alguns turistas devem prolongar a estada.

Na Pousada Refúgio do Lago (Lages) ainda há aposentos disponíveis. Das 23 acomodações, metade está reservada. O gerente da recepção, Tiago Rafael Antunes observa que o turista opta por local com mais espaço e que ofereça diferentes atividades, principalmente, perto da natureza e longe do estresse gerado pelo cotidiano da cidade barulhenta.

Nesta virada do ano, a proprietária do Hotel Fazenda Pedras Pedras Brancas (Lages), Sônia Gamborgi, que atua no setor há 35 anos, abriu exclusividade para uma família de Chapecó. São 30 pessoas e a capacidade está esgotada.

No Pousada do Sesc, as 40 cabanas e os 20 apartamentos estão ocupados. São pacotes disponibilizados do dia 29 de dezembro ao dia 3 de janeiro. Lá o turista encontra atividades para toda a família. “Teremos um jantar de Révellon no dia 31, quando pode participar a comunidade em geral”, explica a responsável pelos eventos e recepção do Sesc, Patrícia Baccin.

>>Na cidade_ Nos hotéis urbanos, a lotação é mediana, porém, não desanimadora. Tradicionalmente, hospedam-se nesse período, turistas que estão de passagem para o Litoral. O movimento, segundo, Noeli Santos, do departamento comercial do Map Hotel, em Lages, começa na primeira semana do ano. “São turistas da Argentina, Uruguai e de diferentes estados”, garante.

Comentários

Turismo

Lugares para descansar explorar no Brasil

Published

on

Por

Foto: GB Imagem

Este ano está recheado de feriados prolongados. Agora já passou o Carnaval, a agitação ficou para traz e se você procura destinos para descansar, o Brasil está repleto de lugares maravilhosos, de fácil localização e por preços bem acessíveis.

O primeiro destino indicado para alguns dias de sossego é Porto Alegre, no Rio Grande do Sul. A capital gaúcha é tranquila, sendo possível visitar lugares históricos e culturais da cidade, como o Memorial do Rio Grande do Sul, “parcão” Moinho de Ventos e o parque da Redenção. Uma opção de hospedagem é o Deville Prime Porto Alegre, localizado próximo ao aeroporto. E para quem quer respirar ares europeus é possível fazer uma viagem de carro até Gramado, localizada a 100 km da capital.

Outra opção bem interessante é Curitiba. Os diversos parques, museus, bosques e praças da capital paranaense costumam chamar atenção de quem procura espairecer, se divertir e tomar um banho de cultura. Para relaxar e caminhar uma boa opção é conhecer o Jardim Botânico. A culinária italiana também é uma das atrações. O bairro de Santa Felicidade reúne restaurantes e vinícolas tradicionais da cidade, queridos por visitantes e moradores.

Mas se você prefere praia, então fique atendo a esta dica: praias desertas, cachoeiras, trilhas e Mata Atlântica dentro do Estado de São Paulo. Sim! A Ilha do Cardoso é considerada um refúgio puro e selvagem, onde quase não existem áreas urbanas. Para chegar à ilha, é preciso viajar até Cananeia, cerca de 260 quilômetros da capital paulista, e pegar um barco. Apesar do acesso não ser um dos mais fáceis, o cenário compensa: piscinas naturais das praias da Laje, Ipanema, Fole Grande e Fole Pequeno podem ser aproveitadas durante todo o dia. Com certeza vai valer a pena o esforço!

Apesar de ser um destino inusitado, Campo Grande a capital do Mato Grosso do Sul é uma cidade com muitas belezas naturais. No Parque Nações Indígenas é possível fazer uma trilha ecológica e conhecer alguns animais silvestres. A culinária fica por conta dos mais variados peixes de água doce: tilápia, pacu, pintado e piranha são algumas opções oferecidas pelos restaurantes. Outra opção é visitar Bonito. Conhecida como a capital brasileira do ecoturismo, o “paraíso” fica cerca de 300 km de Campo Grande. A região conta com muitas cachoeiras, rios e lagos com águas cristalinas, cavernas e trilhas que podem ser exploradas pelos turistas.

Para quem ama a combinação “fotografia e natureza”, Cuiabá, no Mato Grosso é o destino ideal. A capital é a porta de entrada para o Pantanal do Norte, bioma único que reúne características da Floresta Amazônica, do cerrado, da caatinga e da Mata Atlântica. Lá, é possível encontrar mais de 600 espécies de aves, 80 de mamíferos, 50 de répteis e 405 tipos de peixes, e o melhor jeito de explorar a região é a cavalo. Para quem deseja ficar apenas na capital, o parque Mãe Bonifácia é uma opção de lazer.

Cachoeiras, grutas e paisagens de tirar o fôlego. Tudo isso no coração do Estado da Bahia, mais precisamente no Parque Nacional da Chapada Diamantina. Por lá o contato com a natureza é constante, atraindo aventureiros de todos os cantos do país. Por ser uma região muito ampla, o carro se torna a melhor opção para não perder nenhum detalhe desse território tão rico.

Férias ou dias de descanso em lugares maravilhosos, aqui mesmo no Brasil é possível sim! Escolha seu destino, faça suas malas e tenha uma boa viagem!

Comentários
Continue Lendo

Turismo

Feriadão traz expectativa de ocupação máxima na Serra Catarinense

Published

on

95% das vagas para a Páscoa estão reservadas na Pousada do Sesc - Fotos: Susana Küster

Embora o frio característico da região e as festas típicas na Serra Catarinense impulsionem o turismo dos hotéis e pousadas das principais cidades. Este verão de 2018 também gerou grande procura aos pontos turísticos da região, lotando os hotéis.

O que representa um aumento de 10% a 15% nas hospedagens em relação ao ano passado, conta o gerente das Unidades do Sesc de Lages, Cláudio Renato Souza.

Depois de lotação máxima no feriadão prolongado de Carnaval, em Lages, os hotéis e pousadas da Serra Catarinense, também têm expectativa de fechar em 100% para os próximos feriadões.

O Sesc Pousada Rural, em Lages, já está com 95% das 150 vagas reservadas para a Páscoa, há mais de um mês. “A Serra é muito procurada nos feriadões. As pessoas começam a pensar em destinos diferentes da praia.” diz o gerente do Sesc.

Mesmo recebendo turistas de São Paulo, Paraná e Rio Grande do Sul, por exemplo, a maioria dos visitantes que se hospedam no local são do litoral catarinense. São pessoas que buscam por um lugar para descanso com vista para as paisagens típicas da Serra, conta Souza.

Urupema, a cidade mais fria do Brasil, também oferece atrativos em todas as estações. Para a Páscoa, a Fazenda do Barreiro, está trabalhando com pacotes de duas e três diárias por casal, informa Thaís Pereira Pagani Arruda.

O hotel que disponibiliza 19 acomodações, e abriga cerca de 50 pessoas está na expectativa de lotação máxima, como ocorreu no Carnaval. Feriado em lotou com um grupo de turistas do Paraná. Um dos principais atrativos é a cavalgada.

O São Joaquim Park Hotel, maior hotel daquele município, com 40 leitos, também já está fazendo reservas para o feriadão. A temporada de lotação máxima no município é na época do frio, nos meses de junho, julho e agosto.

Outras reservas

Muitos turistas também já garantiram sua vaga para o feriado de Corpus Christi, que coincide com a programação da Festa Nacional do Pinhão. A data é considerada uma das que a cidade de Lages mais recebe visitantes.

Da capital para serra: Samuel Pedro da Costa veio com a mulher e as duas filhas de Florianópolis para curtir a programação da Pousada Rural do Sesc. É a quinta vez que eles veem a Lages. Gostam muito da Festa Nacional do Pinhão e de passear no shopping. Para a viagem ser melhor, eles gostariam que o calçadão fosse mais bonito e seguro durante a festa.

 

Programação atrativa: Juliana e Rodrigo Camargo vieram de Chapecó com o filho para curtir o feriadão de Carnaval em Lages pela primeira vez. Eles contam que não puderam descansar nas férias e aproveitaram uma folga no trabalho de três dias para viajar. O clima agradável dessa época na cidade, além da hospitalidade conquistam os turistas. “Gostamos de ter atividades e aqui na Pousada do Sesc tem várias. Pretendemos voltar com a família e amigos”, afirma Juliana. Acostumados com o calor de Chapecó, eles não querem voltar na época mais fria do ano.

 

Curtir clima e gastronomia: Outro casal que veio com o filho aproveitar o feriadão foi Oldemir Jacinto Wild e Walmir. De Blumenau, eles gostaram do clima ameno da região, tanto é que já vieram quatro vezes para Lages. O filho deles, Arthur, gostou de brincar no parque da Pousada do Sesc. Já o casal adora o gosto caseiro da comida serrana. “Devido a correria, comemos mais lá (em Blumenau) comida industrializada. Da próxima vez, pretendemos trazer a família e amigos”.

Comentários
Continue Lendo

Turismo

Foz do Iguaçu recebe roda-gigante na tríplice fronteira

Published

on

Por

O Marco das Três Fronteiras, em Foz do Iguaçu (PR), conta desde 28 de janeiro com uma atração a mais para os turistas e moradores que visitam o local onde o Brasil demarca seu território com os vizinhos Paraguai e Argentina. Uma roda-gigante de 27 metros de altura permite uma visão privilegiada da região onde os rios Paraná e Iguaçu se encontram, além do obelisco brasileiro da Tríplice Fronteir

São 18 cabines fechadas com capacidade para transportar até 108 pessoas simultaneamente. Cada cabine transporte seis turistas e, seguindo o programa de acessibilidade do Parque Nacional do Iguaçu, a roda-gigante também disponibiliza gôndolas especiais para cadeirantes. O atrativo vai funcionar até o dia 28, das 16h às 22h.

05 02 18 Roda Gigante 2 Foz Iguacu

Foto: Marco das Três Fronteiras/ MTur/Divulgação

O Marco das Três Fronteiras, inaugurado em 20 de julho de 1903, é um dos principais símbolos da região de Foz do Iguaçu. O atrativo turístico estabelece a soberania e o limite territorial do Brasil com a Argentina e o Paraguai.

O marco é anterior a emancipação política da cidade de Foz do Iguaçu (1914), hoje um dos principais destinos turísticos do Brasil. O marco brasileiro é verde e amarelo. Do outro lado da fronteira, Argentina e Paraguai também ergueram obeliscos com as cores dos países vizinhos.

Quem vista o local também encontra o Memorial Cabeza de Vaca sobre a história da região de Foz do Iguaçu e do desbravador espanhol Álvar Núñez Cabeza de Vaca que teria sido o primeiro homem branco a “descobrir”, em 1542, as Cataratas do Iguaçu, uma das maravilhas da natureza, Patrimônio Natural Mundial da Unesco.

Durante o passeio, o visitante é imerso em uma projeção tecnológica que narra detalhes da riquíssima história da formação de um dos lugares mais encantadores do mundo. A experiência sensorial permite o envolvimento do turista com a formação cultural, histórica, política e geológica do encontro entre três países e dois rios.

Outro atrativo local é a Vila Cenográfica das Missões Jesuíticas do Marco das Três Fronteiras. A vila retrata o sistema espanhol de colonização da região que era habitada pelos Guaranis. A estimativa é de que uma população equivalente a 100 mil indígenas tenha sido catequisada em 30 missões jesuíticas entre o Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai.

Ao caminhar pelos ambientes do complexo turístico, os turistas “viajam” no tempo numa ambientação histórica que revive o ambiente sem fronteiras ocupado pelos jesuítas, onde viviam os índios nos séculos 16 e 17. O marco das Três Fronteira ainda oferece show de luzes multicoloridas, cortina d’água e apresentações culturais, além de restaurante, para quem visita o atrativo à noite.

LISTA DE MELHORES DESTINOS – A revista americana Forbes, uma das mais importantes publicações dos Estrados Unidos, destacou o destino brasileiro entre os melhores do mundo. As cataratas são consideradas pela revista como deslumbrantes e aparecem como o único representante do Brasil no Guia de Viagens da publicação, ao lado de 18 destinos turísticos.

O atrativo localizado, entre o Brasil e Argentina, recebeu no ano passado 1,8 milhão de visitantes – recorde de visitação anual – do lado brasileiro onde fica o Parque Nacional do Iguaçu.

Comentários
Continue Lendo

Turismo

Destinos turísticos para viajar e surfar pelo Brasil

Published

on

Por

Foto: Pedro Kirilos/MTur/Divulgação

Não é por acaso que o Brasil vive um momento de destaque no cenário mundial do surfe. Com cerca de 8 mil km de praias, os atletas despontaram para o esporte em diferentes pontos da costa brasileira. A onda que faz bem ao surfe, também é boa para o turismo de sol e mar. Os campeonatos que marcam os destinos de surfe no Brasil, não atraem só visitantes amantes do esporte, como também turistas que nunca se aventuraram em cima de uma prancha.

Fernando de Noronha é o maior exemplo de paraíso dos surfistas brasileiros e ocupa o topo das listas das mais belas praias do mundo. O destino, Patrimônio Natural Mundial da Unesco, é visitado por viajantes do Brasil e do mundo. A posição geográfica não só garante grandes ondas, principalmente nas praias do Cachorro, Conceição e Cacimba do Padre, como faz do destino de natureza e aventura um dos melhores pontos de mergulho do mundo e apresenta uma vida marinha exuberante. São cardumes de peixes, golfinhos, tubarões e tartarugas. Um cenário inesquecível com paisagens deslumbrantes, além de colônias e revoadas de pássaros marinhos que povoam a terra e o céu de Noronha.

A costa nordestina está cheia de destinos turísticos que casam perfeitamente com o esporte. Pipa e Baia Formosa, ao sul de Natal, são parceiras tanto em belezas e atrativos naturais como também na atração de turistas e surfistas para o Rio Grande do Norte. O mesmo ocorre com a paradisíaca Maracaípe, vizinha Porto de Galinhas, em Pernambuco, famosa pelas piscinas naturais na maré baixa. Três destinos turísticos da Bahia também se consagraram pela prática do surfe. Ilhéus, Itacaré e Praia do Forte estão na lista da “surf trip” dos sonhos de muitos esportistas.

Mesmo quem não é adepto do surfe admite que nossos mares são perfeitos e oferecem ondas perfeitas e, de quebra, paisagens fantásticas para todas as tribos do turismo brasileiro. O esporte já imortalizou alguns entre os mais badalados destinos capixabas, fluminenses e paulistas. No Espirito Santo, destacam-se Linhares e Guarapari. No Rio de Janeiro, Saquarema é a favorita dos surfistas na região turística dos Lagos. Entre os surfistas cariocas, o Arpoador e a Prainha, no Recreio dos Bandeirantes, são as mais concorridas. Já em São Paulo, Maresias (terra do primeiro campeão mundial brasileiro de surfe, Gabriel Medina) e Ubatuba são os destinos mais badalados entre os surfistas, além do Guarujá e Santos, esta última é considerada o berço do esporte no Brasil.

 

Santa Catarina

Santa Catarina é outro destino turístico importante. A capital, Florianópolis, concentra algumas das praias mais badaladas para a prática do esporte: Joaquina, Praia Mole e Campeche. A cidade é um destino completo, tanto pelos atrativos naturais, históricos e culturais, além de ser um polo gastronômico e de lazer para quem visita a ilha. Fora da capital, Garopaba sedia etapas de vários campeonatos nacionais e internacionais e figura entre as praias mais disputados do litoral catarinense, assim como as praias do Rosa e Guarda do Embaú, com muitas ondas durante o dia e agitação noturna. No Rio Grande do Sul, Torres com sua praia dos Molhes, recebe turistas, surfistas e visitantes ilustres como os lobos e leões-marinhos.

Fonte: Ministério do Turismo

Comentários
Continue Lendo

Capa do Dia

Instagram

Facebook

Rua Coronel Córdova, 84 . Centro . 88502-000 . Lages . SC . Brasil . Fone: 49 3221.3300 . correiolageano@correiolageano.com.br

CL+| Correio Lageano - Todos os direitos reservados ©