Conecte-se a nós

Notícias

“Gatos” estão na mira da Celesc

Published

em

Policiais e equipe da Celesc deixam a subestação da estatal em Lages para atender à ocorrência - Foto: Divulgação

Uma ação conjunta entre a Agência Regional de Celesc em Lages e a Polícia Militar (PM) resultou na retirada de três ligações clandestinas, os famosos “gatos, de residências no Bairro Guarujá, em Lages. A ocorrência foi registrada na Rua Ivan Meira. O furto de energia é crime e pode resultar em prisão.

De acordo com o gerente comercial da Celesc, Etamar Eger, foi constatada ligação irregular das residências até o poste da rua, sem medidor. Com o apoio da PM, a equipe da Celesc esteve no local e retirou as instalações irregulares. Os envolvidos, segundo Etamar,  eram reincidentes.

A PM informa que, quando chegou ao local, também percebeu que um dos envolvidos estava fumando maconha e dispensou pela janela em área de mata aproximadamente 60 gramas de cocaína, sendo feito procedimento para o autor dos fatos.

Os envolvidos foram conduzidos à delegacia para as providências e deverão responder por furto, crime previsto no Código Penal, passível de pena de reclusão. Um inquérito policial foi instaurado para apurar os fatos. A ocorrência foi registrada na tarde de quarta-feira e divulgada ontem (21).

Risco de vida

Etamar comenta que, além de ser crime, os gatos na rede elétrica representam um risco à segurança, pois são instalados sem equipamentos de segurança. Além disso, são as principais causas de incêndio em residências. Em Lages, os bairros com maior número de ligações clandestinas  são Ferrovia, Santa Catarina e Bela Vista.

Os furtos também prejudicam a qualidade de distribuição de energia nas regiões atingidas, isso porque as ligações irregulares causam sobrecarga no sistema e, consequentemente, queda de luz em áreas próximas.

Anúncio
%d blogueiros gostam disto: