Conecte-se a nós

Notícias

Fóssil de 13 milhões de anos é encontrado no Peru

Published

em

Redação Central, 30/06/2010, (EFE)

 

Uma equipe internacional de paleontólogos encontrou no deserto do sul do Peru o crânio e a mandíbula de um gigantesco e feroz antecessor dos cachalotes modernos, que viveu no local há cerca de entre 12 e 13 milhões de anos e devorava baleias.

 


O crânio tem 3 metros de comprimento e uma poderosa mandíbula dotada de dentes superiores e inferiores de até 12 centímetros de diâmetro e 36 centímetros de comprimento, que permitiam à criatura destroçar suas presas como fazem hoje as baleias assassinas, segundo um estudo publicado hoje na revista científica "Nature".

 


Porém, uma baleia assassina, que mede menos de 9 metros de comprimento, parece anã ao lado desta espécie hoje extinta.

 


Trata-se do fóssil maior de cachalote achado até o momento e calcula-se que o tamanho do seu corpo era de entre 13,5 e 17,5 metros.

 


"Com os dentes e a mandíbula, o animal podia se alimentar de grandes presas e os vertebrados mais abundantes nessa região eram baleias", declarou o paleontólogo francês Olivier Lambert, do museu de história natural de Paris, um dos autores do estudo.

 


A linhagem dos modernos cachalotes se manteve até hoje com um menu diferente, consistente em lulas.

 


O fóssil, em bom estado de conservação, se encontra no museu de história natural de Lima.

 

Foto: (EFE)

Compartilhe

Rua Coronel Córdova, 84 - Centro - CEP: 88502-000 - Lages (SC) - Brasil . Contato - Fone: 49 3221.3300 e-mail: correiolageano@correiolageano.com.br

Todos os direitos autorais são propriedade do Correio Lageano e Portal CLMais