Conecte-se a nós

Negócios

Fort Atacadista pesquisa antes de investir em Lages

Published

em

O Fort Atacadista é pioneiro no ramo em Santa Catarina - Foto: Chan/ WeArt/ Divulgação

Mesmo Lages contando com grandes atacadistas como o Maxxi, Big e Stock, a rede Fort Atacadista fez pesquisa de mercado e sondou a aquisição de um terreno comercial entre 15 mil e 20 mil metros quadrados.

O anúncio da implantação do Fort Atacadista em Lages, feito esta semana, obteve ampla repercussão na cidade. A chegada do novo empreendimento renova as esperanças de quem está desempregado, sobretudo, porque impulsiona as contratações e influencia positivamente a economia, refletindo na arrecadação de impostos e na movimentação econômica.

Com a expansão, grande parte dessa mão de obra pode ser absorvida dentro do próprio município. Estão previstas, também, para a cidade, até o ano que vem, a instalação da empresa Berneck e a segunda loja da Havan.

Recentemente, o Grupo Pereira anunciou a primeira unidade do Fort Atacadista no Oeste Catarinense, em Chapecó. Lá, o empreendimento deve gerar 200 novos postos de trabalho. Se o Fort Atacadista, pioneiro no segmento “atacarejo” em Santa Catarina, for implantado em Lages, será a 19ª loja no Estado, e a primeira na Serra Catarinense. Atualmente, são 28 unidades no Brasil.

A assessoria do Fort Atacadista em Santa Catarina não antecipou informações oficiais sobre o investimento em Lages. Isso porque, o grupo não costuma fazer divulgação com antecedência. Normalmente, a direção se pronuncia próximo à inauguração, assim como aconteceu em Chapecó, que tem previsão para inaugurar a loja em junho. A precaução tem explicação, pois grandes empreendedores não divulgam seus negócios para não atrapalhá-los, a começar pela aquisição do terreno.

Especula-se que o investimento na unidade de Lages pode se aproximar de R$ 40 milhões, mas nada disso foi confirmado pela assessoria. Pelo que foi apurado, o Fort Atacadista só vai começar a operar na Serra, ano que vem.

Investimento em época de retomada

O assessor de Relações Institucionais da Secretaria do Desenvolvimento Econômico Sustentável de Santa Catarina,  Juliano Chiodelli, falou sobre a instalação. O Fort Atacadista se destaca por ser uma das empresas que mais crescem em seu segmento no Brasil, possui um grande número de unidades e agora expande suas atividades na Serra Catarinense. Este é um investimento importante para Lages, pois irá gerar, aproximadamente, 200 empregos, num momento marcado pela retomada econômica no Estado”, disse.

O Secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo de Lages, Mário Hoeller de Souza (Marião), confirmou que uma empresa terceirizada esteve em Lages em novembro pedindo informação sobre um terreno em área comercial com dimensões na faixa acima de 15 mil a 20 mil metros quadrados.

“E sem pedir nenhum tipo de incentivo”, assegura. Para Mário, a expectativa é que, realmente, o Fort Atacadista se instale aqui. E até usou as palavras do dono da Havan, Luciano Hang, quando anunciou a segunda loja na cidade, ao incitar os lageanos a acreditarem mais na cidade.

Seus argumentos estão baseados nos números. São 110 lojas no Brasil e Lages é a 10ª em faturamento, mesmo sendo uma das menores quando se trata de área construída. “Ele, como outros empreendedores, fazem pesquisa de mercado e acreditam em Lages.”

CDL

O presidente da Câmara de  Dirigente de Lages (CDL), Marcos Tortelli, destaca que é bandeira da instituição apoiar o desenvolvimento econômico da cidade e da região. A instalação de novos empreendimentos é sempre muito bem-vinda e essencial para a geração de empregos, renda e manutenção da economia da cidade. “Vale destacar que muitos investimentos ainda agregam o interesse de seus parceiros e fornecedores em também acreditar na cidade e seu potencial”, disse o presidente.

Anúncio
Anúncio

Capa do Dia

Anúncio

Facebook

%d blogueiros gostam disto: