Conecte-se a nós

Notícias

Fogo destrói empresa e bombeiros salvam casas, em Ponte Alta

Published

on

Tumulto por causa do incêndio que destruiu uma empresa e possui 49 funcionários - Fotos: Susana Küster

Da BR-116 era possível ver uma fumaça densa e escura vinda do Bairro Vila Nova, em Ponte Alta. Quanto mais perto do barracão da empresa Corona Indústria e Comércio de Chocolate, mais era difícil respirar sem se sentir mal com o cheiro forte de fumaça e com o calor intenso que vinha das chamas.

Quando o fogo começou, por volta das 14 horas, houve uma gritaria e os 49 funcionários saíram correndo, uns pelas duas portas da frente e outros por uma porta dos fundos. Só que alguns estavam em um ambiente que não tinha como sair pelas portas e para conseguirem fugir, o Corpo de Bombeiros precisou quebrar a parede. O relato é da funcionária Adriana de Liz, 38 anos, que diz que sua colega de trabalho, Camila Souza, foi a única que se feriu. Ela quebrou o braço quando quebrou os vidros de uma janela para tentar sair do espaço com as colegas. “Quando eu ouvi que estava pegando fogo, já começou cair o telhado da empresa, foi tudo muito rápido”.

Possível causa_ Muitos moradores iam até o local para ver de perto o incêndio que começou na parte superior da estrutura do barracão, quando se fazia a solda em uma armação que tinha objetivo de segurar uma placa na fachada da fábrica. Mas os bombeiros farão uma perícia para verificar a causa do incêndio e divulgar oficialmente o motivo.

Para apagar as chamas, foram necessários mais de 30 mil litros de água e cinco viaturas do Corpo de Bombeiros de Lages e Correia Pinto, além de apoio de um caminhão tanque da concessionária da BR-116, Autopista Planalto Sul.

O comandante de área, tenente do Corpo de Bombeiros de Lages, Thiago Silva, explicou que foi preciso derrubar as paredes do barracão com duas retroescavadeiras da prefeitura de Ponte Alta, porque as estruturas poderiam cair nas casas. O combate ao incêndio foi feito de fora para dentro devido ao risco de desabamento e, como o material do barracão era do tipo combustível, os bombeiros, depois de derrubarem as paredes, precisaram resfriar as estruturas internamente para que o fogo não perdurasse.

Comunidade se chocou com a notícia do incêndio

Bombeiros apagaram o incêndio de fora para dentro

Comentários
Compartilhe
Anúncio

Capa do Dia

Anúncio

Instagram

Facebook

Anúncio

Rua Coronel Córdova, 84 - Centro - CEP: 88502-000 - Lages (SC) - Brasil . Contato - Fone: 49 3221.3300 e-mail: correiolageano@correiolageano.com.br

Todos os direitos autorais são propriedade/responsabilidade do Correio Lageano. A reprodução, adaptação, modificação ou utilização do conteúdo disponibilizado neste site, parcial ou integralmente, é expressamente proibida sem a permissão prévia por escrito do CL ou do titular dos direitos autorais.