Conecte-se a nós

Entretenimento

Festival de Bandas e Fanfarras em comemoração ao aniversário de Lages

Published

em

Festival de Bandas e Fanfarras será sábado (25) às 13h30min no Jones Minosso - Foto: Divulgação

A música é tida como um bálsamo para muita gente, e comemorar aniversário ao som de canções conhecidas mundialmente é melhor ainda. No próximo sábado (25 de novembro) será promovido o Festival de Bandas e Fanfarras Vitória Rodrigues da Silva, pela Associação Serrana de Bandas e Fanfarras (Asbafan) e Secretaria Municipal da Educação no Ginásio Jones Minosso às 13h30min, com entrada gratuita. O evento faz parte da programação dos 251 anos da fundação de Lages, comemorados nesta quarta, dia 22. O horário, anteriormente agendado para as 9h, foi modificado em razão de compromissos e da distância de algumas cidades participantes.

Serão realizadas apresentações de 23 corporações dos municípios de Lages, Painel, Correia Pinto, São José do Cerrito, São Joaquim, Bocaina do Sul e Rio do Sul, com participação de aproximadamente 920 estudantes da rede pública municipal e estadual. O presidente da Asbafan e professor no Centro de Atenção Integral à Criança (Caic) Nossa Senhora dos Prazeres, maestro Douglas Antonio da Silva, contabiliza que mais da metade dos alunos a se apresentarem no fim de semana são de Lages. “Em torno de 560, de 14 escolas municipais e estaduais.” Desta vez não haverá participação da Megabanda devido à logística e pelo. A Megabanda é formada por 500 alunos de 16 escolas.

Cada banda de crianças e adolescentes terá 15 minutos de apresentação, conforme acertado em congresso técnico. Haverá prêmio de participação para cada uma das 23 bandas e fanfarras, como estímulo ao progresso de seus músicos e musicistas. Três jurados irão avaliar critérios como musicalização, postura, garbo e sincronia. Consistirá no presidente da Associação de Bandas e Fanfarras do Estado de Santa Catarina (Abanfaesc), Gilberto Orsi; o maestro da Banda Municipal Modelo de Rio do Sul, Marcelo Bertoldi, e o maestro da orquestra da Associação Lageana de Assistência ao Menor (Alam), Luís Augusto de Medeiros. O Festival tem o apoio da Secretaria Municipal da Educação/Prefeitura, Secretaria do Desenvolvimento Econômico e Turismo, Fundação Cultural de Lages (FCL), Escola de Artes Elionir Camargo Martins e 26ª Gerência Regional de Educação (Gered).

O evento de sábado servirá como preparação ao Campeonato Sulbrasileiro de Bandas e Fanfarras, em setembro de 2018. “Existem enormes chances de Lages ser a sede. Estamos em conversação, o pessoal de Florianópolis virá fazer algumas considerações, mas está 80% certo”, observa o professor Douglas. Na ocasião do Campeonato Lages irá recepcionar instrumentistas de Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Paraná, Rio de Janeiro, São Paulo e Mato Grosso do Sul. Serão em torno de 70 corporações com três a quatro mil alunos.

Por que Vitória?

O Festival leva o nome da garota Vitória que em novembro de 2015 foi vítima de um homicídio no bairro Bela Vista. Ela era baliza da banda e aluna da Escola de Educação Básica (E.E.B.) Professor Armando Ramos de Carvalho, no Promorar. Perdeu a vida precocemente, aos 14 anos.

O maestro Douglas reitera que houve edições anteriores do Festival, porém, esta será a estreia com o novo nome, uma homenagem à adolescente Vitória. “Este será em proporções bem maiores”, adianta.

Anúncio
clique para comentar

Deixe uma resposta

Anúncio

Capa do Dia

Anúncio
Anúncio

Cinema

Facebook

Anúncio
%d blogueiros gostam disto: