Conecte-se a nós

Turismo

Festa em homenagem à imigração japonesa encanta público

Published

em

O grupo Sakura Daiko fez um show de taiko (tambores) - Fotos: Núbia Garcia

Quando Mariana Sanpietro, de 5 anos, avistou uma mulher com traje típico japonês, ficou encantada. A pequena estava deslumbrada com tsuros (pássaros em origami) pendurados por toda parte, árvores floridas e a grande quantidade de pessoas que passeavam pelo Parque Jonas Ramos (Tanque) na manhã de sábado (21). Abraçada ao seu cachorro de estimação, ela estava atenta a tudo.

Mariana foi até o Tanque, onde acontecia a primeira edição do Lages Matsuri, acompanhada pelos pais, Silvane Siqueira, 34 anos, e Jean Sanpietro, 32 anos, que não perdiam nenhum momento de deslumbre da garota e registravam tudo em fotos no smartphone.

“Esta é a primeira vez que a nossa família tem contato com a cultura japonesa, este evento está muito bonito e atrativo. Somos descendentes de italianos e o que conhecemos são as tradições dos nossos antepassados, por isso é muito interessante conhecer sobre os descendentes de japoneses”, comenta Jean.

Outra família deslumbrada com o evento foi a da professora Cristiane de Oliveira, 40 anos. Vestida com uma blusa típica da cultura daquele país, a professora visitou o evento com o marido, Kleverton Silva, 36 anos, e do filho Kauan, 9 anos.

“Sou uma apreciadora da cultura oriental, especialmente a japonesa. Quando era menina sempre brincava que queria fazer plástica para ter os olhos puxados (risos). Este evento está muito lindo, amamos participar”, garante.

Apesar do rostinho bem brasileiro, Karoline Andrade Kitabayashi, 17 anos, é descendente de japoneses e a parte paterna de sua família mora no Japão, país que a garota já visitou algumas vezes. “Um evento como este é muito importante para aproximar a comunidade japonesa. Eu mesma não sabia da existência da Associação [Nipo-Brasileira de Lages]. Achei ótimo ter este contato e ver a divulgação das tradições de parte da minha família”, conta a menina, que foi ao evento com a mãe, Karla Andrade, 34 anos, e a avó, Alda Andrade, 53 anos.

Lages Matsuri

O Lages Matsuri, evento promovido pela Fundação Cultural de Lages (FCL) e Associação Cultural Nipo-Brasileira de Lages, em comemoração aos 110 anos de imigração japonesa no Brasil, atraiu centenas de pessoas ao Parque Jonas Ramos (Tanque).

Shows de dança e taiko (tambores japoneses), apresentações de judô e karatê, demonstração com espadas, oficinas de origami, bonsai e mangá, além de comidas tradicionais como sushi e yakissoba, foram as principais atrações do evento.

“O evento foi um sucesso e muito bem prestigiado, serve para comemorar a data da imigração, mas também para tornar a associação mais conhecida. É importante que as pessoas conheçam o trabalho que fazemos aqui em Lages, pois todo descendente será muito bem acolhido”, comenta a secretária da Associação Nipo-Brasileira de Lages, Flavia Anan Saiki.

  • Durante a tarde aconteceram apresentações de judô e karatê

  • Cristiane é apaixonada pela cultura oriental, especialmente a japonesa

  • Flavia Anan Saiki, secretária da Associação Nipo-Brasileira de Lages

  • Mariana ficou encantada ao ver a mulher com traje típico do Japão

  • A família paterna de Karoline (ao centro) mora no Japão

  • A oficina de bonsai atraiu pessoas interessadas pelo cultivo árvores em miniatura

  • Cerca de mil tsuros (pássaros em origami) foram confeccionados pelas famílias da Associação Nipo-Brasileira de Lages, especialmente para o evento

Anúncio
%d blogueiros gostam disto: