Essencial

Férias de verão é sinônimo de cruzeiros!

Published

em

A temporada de cruzeiros começa somente em novembro, mas a corrida para garantir o melhor lugar já é grande. Esses hotéis em alto mar atraem, todos os anos, milhares de pessoas que buscam aproveitar o verão do Litoral Latinoamericano. Com shows, piscinas, atividades ao livre, cassino, alimentação e bebida à vontade, e muitas outras atrações. Mas é sempre bom ficar atento a diversos detalhes que, claro, poderão ser solucionados por um agente de viagens.

Atualmente, existem algumas opções de navios, que variam bastante de acordo com a experiência que se deseja ter. Há cruzeiros que são 3 estrelas, e até aqueles que chegam a 6 estrelas. Dito isso, cabe a você escolher, agora, qual o tempo, local de saída e a variedade de lazer que deseja ter em alto mar. 

De novembro deste ano a março de 2020, companhias marítimas como Pullmantur, MSC e Costa estão com pacotes de viagem com saídas do Brasil, para passeios que ficam na própria costa brasileira, aqueles que vão para a Argentina e o Uruguai, por exemplo. Por isso, no processo de escolha do passeio, o roteiro é um dos principais itens a ser visto pelos passageiros, afinal, é essa decisão que também definirá a experiência de viagem.

Neste ano, por exemplo, os catarinenses foram agraciados com a volta do MSC Sinfonia, saindo do Porto de Itajaí. Com destinos como Punta Del Este, Montevidéu e Buenos Aires, esse cruzeiro retorna ao Litoral Catarinense com força total e facilita ainda mais o passeio, devido à proximidade entre as cidades.

Os roteiros deste navio são, em sua maioria, de 7 dias. Mas as opções de tempo variam de acordo com a companhia e o local de saída. Geralmente, são de 3, 5, 7 e até mais de 20 dias, caso queira uma viagem mais longa que compreenda Brasil e Europa, por exemplo.

As refeições dentro do cruzeiro também é algo variável. Em muitos deles já estão incluídas as cinco refeições diárias, como café da manhã, almoço, chá da tarde, jantar e buffet da meia-noite. Contudo, essas questões poderão ser melhor sanadas com um agente de viagem, por meio de um atendimento personalizado. Ainda no que se refere à alimentação, o consumo de bebidas também varia de acordo com o cruzeiro. Há empresas que trabalham com o sistema “tudo incluído”, com uma carta de bebidas pré-definida, alcoólicas e não alcoólicas. Também há os navios que oferecem pensão completa e bebidas nas refeições; assim como tem aqueles com pensão completa, mas bebidas à parte.

Sobre as atrações, a maioria faz parte do pacote. Pagar algo dentro do navio, somente o que não foi contratado com a agência de viagem. Geralmente, o que se paga é cassino, excursões nas paradas, lojas, fotografias, entre outros. Aí entra outra questão: será que preciso levar dólar?

Atualmente, não é mais obrigatório ter moeda estrangeira em espécie. Se você possui um cartão de crédito internacional, poderá fazer uma calção e as despesas que utilizar serão debitadas do cartão. Alguns navios com sistema tudo “incluído” podem aceitar o real, mas é bom consultar antes de embarcar.

Documentação e bagagem

Dois itens importantíssimos antes de qualquer viagem, os documentos e bagagem estão no topo da lista de dúvidas. Primeiro, com relação à documentação, vai depender do destino. Se o passeio compreende apenas o Litoral Brasileiro, Buenos Aires e Montevidéu, por exemplo, apenas oRG atualizado é suficiente. Agora, se a viagem compreende um destino europeu ou até mesmo norteamericano, por exemplo, é necessário passaporte e visto. Mas, novamente, a consulta a um agente é indispensável.

A bagagem depende de pessoa para a pessoa. Como os passeios costumam durar em torno de uma semana, levar uma mala com bastante roupas leves, principalmente por causa do calor do verão, é uma boa dica. Não há restrições de peso por mala, o passageiro somente não poderá levar secador de cabelo, prancha de cabelo e ferro de passar roupa, devido às normas de segurança dos navios.

Destinos mais procurados

De acordo com a gerente da CVC Lages, Ediane Bachmann, os cruzeiros mais procurados em Santa Catarina são aqueles que compreendem Buenos Aires e Montevidéu no trajeto, como o MSC Sinfonia, pois sai do Porto de Itajaí; e outro, é o MSC Seaview, devido à tecnologia e modernidade do navio. Lançado em junho do ano passado, traz um design completamente inovador e elegante com muita diversão para tornar sua viagem de cruzeiro inesquecível. Há passarelas de vidro sobre o mar e promenades 360º nos dois lados, permite uma vista completa do oceano para ser apreciada. Além disso, conta com opções gastronômicas variadas em nove restaurantes diferentes, entre outras atrações.

Como fazer um cruzeiro

Se você já quer preparar suas férias de verão em alto mar, pode procurar uma agência da CVC em Lages. Na loja do Angeloni ou no Lages Garden Shopping, os consultores estão preparados para, junto do cliente, escolher o cruzeiro que mais tem a ver com o seu perfil. Seja para embarcar nesta temporada, entre dezembro a março de 2020; ou até mesmo algum passeio mais longe com outros destinos, não faltam opções na agência para programar sua viagem. Agora, fique com 8 dicas para saber antes de embarcar neste passeio marítimo.

8 dicas para antes de embarcar

Parcelas: Depois de escolher o itinerário perfeito, é hora de começar a pagar as parcelas, sejam elas em boletos ou cartão de crédito. A melhor dica é se programar para pagar todas antes de viajar, assim, quando voltar do passeio não irá se preocupar com isso.

Economias: Embarcar a bordo de um navio é uma tentação, tanto com o shopping e cassino no interior do navio, quanto nas paradas, que chegam a ser mais tentadores ainda. Por isso, é importante fazer aquela economia e todo mês guardar um dinheiro para levar a bordo e trazer muitas lembrancinhas. Além disso, sempre é bom levar algum dinheiro reserva, pois nunca sabemos se vamos passar por alguma eventualidade.

Seguro Viagem: Muitas pessoas devem pensar o quão “bobo” pode ser fazer um seguro viagem, mas não é mesmo. Independentemente se o cruzeiro for internacional ou nacional, o seguro é importante, assim te previne e te deixa mais tranquilo caso aconteça algo. Vale lembrar que as consultas médicas a bordo são pagas à parte e custam caro.

Bagagem: Procure levar o necessário sempre. Isso facilitará até mesmo para o passageiro a bordo. Pesquise com o agente de viagem, ou até mesmo no site do cruzeiro, o que o quarto possui, o que você terá direito e todas as informações necessárias, assim não precisará levar bagagem de mais ou de menos. Mas não se esqueça de incluir roupas da estação do destino e de gala.

All Inclusive: Mesmo sendo um pouco mais caro, vale a pena contratar um all inclusive (tudo incluído) e ficar livre de pagar por alguns itens extras, como as bebidas. O passageiro deve curtir de todas as formas sem se preocupar com absolutamente nada, inclusive, com a  alimentação.

Medicamentos: Durante a noite, o navio pode aumentar a velocidade para chegar à próxima parada mais rápido e isso pode causar um certo enjoo em quem estiver a bordo. Leve os principais remédios, especialmente, se já toma algum, não pode esquecer.

Bagagem de mão: Não se esqueça de levar na bagagem de mão os documentos principais, como voucher, RG, CPF, passaporte (em caso de viagens internacionais) e cartão de crédito. Esses são alguns dos que não podem faltar, até mesmo para facilitar na hora de fazer o check in no porto.

Passeios nas paradas: Faça uma pesquisa sobre todos os lugares que o navio irá parar e também sobre os preços de passeios antecipados. Ao descer, o que não vai faltar são guias locais oferecendo passeios, é interessante pesquisar e ver se compensa fechar algum roteiro antes ou na hora. Leve uma mochila pequena apenas com o básico: celular, toalha, roupa extra e dinheiro. Evite sair com bolsas grandes e que chamem atenção.

Fonte: Qual Viagem

clique para comentar

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com