Conecte-se a nós

Notícias

Ex-promotor visita antigo Fórum Nereu Ramos

Published

on

Mário Edgar Wolff foi promotor em Lages e atuou no antigo fórum - Foto: Fabrício Furtado/ Divulgação

A decisão de reabrir o Museu Histórico Thiago de Castro (MTC) aos sábados, feriados e durante as férias tem rendido uma média de 30 visitas por dia.

Durante a primeira semana de 2018, tanto o MTC quanto a Fundação Cultural de Lages (FCL) têm recebido inúmeros turistas de outras cidades, e, uma dessas foi do ex-promotor de Justiça, Mario Edgar Wolff, de 83 anos.

Nascido em Joinville, tem pais lageanos, e em 1944 sua família retornou a Lages. Passou pela Escola Vidal Ramos, Colégio Diocesano e formou-se em Direito, em Curitiba, em 1960.

Nos anos 70 foi Promotor de Justiça no Fórum Nereu Ramos. Em 1977, foi para Blumenau, onde se aposentou.

Agora, 40 anos depois, volta para reviver as memórias do antigo Fórum que hoje abriga o Museu Histórico Thiago de Castro e a Fundação Cultural de Lages.

Mario visitou todas as dependências do prédio do antigo Fórum Nereu Ramos e a cada espaço parava e baixava a cabeça para resgatar os cinco anos que passou atuando como promotor da Segunda Vara Criminal de Lages, entre 1972 e 1977 em Lages.

Das lembranças, recorda com carinho de nomes importantes da Justiça lageana, como do diretor e juiz do Fórum, Vilson Vidal Antunes, juiz José Joaquim Lisboa, juiz Hélio Veiga Magalhães, Dona Lia, que era escrivã da segunda Vara Criminal, o escrivão do cartório da Vara Civil Luiz Carlos Silva (o famoso Tio Lisca), e oficiais de justiça Bráulio e Rogério, entre outros.

Ao passar pela sala onde fica o acervo documental do MTC, Wolff lembra que ali ficava a sala do Juiz de Paz, Francisco dos Santos Machado, mais conhecido por Machadinho. “Aqui o Machadinho organizava as filas de casais”, relembra.

Dos advogados, ele fala de Cid Couto, Erasmo Furtado e Murad Mussi. “Cid Couto era explosivo e incisivo, Furtado era mais calmo e Murad surpreendeu por sempre ter atuado na área civil, mas em um processo atuou como criminalista dando um verdadeiro “show” de defesa.

O crime do hotel do Coral

Sobre os casos mais importantes em que participou, Wolff conta sobre o assassinato de um empresário do Bairro Coral, dono de um hotel, por uma quadrilha do Rio Grande do Sul.

Segundo ele, o empresário tentou reagir e foi baleado pelo chefe da quadrilha que foi preso pela polícia. “O bandido foi ferido e encaminhado para o Hospital Nossa Senhora dos Prazeres. Em frente ao hospital, populares clamavam aos médicos que deixassem o atirador morrer,” recorda.

Depois, o assassino foi levado para o julgamento no Fórum. “O que nunca esqueço é que durante o seu julgamento ele olhava fixamente para mim e para o juiz. Perguntei o motivo daquela atitude e ele disse: quando sair da cadeia, pretendo voltar a Lages!”.

A sala dos Passos Perdidos

Hoje, onde é o auditório Mario Augusto de Sousa, nas dependências da FCL, era o Salão do Júri do antigo Fórum. Mario Wolff circulou pela sala e relatou como era o procedimento. “Havia os debates, duas horas para acusação, duas horas para defesa. Se eu pedisse réplica, tinha mais uma hora de trabalho, o mesmo valia para a defesa. Então, como dizem os lageanos: nós varávamos as noites”. Essa sala aqui, nós, promotores e advogados chamávamos de “A Sala dos Passos Perdidos”, pois caminhávamos para lá e para cá durante horas. E por qual motivo o nome? Quem perdesse a causa, teria caminhado em vão”, diz.

O Museu Thiago de Castro está aberto para visitação de terça a sexta-feira das 8h30 às 12h, e das 14h às 17h e aos sábados das 9h às 13h.

A Fundação Cultural também está atendendo normalmente, inclusive com exposição fotográfica “Revivendo o Passado – Uma Viagem no Tempo”, que mostra a Lages de 1907 até a década de 1970.

Comentários
Compartilhe

Notícias

Notícias de segurança

Published

on

Por

Colisão

Corpo de Bombeiros, Samu e Polícia Militar foram acionados para atender a uma colisão, na Avenida Presidente Vargas, em Lages, por volta das 23h30 de domingo (15). O acidente aconteceu quando um Celta atingiu a traseira de uma Kombi que comercializa cachorro quente, estacionada em frente a concessionária Via Serra.

Não foram divulgados os nomes dos envolvidos, tampouco seu estado de saúde após o ocorrido. De acordo com a PM, os ocupantes do carro foram conduzidos pelo Corpo de Bombeiros e Samu ao Hospital Nossa Senhora dos Prazeres, e o veículo foi recolhido ao pátio.

 

Princípio de incêndio

Também no domingo (15), por volta das 22h35, o Corpo de Bombeiros foi chamado para atender a um princípio de incêndio em vegetação, ocorrido na Rua João Lemos Machado, no Bairro Morro Grande, em Lages. O fogo atingiu cerca de 60 metros quadrados, mas foi facilmente controlado. Não houve vítimas.

 

Briga

No início da tarde de domingo (15) o Corpo de Bombeiros de Lages foi acionado para atender a dois homens que se envolveram em uma briga, na Avenida João Goulart, Bairro Tributo, em Lages. Após um desentendimento, M.S. e A.L. se agrediram usando pedaços de madeira e uma foice.

M.S. tinha ferimentos na parte da frente da cabeça e estava desorientado. A.L. tinha ferimentos na parte de trás da cabeça, mas estava lúcido. Segundo informações do Corpo de Bombeiros, ambos tinham sinais de embriaguez e foram levados para a emergência do Hospital Nossa Senhora dos Prazeres.

 

Comentários
Compartilhe
Continue Lendo

Notícias

Mais um atropelamento na BR-282, em Lages

Published

on

Por

Um adolescente, menor de idade, foi atropelado enquanto andava de bicicleta pelo acostamento da BR-282, nas proximidades do Motel Villages, em Lages. O acidente aconteceu por volta das 19h30 de domingo (15), no KM 214.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF) de Lages, o acidente aconteceu quando M.A.S.O., 65 anos, saiu da pista e atingiu a traseira da bicicleta. O homem dirigia uma Triton L200, com placas de Lages e, segundo a PRF, tinha indícios de embriaguez, porém se recusou a fazer o teste do bafômetro.

O Corpo de Bombeiros atendeu à vítima, que foi encaminhada para o Hospital Infantil Seara do Bem, em Lages, com ferimentos no rosto e suspeita de fratura no fêmur direito.

 

Colisão na Avenida das Torres

Ainda no domingo a PRF registrou outro acidente provocado por embriaguez, também na BR-282, nas proximidades do Lages Garden Shopping.

Um Kadett com placas de Lages  trafegava pela marginal da rodovia em velocidade acima da permitida, quando perdeu o controle e invadiu o canteiro que divide a Avenida das Torres, batendo contra o poste do sistema de monitoramento da Polícia Militar.

De acordo com a PRF o condutor E.S.M., cuja idade não foi divulgada, foi submetido ao bafômetro, que constatou alto índice de ingestão de álcool. Ele foi conduzido para a Central de Polícia, para os procedimentos legais.

Comentários
Compartilhe
Continue Lendo

Notícias

Justiça arquiva delação contra Raimundo Colombo

Published

on

Por

Foto: Arquivo CL

O processo que apurava a delação premiadas envolvendo o então governador de Santa Catarina, Raimundo Colombo, foi arquivado.  O juiz Fernando Vieira Luiz, da 2ª vara criminal da Capital, aceitou a recomendação do Ministério Público de Santa Catarina. A informação foi divulgada pelo jornalista da NSC, Upiara Boschi. 

A delação envolvia integrantes do PSD apontados como beneficiários de R$ 10 milhões da empresa JBS. O acordo envolvia dinheiro para campanha eleitoral em troca da venda da empresa estatal de água e saneamento, Casan.

Colombo foi denunciado em abril. A Procuradoria-Geral da República ainda não havia apresentado uma denúncia sobre essa investigação,  a investigação estava com  27ª Promotoria de Justiça, que atua na área de moralidade administrativa.

Em um parecer de 14 páginas, a promotora Rosemary Machado Silva entende que a narrativa do delator Ricardo Saud, ex-executivo da JBS, não sobrevive à contextualização dos fatos.

Comentários
Compartilhe
Continue Lendo

Rua Coronel Córdova, 84 . Centro . 88502-000 . Lages . SC . Brasil . Fone: 49 3221.3300 . correiolageano@correiolageano.com.br

CL+| Correio Lageano - Todos os direitos reservados ©