Conecte-se a nós

Entretenimento

Uma das maiores atrizes brasileiras se apresenta em Lages

Published

em

Foto: Gislaine Couto

Aos 84 anos de idade, 65 de carreira, uma das mais consagradas atrizes brasileiras subiu ao palco do Teatro Marajoara em Lages e encantou o público com seu talento e carisma, mostrando sua paixão também pela música.

O musical Casos e Canções, interpretado por ela ao lado de seu filho Johnie Beat e do pianista Wiliam Paiva, é baseado nas memórias da longa carreira da atriz e em compositores e intérpretes da Música Popular Brasileira (MPB), como Inezita Barroso, Baden Powell, Vinicius de Moraes, Lupicínio Rodrigues, Ferreira Gullar, Villa Lobos e Gilberto Gil.

Ela também contou em cena as histórias de convivência com colegas de profissão, grandes atores, cineastas, músicos, produtores, que foram pioneiros das artes cênicas no Brasil.
A atriz é filha de uma alemão com uma argentina descendente de judeus ucranianos.

Pouco antes de se apresentar, concedeu uma breve entrevista ao Correio Lageano. Ela se disse muito feliz de estar na cidade e relembrou que passou por aqui, na década de 1960, quando estava a caminho de Porto Alegre. Ela já esteve no Estado outras vezes para se apresentar em Florianópolis e Blumenau.

A atriz diz que a música está em seu DNA, pois seus pais gostavam de cantar e ela também, e considera que um ator deve representar, cantar e dançar. Eva Wilma recorda das aulas de balé clássico ainda na infância e de sua primeira professora de canto, Inezita Barroso, a qual homenageou no musical, cantando duas músicas.

Durante o espetáculo “O que terá acontecido a Baby Jane”, peça encenada por Eva Wilma em 2017, ela conviveu bastante com o elenco do musical Beatles, num Céu de Diamantes (em cartaz há dez anos) e como sempre gostou de canto, esse foi um estímulo para desenvolver o seu musical Casos e Canções.

A atriz foi levada pelo filho Johnie Beat para aulas de canto com o músico e cantor Wiliam Paiva. Seu filho também é compositor e então nasceu o musical. A formação original era de sete músicos, mas depois ficaram em três, o que facilita nas viagens para apresentações.

O musical é uma viagem pelas lembranças da atriz e uma imersão cultural, onde ela conta o surgimento de muitas músicas que viu ser composta, por grandes nomes da Música Popular Brasileira, a exemplo do convívio com Caetano Veloso e Gilberto Gil, quando voltaram do exílio em Londres, no período da Ditadura, quando surgiu o movimento do Tropicalismo. A atriz diz que este espetáculo é feito de suas memórias afetivas.

 

https://clmais.com.br/eva-wilma-estreia-musical-em-lages-no-domingo/

Anúncio
Anúncio

Capa do Dia

Anúncio
Anúncio

Facebook

%d blogueiros gostam disto: