Conecte-se a nós

Entretenimento

Essencial: Cara ou Coroa: um suspense no inverno paulistano de 1971

Published

em

Foto: Divulgação

Se você tem interesse em saber mais sobre a Ditadura Militar no Brasil saiba que há boas produções cinematográficas. Mas preste atenção! Há aqueles filmes que é preciso ter coragem para assistir porque retrata a tortura nos porões de regime e outros, que de forma mais sutil, falam dos horrores do regime. A maioria dos filmes estão disponíveis no Youtube.

Para começar, a sugestão é Cara ou Coroa (2012), dirigido por Ugo Giorgetti. O filme traz a história de João Pedro (Emílio de Mello) um diretor de teatro que está bastante atarefado com os ensaios para uma nova peça, no inverno paulistano em 1971. O artista é ligado ao Partido Comunista. É interessante refletir que, além ser censurado pelo Regime Militar, João Pedro sofre com as interferências do integrante do Partido Comunista, que, visita regularmente os ensaios da peça e não compreende as escolhas do diretor. Um burocrata conservador que não entende de arte. É possível fazer um relação com os ‘críticos’ de arte da atualidade nas redes sociais.

A história paralela se passa com o jovem Getúlio (Geraldo Rodrigues) e a namorada Lilian (Júlia Ianina). Irmão de João Pedro, Getúlio, de repente, se vê envolvido com a resistência ao regime. O que piora a situação é que Júlia também acaba envolvida, e ela mora com o avô que é militar da reserva. O avô, interpretado por Walmor Chagas (1930-2013) tem uma excelente interpretação, que deixa os espectadores sempre na dúvida em relação ao que sabe das atividades da neta e ao que pensa respeito do Regime Militar.

Uma boa opção para quem quer um ver um bom filme, aprender sobre o período e se divertir.

Anúncio
Anúncio

Capa do Dia

Anúncio
Anúncio

Facebook

%d blogueiros gostam disto: