Conecte-se a nós

Esportes

Espanha vence, e manda Portugal de volta para casa

Published

em

Cidade do Cabo, 29/06/2010, (EFE)

 

Fim de Jogo na Cidade do Cabo, a Espanha elimina Portugal e se garante na próxima fase.

 

47 da etapa final, Carlos Machena entra no lugar de Xabi Alonso na Espanha.

 

3 minutos de acrécimo, o jogo vai até 48.

 

Pelo contrário a Espanha vai continuando para efrentar os paraguaios nas quartas de final.

 

Portugal vai se despedindo da África do sul com 2 empates, 1 vitória e 1 derrota.

 

Ricardo Costa é expulso pelo juiz aos 44 do segundo tempo, português da uma cotovelada em Capdvilla e vai para o chuveiro mais cedo.

 

Pedro entra no lugar de David Villa, aos 42 do tempo complementar.

 

O craque português do Real Madrid é derrubado por Capdevilla aos 40 do segundo tempo, e o árbirtro novamente não viu o lance.

 

Falta pouco para a classificação espanhola, 40 minutos do segundo tempo, e Portugal ainda não fez seu gol. A estrela de Cristiano Ronaldo não brilhou neste jogo conta a Espanha.

 

Portugal fica arriscando contra-ataque, mas sem finalização ao gol espanhol.

 

Se fosse permitido a repetição de lances polêmicos nos telões dos estádios da Copa do Mundo, o árbitro teria visto que David Villa estava impedido no momento do gol espanhol.

 

Aos 31 do segundo tempo, Eduardo faz ótima defesa e manda a linha pela lateral, após uma forte bomba de David Villa.

 

Substituição na seleção portuguesa: Sai Pepe para a entrada de Diego Mendes

 

Aos 28 minutos da etapa complementar, Xabi Alonso leva cartão amarelo, após carrinho em jogador Luso.

 

Com esse resultado Portugal vai arrumando as malas para voltar para casa, enquanto a Espanha vai encarando o Paraguai pelas quartas de final.

 

Eduardo salva o que poderia ser o segundo gol espanhol, aos 24 minutos da etapa complementar.

 

Ricardo Costa comete uma falta pelas costas em Capdevilla

 

Quase mais um de David Villa, ele pedala na frente dos zagueiros lusos, mas é desarmado aos 18 do segundo tempo.

 

Após o gol, a Espanha fica dando toquinho na Jabulani, perto do meio campo.

 

GOLAÇOOOO de David Villa, após tanto insistir a Espanha marca seu primeiro gol em cima de portugal, o gol acontece aos 17 da segunda etapa.

 

Eduardo opera milagre, faz uma bela defesa no cabeçeio de Lloriente, aos 15 da segunda etapa

 

Substituição na seleção espanhola:  ENTRA: Lloriente    SAI: Fernando Torres

 

Substituição na seleção lusa: ENTRA: Danny Miguel    SAI: Hugo Almeida

 

Juiz parece que não gosta de marcar faltas, aos 9 da segunda etapa, ele nada marcou na entrada de Simão em cima de Sérgio Ramos, pelo menos um cartão amarelo o português merecia.

 

Jogo está bem disputado, Espanha arriscando bastante de fora da área, e Portugal atacando com perigo o gol de Casillas.

 

Falta dura do Camisa 15 espanhol, no camisa 17 português.

 

Quase gol contra de Puyol, Hugo Almeida chuta, a bola bate no joelho do jogador espanhol, e por pouco não entra no gol de Casillas

 

Jogo quente na Cidade do Cabo, Portugal tem maior número de faltas do que a equipe Espanhola, são 9 contra 6

 

A Espanha joga no tradicional esquema 4-4-2, e Portugal arrisca o 4-3-3

 

Começa a segunda etapa entre Espanha 0 x 0 Portugal

 

Fim de Primeiro Tempo

 

Quaseeee gol de Portugal, Coentrão pela esquerda, Tiago de cabeça manda a bola para fora

 

A Espanha possui quase o dobro da posse de bola, 61% contra 39% de Portugal

 

Aos 38 minutos, Hugo Almeida cabeçeia, mas a bola vai pela linha de fundo.

 

34 minutos, Eduardo fica com a bola após passe direto de Iniesta para Fernando Torres.

 

Xavi arrisca aos 31 minutos, mas a jabulani passa longe da trave do camisa 1 português, Eduardo.

 

Em bom chute do camisa 7 português, o goleiro Casillas não defende, mas a  defesa espanhola manda o perigo para longe, isso aos 27 da primeira etapa.

 

Aos 23 minutos, Xabi cobra a falta, mas por azar dos espanhóis, a defesa lusa afasta a bola.

 

Juiz não pune Xabi Alonso após dura falta em Simão, aos 22 da primeira etapa.

 

Aos 19 da primeira etapa, o defensor português Pepe, desarma drible de Fernando Torres

 

Casillas faz uma defesa fácil, após cobrança de falta de Cristiano Ronaldo aos 16 minutos.

 

Fernando Torres arrisca chute aos 11 do primeiro tempo, mas a bola passa por cima do travessão do goleiro Eduardo.

 

Defesa espanhola se atrapalha, Simão aproveita, faz boa jogada para o craque português Cristiano Ronaldo, mas o árbitro marca impedimento do camisa 7 português aos 11 do primeiro tempo.

 

Eduardo novamente salva Portugal, após jogada de David Villa dentro da área, aos quatro minutos do primeiro tempo.

 

No primeiro minuto de jogo, o espanho Fernando Torres chuta de canhota, obrigando o goleiro Eduardo de Portugal a fazer uma excelente defesa.

 

Nesta terça-feira, Portugal e Espanha entram em campo em busca de um título inédito para ambas. O estádio Green Point, na Cidade do Cabo, é o palco desta disputa que nunca tinha acontecido em uma Copa.

 

Além da vaga para as quartas de final, Portugal jogará pela quebra de uma marca histórica. Contra o Brasil, a seleção lusa chegou a 19 partidas sem perder e, se não for derrotada pelos espanhóis, quebrará um recorde de invencibilidade conquistado entre 2005 e 2006, quando ainda era comandada pelo brasileiro Luiz Felipe Scolari.


Foto: (EFE)

Anúncio
clique para comentar

Deixe uma resposta

Anúncio

Capa do Dia

Anúncio
Anúncio

Facebook

%d blogueiros gostam disto: