Conecte-se a nós

Esportes

Era destaque nacional na década de 1960

Published

on

Plínio Luersen recebeu homenagem pelos seus feitos nas 12 Horas de Lages - Divulgação

As novas gerações não imaginam, mas Lages já foi importante rota do automobilismo nacional, tendo atingido seu ápice em 1966, com a realização das 12 Horas de Lages. Única cidade do interior do país a realizar uma corrida com tamanha duração, na época. Até então só São Paulo e Porto Alegre tinham realizado tal tipo de prova.

A largada era dada na Avenida Presidente Vargas, em uma descida com o calçamento às vezes molhado e a mais ou menos 500 metros de uma ponte que parecia um funil. Seguia até a chamada “Curva do Coral” (que tinha esse nome por causa do bairro de mesmo nome) e seguia pela reta do Coral que era de paralelepípedos irregulares, estreita, abaulada e normalmente com um pouco de barro trazido das laterais pelo tráfego do dia a dia e que exigia correções de rumo ao final da reta.  Nas proximidades do Batalhão, uma chicane em piso de terra, seguido de um contorno à esquerda, demarcado por tonéis, para entrar na Avenida Duque de Caxias, e daí para frente era pé no fundo até chegar na conhecida “Curva do Muro”. A pista podia não ser lá essas coisas, mas era muito desafiadora.

>>Homenagem_ E foi nessas provas, que contavam com a participação de pilotos vindos de várias partes do país, que Plínio Luersen e Osni Pilar se destacaram com o Simca preparado por eles mesmos, chegando na frente de muita “gente grande “, tais como Wilson Fittipaldi e José Carlos Pace. E foi por esses feitos que Plínio Luersen foi homenageado no último arrancadão de carros, no último fim de semana, também comemorando os 50 anos das 12 horas de Lages.

Comentários
Compartilhe

Esportes

Jogo das Leoas da Serra, pela Copa do Brasil, foi adiado

Published

on

Por

Foto: Arquivo

A Confederação Brasileira de Futebol de Salão divulgou uma nota em que informa o cancelamento do jogo da Copa do Brasil de Futsal Feminino entre Leoas da Serra e Cianorte. O jogo entre as equipes será realizado no sábado, dia 2 de junho, às 18h, em Lages, no Ginásio Jones Minosso.

O motivo foi o quarto dia de protestos dos caminhoneiros nos país, o que impactou com bloqueios em rodovias pelos Brasil e com a falta de combustíveis nos postos de gasolina em várias cidades.

A Federação Paranaense de Futsal informou sobre a impossibilidade da empresa de transporte terrestre da equipe adversária das lageanas, em realizar viagem até o município de Lages (SC) em razão da falta de combustível no município.

Nos dias 25, 26 e 27 de maio ocorreriam os jogos dos grupos A, C, E, válidos pela 1ª Fase (Oitavas de Final) da Copa do Brasil Feminina. A preocupação da entidade em primar pela segurança de atletas, membros da comissão técnica, oficiais de arbitragem e demais pessoas envolvidas.

Comentários
Compartilhe
Continue Lendo

Esportes

Definidos os campeões do voleibol masculino e feminino

Published

on

Foto: Bega Godóy

A fase municipal dos Jogos Escolares de Santa Catarina (Jesc) está sendo desenvolvida em todo o Estado. Em Lages, a competição abrange 20 escolas entre privadas e públicas e mais de 900 estudantes, de 12 a 14 anos. São disputas de basquete, vôlei, xadrez, tênis de mesa, handebol e futsal no masculino e feminino.

Os campeões dos esportes coletivos passam para a fase microrregional, o mesmo ocorre com as equipes que se classificaram em primeiro e segundo na edição do ano passado. Avançam, também de fase, os campeões e o vices dos esportes individuais.

O microrregional não tem data e sede definida, o certo é que a Fesporte é quem gerencia a competição que deve acontecer mês que vem. Além das modalidades da fase municipal, outros esportes são inseridos na programação, como o badminton, judô e natação entre outras.   

Ontem no Ivo Silveira, aconteceram as disputas do voleibol masculino e feminino. A programação previa 12 partidas, nos dois naipes, e somente quatro aconteceram, ou seja 66% das equipes não compareceram para jogar (WO).

Os campeões no masculino foram os meninos da Escola Santa Helena, já no feminino, a representante na fase microrregional será o Bom Jesus, comandado pelo professor Cláudio Medina. A competição começou na segunda-feira e segue até amanhã.

Comentários
Compartilhe
Continue Lendo

Esportes

Vitória deixa Inter de Lages mais perto da classificação

Published

on

Na arquibancada, o garoto Ezequiel Tives Raulino, de 9 anos, se preparava para assistir a mais uma partida do Inter de Lages. Apesar do frio, ele saiu de sua casa no Bairro Gethal para poder presenciar um jogo decisivo do time lageano. Além do pequeno, mais 128 pessoas também enfrentaram as baixas temperaturas, que no início do jogo era de 8ºC, para motivar os jogadores.

O time adversário era o Nova Iguaçu, do Rio de Janeiro. Os atletas foram surpreendidos com o frio. Subiram do vestiário para o campo com luvas e um deles, até com calção térmico. Os jogadores precisaram de um reforço, e não foi de um integrante a mais, mas sim, de um cobertor. Todos que ficaram no banco se cobriram com uma grande manta.

No termômetro 8ºC e sensação térmica de 4ºC. O jogo, que começou tranquilo, foi logo esquentando. Aos 9 minutos e 45 segundos, o Inter de Lages, com Sidney abriu o placar. Os jogadores comemoraram o gol, todos se abraçaram e chegaram a se ajoelhar.

A partida seguiu, e a temperatura subiu dentro e fora de campo e nas arquibancadas. Entre a briga pela posse de bola, problemas com a arbitragem. Várias discussões entre juiz e jogadores, além de gritos da arquibancada para a árbitro assistente 2.

Aos 20m30s, ainda do primeiro tempo, Gabriel Lagoa, de peixinho, marcou o segundo gol. Os dois primeiros gols são de jogadores que estavam no banco durante a competição, mas tiveram a oportunidade de jogar na noite gelada de domingo.

Três minutos depois, aos 23m45s, Murilo, de Nova Iguaçu, com bola parada, chutou e balançou a rede do Tio Vida, marcando o primeiro gol do time carioca. Aos 27 minutos, o jogo parou. O goleiro Fabian Volpi não se sentiu bem.

Torcedores e jogadores não gostaram do trio de arbitragem. Reclamaram por diversas vezes, o que resultou em cartões amarelos. Os ânimos precisaram ser acalmados. Depois de ataques, quedas e faltas, o primeiro tempo chegou ao fim.

Na volta do vestiário, o Inter de Lages não tinha alteração. O Nova Iguaçu mudou e no lugar de Marlon, jogou Lucas.

O Inter precisava de mais gols, devido aos saldo negativos. No segundo tempo, aos 7m30s, Luizinho marcou o terceiro gol. Quando se pensava que a partida estava ganha, o jogador Raniel do Nova Iguaçu, aos 19 minutos emplacou e cobriu o goleiro Fabian Volpi. Para a preocupação da torcida, Dieguinho, também do time carioca, aos 35 minutos marcou o terceiro gol.

Os torcedores do Inter de Lages já tinham até pensando que seria um empate, alguns foram para casa, mas aos 47 minutos, Luizinho chutou e deixou o goleiro no chão. Fim de jogo. Inter de Lages 4 e 3 Nova Iguaçu. Comemoração entre os jogadores e torcida aquecida e animada pelo jogo.

Com esse resultado, o Inter de Lages fica como segundo colocado no Grupo A15, da Série D, do Campeonato Brasileiro. No próximo fim de semana, joga contra o líder da competição, o Caxias, na cidade gaúcha de mesmo nome, às 18 horas.

Comentários
Compartilhe
Continue Lendo
Anúncio

Capa do Dia

Anúncio

Instagram

Facebook

Anúncio

Rua Coronel Córdova, 84 . Centro . 88502-000 . Lages . SC . Brasil . Fone: 49 3221.3300 . correiolageano@correiolageano.com.br

CL+| Correio Lageano - Todos os direitos reservados ©