Conecte-se a nós

Notícias

Época é de celebração do Ramadã para muçulmanos

Published

em

Muçulmanos celebram Ramadã com orações, jejum e prática da caridade - Foto: Susana Küster

Os muçulmanos estão celebrando o Ramadã, um período dedicado ao jejum desde 5h30 até 17h40. Neste período, eles não comem e não podem beber nem água, e, também se abstém de relações sexuais.

Somente depois do horário estipulado é que eles podem quebrar o jejum, mas é recomendado que não se coma muito. A prática é vista por eles como um ato de renovação da fé e também um tempo maior dedicado a caridade.

O sheik da Mesquita de Lages, Osman Charif, 59 anos, explica que o Ramadã é uma ordem de Deus e deve ser seguida. “É uma forma de adoração espiritual e corporal. O foco é adorar Deus, ler o Alcorão, fazer orações e jejuar, colaborar com os pobres e se comportar para não cometer erros, como mentir, agredir ou falar mal dos outros”.

Ele também frisa que um estudo de médicos nos Estados Unidos comprovou que o jejum desintoxica o organismo. Para os muçulmanos, jejuar não é uma penitência ou sofrimento, e, sim para focar no que é essencial durante o Ramadã. Ao todo, são realizadas cinco orações em um dia, a primeira começa 5h35min e a última é às 19 horas.

A escolha de fazer o Ramadã neste período é porque eles seguem o calendário lunar, então os dias celebrados mudam de um ano para outro. Neste ano, o período começou na quinta-feira (17) e termina na primeira quinzena de junho. O sheik diz que até hoje, os muçulmanos seguem o calendário lunar em algumas situações.

Segundo ele, hoje Lages possui em torno de 40 pessoas que seguem o islamismo. A maioria faz as orações em seu local de trabalho ou em casa. Poucas vão até a mesquita. “Muitos voltaram para seus países ou mudaram de cidade”.

Anúncio
Anúncio

Capa do Dia

Anúncio
Anúncio

Cinema

Facebook

Anúncio
%d blogueiros gostam disto: