Natureza serrana em exposição fotográfica – CL+
Conecte-se a nós

Entretenimento

Natureza serrana em exposição fotográfica

Published

on

Fotógrafo Carlos Wolff organiza terceira seleção de seus trabalhos sobre o meio ambiente - Foto: Lucimara Varela/ Divulgação

O que antes era um hobbie, tem se transformado em profissão para Carlos Wolff, que está com sua terceira exposição de fotos. O material está sendo exposto no Lages Garden Shopping e na Receita Federal.

Trabalhando como fotógrafo há cerca de oito anos, Carlos reuniu material sobre a natureza na Serra Catarinense e transformou em exposições que passam por diversos locais de Lages. De acordo com ele, esta é uma forma de agradecer a Serra pelas suas belas paisagens.

Além de fotografar, os locais escolhidos para serem registrados, também servem como forma de conhecer trechos da Serra Catarinense, que ainda não tinha visitado. Carlos começou sua carreira como pintor de telas, o que sempre gerou uma grande interesse pela natureza. De acordo com ele, o cotidiano sempre o chamou a atenção e isto é sempre foco de seus trabalhos. A exposição com o título “Detalhes da Natureza Serrana” ficará 30 dias no shopping e 15 dias na Receita Federal. Ambas são abertas ao público em geral.

Concursos_ Carlos foi vencedor do concurso de fotografia 250 cores, realizado pelo Instituto José Paschoal Baggio, durante a comemoração de 250 anos de Lages e foi 2º colocado no concurso “Mata Atlântica: conhecer para conservar”, promovido pela prefeitura de Lages, através da Secretaria de Serviços Públicos e Meio Ambiente, em parceria com o Instituto José Paschoal Baggio (IJPB) e o Conselho Municipal de Defesa do Meio Ambiente.

Exposição detalhes da natureza serrana

Local: Lages Garden Shopping
Horário: 10h às 22h e 14h às 20h
Entrada franca
Local: Receita Federal, Avenida Presidente Vargas
Horário: 8h às 12h e 14h às 18h

Comentários
clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Entretenimento

Streaming muda forma de consumo de produtos para entretenimento

Published

on

O verbo maratonar ganhou um novo sentido nos últimos anos. Agora, quando alguém revela que passou o último final de semana “maratonando”, já se sabe que ao invés das roupas de ginástica e corridas pela cidade, a pessoa passou o últimos dois dias sentado no sofá, de pijama e assistindo à uma única série de TV.

Com a chegada dos serviços de streaming como Netflix, Hulu, HBO, o acesso a séries de TV e também a filmes, tornou-se mais fácil e rápido. E isso mudou o modo como os telespectadores consomem diferentes conteúdo. Nos últimos três anos, a procura pelo streaming cresceu 90%. Desde 2015, o Brasil, que é o 8º mercado do mundo no setor de TV por assinatura, perdeu cerca de 770 mil de assinantes. No Youtube, por exemplo, em 2016, o brasileiro era o país com maior número de usuários.

O professor Matheus Ávila, 22, é um desses telespectadores que migrou para as novas plataformas. “Sempre ficava limitado à programação da televisão. Os serviços de streaming trouxeram uma infinidade de conteúdos de qualidade e que pode ser assistido em qualquer horário”, revela. O que atraiu o vendedor Gabriel Prudêncio, 21, para os serviços, é a maior quantidade de conteúdo disponível, ao alcance de um clique e que pode ser visto onde estiver. “Com isso, passei a consumir mais este conteúdo”, explica ele.

Os costumes mudaram, como relata a dentista Amanda Rocha, 22. Ela revela que há alguns anos, as opções eram assistir aos filmes no cinema ou esperar a chegada na locadora. “Hoje, posso dizer que assisto Netflix quase todos os dias.

Drama e suspense são os gêneros mais assistidos. Além disso, as produções exclusivas ganham destaque e mais telespectadores. Matheus por exemplo, assistiu “Midhunter”, original da Netflix e classificou como uma de suas séries favoritas. Gabriel destacou a The Handmaid’s Tale, do Hulu; e The Big Little Lies, do Amazon Prime, como os destaques de 2017.

Assistir a séries se tornou um novo hobbie e, também, uma nova forma de lazer. Por causa da rotina, Matheus revela que o tempo é curto para assistir seus programas favoritos, mas as tardes de domingo são reservadas para maratonar com as séries favoritas. Já Gabriel chegou a considerar em ocupar seu tempo em frente à televisão com outras atividades, mas percebeu que assistir às séries estava lhe trazendo outros benefícios, como melhora no entendimento da Língua Inglesa, por exemplo. E, por isso, toda noite quando chega do trabalho, assiste, nem que seja um episódio das séries favoritas.

Dicas para maratonar no final de semana

 

>>Gabriel_ Sugere The Handmaid’s Tale do Hulu e The Big Little Lies, da HBO.

 

>>Matheus_ Na Netflix, ele sugere Midhunter e a comédia Arrested Development.

 

>> Amanda_ Indica a série Grey’s Anatomy e Narcos.

Sucessos na Netflix

Mesmo encerrada há 14 anos, Friends é sucesso no serviço

 

Produto original, as novas temporadas de Stranger Things são aguardadas com expectativa

Há 13 anos no ar, público da Netflix aumentou a audiência de Grey’s Anatomy

Orange is The New Black foi um dos primeiros produtos originais da marca

Comentários
Continue Lendo

Entretenimento

Maze Runner: Thomas vai em busca da cura de Fulgor

Published

on

Por

Um acidente no set de filmagens adiou a estreia do filme por várias vezes - Foto: Divulgação

Por trás de uma possibilidade de cura para o Fulgor, Thomas irá descobrir um plano maior, elaborado pelo Cruel, que poderá trazer consequências desastrosas para a humanidade. Ele decide, então, entregar-se ao Experimento final.

A organização garante que não há mais nada para esconder. Mas será possível acreditar no Cruel? Talvez a verdade seja ainda mais terrível, uma solução mortal, sem retorno.

Maze Runner: A Cura Mortal‘ teve sua estreia adiada indefinidamente após o acidente sofrido pelo astro Dylan O’Brien, mas, finalmente, ganhou boas novidades. As filmagens foram retomadas em fevereiro de 2017, dando tempo para O’Brien se recuperar totalmente e Kaya Scodelario dar à luz.

O filme estreia no dia 25 de Janeiro, no Brasil, e um dia depois, nos EUA.

Segundo recente relatório da agência de segurança do trabalho WorkSafeBC, a culpa do acidente foi da equipe de produção e da 20th Century Fox. A equipe não conseguiu garantir a segurança do ator Dylan O’Brien, causando o acidente que o deixou com ferimentos graves e possíveis sequelas .

O ator teve alguns ossos da face quebrados após ser atingido por um carro em alta velocidade no set de filmagens, no dia 17 de março, em Vancouver, no Canadá.

Comentários
Continue Lendo

Entretenimento

Entenda como funciona a Lei Rouanet, iniciativa que aprovou mais de cinco mil projetos em 2017

Published

on

Foto:Reprodução/MinC/Divulgação

O que é a Lei Rouanet? 

Criada em 1991, a Lei de Incentivo à Cultura ficou conhecida como Lei Rouanet, em referência ao secretário de Cultura na época em que foi sancionada, Sérgio Paulo Rouanet. Por meio dela, cidadãos (pessoas físicas) e empresas (pessoas jurídicas) podem aplicar 6% e 4%, respectivamente, de seu Imposto de Renda devido em projetos culturais. Uma empresa que tenha que pagar R$ 100 mil de imposto de renda, por exemplo, poderá apoiar projetos culturais via Lei Rouanet num valor de até R$ 4 mil. 

Já um cidadão que tiver que pagar R$ 5 mil de imposto de renda poderá apoiar projetos culturais via Lei Rouanet num valor de até R$ 300. 

Quem pode se beneficiar? 

Qualquer pessoa ou empresa pode apresentar um projeto cultural e ser um proponente. Para isso, é preciso se cadastrar no Sistema de Apoio às Leis de Incentivo à Cultura (Salic) pelo site novosalic.cultura.gov.br. As propostas culturais podem ser apresentadas ao MinC de 1º de fevereiro a 30 de novembro de cada ano. 

Como ocorre a captação?  

Após o projeto ser aprovado pelo Ministério da Cultura, o proponente pode começar a procurar patrocinadores para o seu projeto. O prazo para concluir o projeto é de um ano, mas pode ser renovado por até três anos. No fim, o beneficiado deve enviar ao Ministério da Cultura documentos que comprovem os gastos e a execução do filme ou do produto.  

Comentários
Continue Lendo

Entretenimento

Vocalista da banda The Cranberries, Dolores O’Riordan morre aos 46 anos

Published

on

Por

Foto: Divulgação

Dolores O‘Riordan, vocalista da banda de rock The Cranberries, morreu de forma repentina aos 46 anos durante uma passagem por Londres para uma sessão de gravação. “A cantora irlandesa e internacional Dolores O‘Riordan morreu repentinamente em Londres hoje”, disse Lindsey Holmes, agente de Dolores, em um comunicado.

O grupo irlandês, que combinou a guitarra indie com o sotaque irlandês distinto de Dolores atingiu a fama na década de 1990 com o hit “Linger”. A banda foi um dos grupos de rock de maior sucesso na década e vendeu mais de 40 milhões de discos, de acordo com o site oficial do grupo.

Lindsey Holmes disse que Dolores morreu enquanto estava em Londres para uma curta sessão de gravação, mas ela se recusou a dar detalhes sobre a causa da morte. “Os membros da família estão devastados por ouvir as últimas notícias e solicitaram privacidade neste momento muito difícil”, disse Holmes, em um comunicado.

Fonte: Reuters

Comentários
Continue Lendo

Rua Coronel Córdova, 84 . Centro . 88502-000 . Lages . SC . Brasil . Fone: 49 3221.3300 . correiolageano@correiolageano.com.br

CL+| Correio Lageano - Todos os direitos reservados ©