Conecte-se a nós

Esportes

Empate no Augusto Bauer não livra o Inter de Lages do rebaixamento

Published

em

Fotos: Sidney Silva/Brusque FC

Inter de Lages, Brusque e Hercílio Luz entraram em campo na tarde deste domingo de Páscoa (1°) para definir a permanência na  Primeira Divisão do Campeonato Catarinense. Um jogo tenso para os Colorados no Augusto Bauer e que só se resolveu quase na metade do segundo tempo. O empate com o Brusque por 1 a 1 decretou o rebaixamento do time lageano para a Série B de 2019. O Leão Baio disputava a Série A desde 2015. O Inter fez 17 pontos, mesmo número do Hercílio Luz mas separados pelo critério de saldo de gols. O time de Tubarão fez dois a mais. O Tigre venceu o Hercílio por 1 a 0, no Heriberto Hülse.

No segundo tempo, o jogo melhorou  e aos 19 min, o árbitro Ramon marcou pênalti para o Inter. A bola bateu no braço do zagueiro. O Colorador Rafael Lucas cobrou forte quase no meio do gol, goleiro para um lado e bola para outro. Quase ao mesmo tempo no outro confronto no Heriberto Hulse, o Criciúma abre o placar frente ao Hercílio Luz colocando temporariamente o time de Tubarão na Série B de 2019. Mas a felicidade do Leão Baio durou pouco, Rafinha do Brusque empata aos 24 minutos num cruzamento que recebeu na pequena área. A equipe comandada pelo técnico Pingo se livrou do rebaixamento mesmo com empate.

 

O Inter fez um campeonato desastroso. No primeiro turno somou sete pontos ao longo dos nove jogos. No returno, melhorou um pouco e fez 10 pontos. Trocou de treinador duas vezes: Leandro Niehues começou e  Rodrigo Fonseca assumiu no segundo turno. Enfrentou a luta mais equilibrada contra rebaixamento.

Chegou ao Augusto Bauer numa situação complicada, com 16 pontos e na zona de rebaixamento mas dependendo dele mesmo uma vitória o livraria do descenso. Dos outros dois ameaçados o equilíbrio era melindroso: Brusque com 19 e Hercílio Luz 17. Pontos que podiam separar um time endereçado à Série A e outro que iria para a Série B.

O time lageano passou quase todo o campeonato preocupado com a parte baixa da tabela. Mas teve muitas chances para se livrar dessa enrascada.  Fez jogos regulares mas com altos e baixos. Esforços em que o resultado nem sempre vinha e acabava minando o trabalho. O Concórdia havia decretado a degola na última quarta-feira. Arbitragem de Brusque e Inter: Ramon Abel, Alex dos Santos e Henrique Ribeiro. Chapecoense e Figueirense estão garantidos na decisão que acontece no próximo domingo (8), na Arena Condá.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Anúncio
Anúncio

Capa do Dia

Anúncio
Anúncio

Cinema

Facebook

Anúncio
%d blogueiros gostam disto: